Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17943
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Possibilidades de diálogos sobre questões étnico-raciais em um grupo PIBID-Química
metadata.dc.creator: Pinheiro, Juliano Soares
metadata.dc.contributor.advisor1: Rodrigues Filho, Guimes
metadata.dc.contributor.referee1: Kato, Danilo Seithi
metadata.dc.contributor.referee2: Benite, Anna Maria Canavarro
metadata.dc.contributor.referee3: Epoglou, Alexandra
metadata.dc.contributor.referee4: Silva, Elenita Pinheiro de Queiroz
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho teve como objetivo investigar e analisar o trabalho realizado junto a um grupo PIBID – Química/UFU, composto pela professora supervisora e 7 Licenciando/as em Química que desenvolveram 3 ações pedagógicas: i) a utilização do filme “X-men Origens: Wolverine” como mediador entre o conhecimento químico e a história da África; ii) o uso da mitologia africana com o Mito de Ogum para o ensino sobre metais e ligações; iii) a Química dos cabelos em interface com a temática étnico-racial. Estas ações visavam o estabelecimento de relações entre o ensino de conteúdos químicos e a temática étnico-racial. Baseada nos referenciais do Multiculturalismo Crítico na Educação e nos estudos da Educação das Relações Étnico-raciais, a investigação se enquadra na perspectiva de uma pesquisa qualitativa, alicerçada na proposição da metodologia da investigação-ação. Os dados foram construídos mediante o acompanhamento sistemático da constituição das ações envolvendo a observação participante, entrevista coletiva, diário de pesquisa e questionário. Os dados foram analisados de acordo com análise de conteúdo proposta por Bardin (1977). No início da elaboração das ações pedagógicas o grupo PIBID – Química apresentava pouco conhecimento da Lei 10.639/03 o que gerou desconfianças em como estabelecer relações entre conteúdos químicos com a temática étnico-racial. Alguns desafios e dificuldades foram enfrentados, relativos a trâmites burocráticos da escola e sobre a seleção de conteúdos químicos que pudessem fazer a articulação com a temática étnico-racial. O PIBID, nesta ocasião, se constituiu com um elemento formativo de professores/as para Educação das Relações Étnico-raciais. O trabalho com a temática da Lei 10.639/03 impactou a forma como o grupo PIBID – Química enxergava o continente africano, sua história e a cultura afro-brasileira. O desenvolvimento das ações pedagógicas junto ao grupo PIBID – Química promoveu um processo formativo que possibilitou aos licenciandos/as e a professora supervisora vislumbrarem maneiras de superar visões simplistas sobre a História e cultura africana e afro-brasileira.
Abstract: This study aims to investigate and analyze the work done with a PIBID group - Chemistry / UFU, composed by the supervisory teacher and 7 undergraduate students in Chemistry who have developed 3 pedagogical actions: i) the use of the film "X-Men Origins: Wolverine" as a mediator between the chemical knowledge and the History of Africa; ii) the use of African mythology with the myth of Ogun for teaching about metals and chemical bounds; iii) the chemistry of hair interfaced with ethnic-racial theme. These actions aimed to establish connections between the teaching of chemical content and the ethnic-racial theme. Based on references by Multiculturalism Critic in Education and Education Studies of Ethnic-Racial Relations, this research falls under the prospect of a qualitative research, based on the proposition of the action-research methodology. Data were built through systematic monitoring of the constitution of actions involving participant observation, group interview, research journal and questionnaire. Data were analyzed according to content analysis proposed by Bardin (1977). Early in the preparation of the pedagogical actions, people in PIBID group - Chemistry had little knowledge of the Law 10.639 / 03, which created mistrust on how to establish links between chemical content and the ethnic-racial theme. Some challenges and difficulties were faced, concerning the school bureaucracy and the selection of chemical content that could make the connection with the ethnic-racial theme. The PIBID on this occasion has worked as a formative teaching element for the Education of Ethnic-Racial Relations. Working with the theme of Law 10.639 / 03 impacted the way people from PIBID group - Chemistry saw the African continent, its History and the African-Brazilian culture. The development of educational activities with the PIBID group - Chemistry held a training process that enabled the undergraduate students and the supervisor teacher glimpse ways to overcome simplistic views on History and African and African-Brazilian cultures.
Keywords: Química
Química - Estudo e ensino
Relações étnicas
Ensino de química
Educação das relações étnico-raciais
Educação multicultural
Chemistry teaching
Education of ethnic-racial relations
Multicultural education
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Química
Citation: PINHEIRO, Juliano Soares. Possibilidades de diálogos sobre questões étnico-raciais em um grupo PIBID-Química. 2016. 203 f. Tese (Doutorado em Química) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17943
Issue Date: 27-Apr-2016
Appears in Collections:TESE - Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PossibilidadesDialogosQuestoes.pdfTese3.27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.