Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17693
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Relação entre a cárie precoce da infância com o índice de Apgar e outros fatores de risco
metadata.dc.creator: Larquer, Ludiele Gonçalves Martins
metadata.dc.contributor.advisor1: Menezes, Murilo de Sousa
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Oliveira, Fabiana Sodré de
metadata.dc.contributor.referee1: Carvalho, Maria de Lourdes
metadata.dc.contributor.referee2: Prado, Alessandra Maia de Castro
metadata.dc.description.resumo: O objetivo deste estudo transversal foi investigar a associação da cárie precoce da infância (CPI) com o índice de Apgar (IA) e outras variáveis relacionadas à criança (condições no parto e história médica) e relacionadas à criança e aos pais e/ou responsáveis e à família (demográficas, socioeconômicas e comportamentais). Foram selecionadas 120 crianças saudáveis com idades entre três e cinco anos atendidas pela Área de Odontologia Pediátrica da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Uberlândia durante o ano de 2015. Para a obtenção das variáveis qualitativas e quantitativas foi aplicado um questionário em forma de entrevista aos pais e/ou responsáveis. O IA aos cinco minutos (exposição de interesse) foi obtido por meio do registro na Caderneta de Saúde da Criança. Para a avaliação da prevalência de cárie (variável dependente clínica), foi realizado o exame clínico por um único pesquisador previamente calibrado, de acordo com os critérios da Organização Mundial de Saúde. A experiência de cárie foi mensurada utilizando-se os índices ceo-d e ceo-s. As crianças foram classificadas em três grupos, de acordo com a idade e o índice ceo-s: sem cárie (SC), com CPI e com cárie precoce severa da infância (CPSI). Os dados foram tabulados e submetidos à análise estatística utilizando o software SPSS Statistics (IBM, Inc, Chicago, Illinois, EUA) versão 17. Foram realizados três modelos logísticos, tendo as seguintes classificações: SC e CPI, SC e CPSI, CPI e CPSI (p<0,05). A prevalência total de CPI, considerando as crianças com CPI e CPSI, foi de 55,8% (n= 67). O IA não foi uma variável estatisticamente significante. A idade da criança, a idade do desmame e a hospitalização recente foram variáveis associadas à prevalência de CPI. A idade de início da escovação e o grau de escolaridade da mãe foram variáveis associadas à prevalência de CPSI. Considerando-se os grupos com CPI e com CPSI, a idade da criança, a idade de início do uso de dentifrício fluoretado, a hospitalização recente, o grau de escolaridade da mãe e a renda do pai foram variáveis associadas com a prevalência de CPSI. Considerando-se a metodologia empregada e a análise dos resultados, foi possível concluir que não houve associação da CPI com o IA em crianças saudáveis. Entretanto, foi encontrada associação da CPI e da CPSI com algumas variáveis relacionadas ao nascimento e à história médica (hospitalização recente) da criança, demográficas (idade da criança), socioeconômicas (grau de escolaridade da mãe e renda paterna) e comportamentais (idade de início da higiene bucal, idade do desmame e uso de dentifrício fluoretado) relacionadas à criança e aos pais e/ou responsáveis.
Abstract: The aim of this cross-sectional study was to investigate the association of early childhood caries (ECC) with the Apgar score (AS) and other variables related to the child (conditions at birth and medical history) and related to the child and parents and / or guardians and family (demographic, socioeconomic and behavioral). One hundred and twenty healthy children aged between 3-5 years-old treated by Pediatric Dentistry Area of Dentistry College of the Federal University of Uberlandia during 2015 were selected. To obtain qualitative and quantitative variables a questionnaire was applied as an interview to the parents and/or guardians. The 5-minute AS (interest exposure) was obtained through the record in the Child Health Handbook. To assess the prevalence of caries (clinical dependent variable), a single calibrated researcher conducted the clinical examination, according to the criteria of the World Health Organization. Caries experience was measured using the indexes dmft and dmfs. The children were classified into three groups, according to age and dmfs index: no caries (NC), with ECC and with severe early childhood caries (S-ECC). Data were tabulated and submitted to statistical analysis using the SPSS software (IBM, Inc, Chicago, Illinois, USA) 17th version. Three logistics models were carried out having the following classifications: NC and ECC, NC and S-ECC, ECC and S-ECC (p<0.05). The overall ECC prevalence, considering children with ECC and S-ECC, was 55,8% (n= 67). The AS was not a statistically significant variable. The child’s age, weaning age and recent hospitalization were variables associated with the ECC prevalence. The age of brush start and the educational level of the mother were variables associated with the S-ECC prevalence. Considering the ECC and the S-ECC groups, the child's age and the beginning of the use of fluoride toothpaste, recent hospitalization, the educational level of the mother and the father's income were associated with the S-ECC prevalence. Considering the methodology employed and the analysis of results, it was concluded that there was no association between the ECC with the AS in healthy children. However, an association was found of ECC and S-ECC with some variables related to birth and to medical history of the child (recent hospitalization), demographic (child’s age), socioeconomic (educational level of the mother and father's income) and behavioral (age of brush start, weaning age and use of fluoride toothpaste) related to children and to the parents and/or guardians.
Keywords: Odontologia
Cáries dentárias em crianças
Cáries dentárias - Diagnóstico
Cárie dentária
Indice de Apgar
Fatores de risco
Dental caries
Apgar score
Risk factors
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Odontologia
Citation: LARQUER, Ludiele Gonçalves Martins. Relação entre a cárie precoce da infância com o índice de Apgar e outros fatores de risco. 2016. 51 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17693
Issue Date: 26-Feb-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RelacaoCariePrecoce.pdfDissertação3.48 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.