Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17907
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Discursos sobre o acesso e a qualidade da atenção integral à saúde da população LGBT entre médicos(as) da estratégia saúde da família
metadata.dc.creator: Paulino, Danilo Borges
metadata.dc.contributor.advisor1: Rasera, Emerson Fernando
metadata.dc.contributor.referee1: Teixeira, Flavia do Bonsucesso
metadata.dc.contributor.referee2: Moscheta, Murilo dos Santos
metadata.dc.description.resumo: O objetivo desta pesquisa é identificar os discursos sobre o acesso e a qualidade da atenção integral à saúde da população LGBT entre médicos(as) da Estratégia Saúde da Família de Uberlândia-MG e Belo Horizonte-MG. Em Uberlândia, foram entrevistados(as) 5 (cinco) médicos(as) e, em Belo Horizonte, foram entrevistados(as) 10 (dez) médicos(as). Todos(as) foram selecionados aleatoriamente por meio de sorteio (um para cada cidade) que abrangeu todas as Unidades de Saúde de cada cidade. Todos(as) os(as) médicos(as) selecionados(as) foram convidados(as) a participar livremente da pesquisa e, após o aceite, assinaram termo de consentimento livre e esclarecido. Após as transcrições, cada entrevista foi lida com muita atenção e por mais de uma vez. A partir dessas leituras foi possível construir as categorias de análise sob a ótica do Construcionismo Social. Foram construídas três categorias de análise, unidas por um mesmo eixo, o qual foi denominado de “Discursos do Não”. As três categorias criadas foram intituladas “Discurso da não-diferença”, “Discurso do não-saber” e “Discurso do não-querer”. Apresentaremos a desconstrução dos discursos que permitiu essa análise e que cada uma dessas categorias nos permite fazer. Com os resultados pudemos concluir que a não-integralidade e a não-equidade só poderão ser escutadas ou apreendidas como também enfrentadas, superadas ou reduzidas, se conseguirmos captá-las a partir da noção geral de determinação social do processo saúde-adoecimento-cuidado em suas dimensões individual, subjetiva, singular, ali no espaço de cada serviço, no encontro de cada usuário com suas necessidades de saúde únicas e os profissionais e/ou a equipe de saúde. Esperamos que a leitura desse material permita o debate crítico e reflexivo e que ele tenha o potencial de desencadear as mudanças necessárias em prol do SUS que defendemos e queremos, também para a população LGBT.
Abstract: This research aims to identify the discourses about the access and the quality of health care for LGBT population among physicians working at the Family Health Strategy in Belo Horizonte-MG and Uberlândia-MG. In Uberlândia 5 (five) physicians were interviewed and, in Belo Horizonte, 10 physicians. All of them were randomly selected by raffle (one for each city) covering all health units in each city. All physicians selected were invited to freely participate in the research and, after acceptance, to sign an informed consent form. After transcription, each interview was read carefully and more than once. From these readings, it was possible to construct the categories of analysis from the perspective of social constructionism. Three categories of analysis were built, united by the same axis, which was called "The No Speeches". The three categories created were named as "Non-difference Speech", "Unknowing Speech" and "Not Wanting Speech". The deconstruction of these categories, which made this analysis possible, and what each of them allows us to do will be presented. With the results, we concluded that the non-integrality and non-equity can only be heard or perceived as well as faced, overcome or reduced, if we understand them in the general notion of social determination of the health-illness-care process in its individual, subjective and singular dimensions, within each service, in the meeting of each user with their unique health needs and the professional and/or healthcare team. We hope that the reading of this material allows the critical and reflective debate and that it has the potential to trigger the necessary changes for the benefit of the Public Health System we want and defend, likewise for the LGBT population.
Keywords: Saúde
LGBT
Acesso
Qualidade
Health
Access
Quality
Psicologia
Minorias sexuais
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Citation: Paulino, Danilo Borges. Discursos sobre o acesso e a qualidade da atenção integral à saúde da população LGBT entre médicos(as) da estratégia saúde da família. 2016. 142 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Aplicada) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17907
Issue Date: 8-Aug-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DiscursosAcessoQualidade.pdfDissertação1.08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.