Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17759
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: A docência na educação superior: narrativas das diferenças políticas de sujeitos surdos
Other Titles: Teaching in superior education: narrative of differences are subject policies deaf
metadata.dc.creator: Reis, Flaviane
metadata.dc.contributor.advisor1: Miranda, Arlete Aparecida Bertoldo
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Perlin, Gladis
metadata.dc.contributor.referee1: Silva, Lázara Cristina da
metadata.dc.contributor.referee2: Silva, Elenita Pinheiro de Queiroz
metadata.dc.contributor.referee3: Lodi, Ana Claúdia Balieiro
metadata.dc.contributor.referee4: Witkoski, Silvia Andreis
metadata.dc.description.resumo: A presença dos professores surdos na Educação Superior provoca uma série de reações devido às diferenças culturais. Estes sentem o mal estar. A diferença cultural desafia as relações de poder estabelecidas. Dai surgem os espaços de negociação com seus constantes embates sobre problemas que afetam a participação do professor surdo. A tese perpassa pelas praticas, resistência, resiliência e pensamento político do professor surdo na Educação Superior. Alguns autores como: Foucault (2004), Hall (2009), Bhabha (1998), Touraine (2009) e Veiga-Netto (2010) embasam o conceito das relações de poder que permeia o estudo. Perlin (2003); Ladd (2002) subsidiam com o enfoque cultural. A investigação partiu da questão: Como os professores surdos se posicionam politicamente nas relações de poder estabelecidas para a construção de suas narrativas na Educação Superior? Teve o objetivo de identificar e mapear as narrativas dos professores surdos na Educação Superior. Partindo da abordagem qualitativa do tipo entrevista-narrativa constituiu-se um corpus com as narrativas coletadas. Estas narrativas foram identificadas a fim de se conseguir um mapeamento temático expresso no último capitulo onde se desenrolam os fatos constantes dos embates nos espaços de negociação da Educação Superior. Os resultados apontam uma infinidade de debates. Os professores surdos não só apresentam condições iniciais de angústia, dúvida e dificuldade, na Educação Superior, mas também disposição de discutir mais as redes de poderes cotidianas, travadas pelos espaços de negociação. A identificação das narrativas foi de vital importância para confirmar o valor do reconhecimento cultural e linguístico como estratégia de novas políticas para as estruturadas relações de poder no contexto universitário.
Abstract: Deaf teachers presence at superior education triggers a series of reactions due to cultural differences. They feel the discomfort. The cultural difference defies the established power relations. From that emerge the trading spaces with their constant shocks about problems that affect the deaf teacher participation. The thesis goes through practice, resistance, resilience and political thinking of the deaf teacher at the Superior Education. Authors like: Foucault (2004), Hall (2009), Bhabha (1998), Touraine (2009) and Veiga-Netto (2010) underlie the concept of power relations that permeate this study. Perlin (2003); Ladd (2002) subsidize with the cultural focus. The investigation came from the question: How deaf teachers make their political stands in power relations established to the construction of their narratives at Superior Education? It had the goal of identify and chart the deaf teachers narratives at Superior Education. Leaving from the interview-narrative qualitative approach it was constituted a corpus with the collected narratives. These narratives were identified in order to achieve a thematic map express in the last chapter where the constant facts of the trading spaces of Superior Education shocks unfolds. The results point to an infinity of debates. The deaf teachers do not only present initial conditions of distress, doubt and difficulty at Superior Education, but also the disposition to discuss more the everyday power chains, waged by trading spaces. The identification of the narratives was vitally important to confirm the value of cultural and linguistic recognition as strategy for new politics to the structural power relations at the university context.
Keywords: Educação
Professores universitários
Resiliência (Traço da personalidade)
Liberdade
Surdos - Educação
Professores surdos
Relações de poder
Resistência
Resiliência
Pensamento Político
Deaf teachers
Power relations
Resistance
Resilience
Political Thinking
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: REIS, Flaviane. A docência na educação superior: narrativas das diferenças políticas de sujeitos surdos. 2015. 278 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17759
Issue Date: 20-Jul-2015
Appears in Collections:TESE - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DocenciaEducacaoSuperior.pdfTese2.53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.