Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17677
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Percepção ambiental como ferramenta diagnóstica para o processo de integração entre uma unidade de conservação e a comunidade do entorno
metadata.dc.creator: Teles, Priscilla Andrade
metadata.dc.contributor.advisor1: Jacobucci, Giuliano Buzá
metadata.dc.contributor.referee1: Marçal Júnior, Oswaldo
metadata.dc.contributor.referee2: Tavares Júnior, Melchior José
metadata.dc.description.resumo: É notável a atual situação de degradação e modificação dos bens naturais em que o planeta se encontra e a perda considerável do poder de recuperação inerente aos ecossistemas. Concomitante a isso, todas as comunidades e espécies sofrem as conseqüências dessas alterações sem planejamento. A criação de Unidades de Conservação (UCs) através do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC) foi uma ação concreta na intencionalidade de frear esses processos, o que, por outro lado, gerou conflito de interesses sócio-ambientais, geoeconômicos e político-culturais entre comunidades tradicionais do entorno dessas unidades, instituições, entidades governamentais e sociedade em geral. O Programa Nacional de Educação Ambiental (ProNEA) do país prevê a integração das comunidades e dos gestores das UCs através da administração co-participativa para o fim desses conflitos. Os princípios da Educação Ambiental (EA) regem a metodologia encontrada para a transformação sócio-educativa dos paradigmas do ensino tradicional, ainda vigentes na nossa sociedade e intrinsecamente relacionados aos problemas ambientais, contrários à pedagogia dialógica freireana, que valoriza o conhecimento popular e a pró-atividade cidadã e à Ecopedagogia, que reintegra o ser humano ao seu ambiente natural, a Terra. Uma das ferramentas para o início de uma sensibilização ambiental é o diagnóstico através da percepção ambiental dos indivíduos. Neste contexto, o objetivo de nosso trabalho foi identificar a percepção ambiental da comunidade Tenda do Moreno localizada no entorno do Parque Estadual do Pau Furado (PEPF) em Uberlândia – MG. Para tal, a pesquisa buscou, num primeiro momento, avaliar a percepção ambiental dos moradores dessa comunidade, através de entrevistas semi-estruturadas realizadas em suas residências. Num segundo momento, avaliamos a percepção ambiental de estudantes da escola da comunidade e desenvolvemos atividades de intervenção de Educação Ambiental com o propósito de sensibilizar as crianças para a importância da conservação e da função do PEPF. Utilizando a metodologia da Análise de conteúdo, detectamos em quase 60% dos 118 moradores entrevistados uma percepção sistêmica da natureza, enquanto aproximadamente 32% expressou uma visão antropocêntrica. Percepções mistas foram detectadas em 21%. Uma parte considerável dos moradores (47 indivíduos) disse não conhecer o parque, embora muitos reconheçam sua importância. Entre os 46 estudantes entrevistados, metade expressou uma percepção antropocêntrica da natureza, enquanto quase 36% apresentou uma visão sistêmica. Dezessete crianças disseram não conhecer o parque e quase metade dos estudantes reconhece algum aspecto da importância de sua existência. Durante as atividades de intervenção, houve grande participação e dedicação dos estudantes, além de massiva expressão de suas opiniões pessoais e vivências cotidianas. Em relação aos dez estudantes com os quais foi feita a segunda avaliação de percepção ambiental após a intervenção, 80% apresentou percepção sistêmica e enfatizou a importância da conservação e do parque. Acreditamos que a continuidade das atividades de intervenção possa gerar perspectivas positivas de transformação sócio-ambiental efetiva no cotidiano escolar. Atividades regidas pela Ecopedagogia e que incentivem o protagonismo cidadão nos jovens estudantes são fundamentais, enquanto que com a comunidade, maior aproximação e diálogo por parte dos gestores da UC devem ser elementos importantes para que modificações efetivas sejam geradas.
Abstract: It is remarkable the current planet’s situation of degradation and modification of natural assets and the considerable loss of the recovery power inherent to the ecosystems. Concomitant with this, all communities and species are suffering the consequences of these changes without planning. The creation of conservation units (UCs) through the National System of Conservation Units (SNUC) was a concrete action on the deliberateness of halting these processes, which, on the other hand, generated socio-environmental, geo-economical and cultural-political conflict of interests between traditional communities in the vicinity of these units, institutions, governmental entities and society in general. The country’s National Program of Environmental Education (ProNEA) provides the integration of the communities and UCs’ managers in a co-participative administration to solve these conflicts. The principles of Environmental Education (EA) leads the methodology found to change the socio-educational paradigms of traditional teaching, still existing in our society and intrinsically related to environmental problems, which are contrary to the dialogic pedagogy from Paulo Freire, that valorize popular knowledge, pro-active citizenship, as well as contrary to Ecopedagogy, that re-integrate human being on its natural environment, the Earth. One of the tools for starting environmental sensitization is the diagnosis by environmental perception of individuals. In this context, the objective of our work was to identify the environmental perception of Tenda do Moreno community located nearby Pau Furado State Park (PEPF) in Uberlândia – MG. To reach this objective, the research sought, in a first moment, to evaluate the environmental perception of residents of this community through semi-structured interviews applied in their homes and, in a second moment, we evaluated the environmental perception of community’ school students and made Environmental Education intervention activities with the intention to make children aware of the importance of conservation and function of PEPF. Using the Content analysis methodology, we found in nearly 60% of the 118 residents a systemic perception of nature, while approximately 32% expressed an anthropocentric perception. Mixed perceptions were found in 21%. A considerable part of the residents (47 individuals) indicated not knowing the park, although many of them recognize its importance. Among the 46 interviewed students, half expressed an anthropocentric perception of nature, while almost 36% had a systemic view. Seventeen children said they did not know the park and almost half of the students recognize some aspect of the importance of its existence. During the intervention activities, we had huge participation and dedication of students, beyond the massive expression of their personal views and daily experiences. In relation to the ten students that subjected the second evaluation about their environmental perception after the intervention, 80% showed systemic perception and emphasized the importance of conservation and of park. We believe that the continuity of the intervention activities could generate positive perspectives of socio-environmental effective changes in the daily school. Activities lead by Ecopedagogy and that encourage the citizen leadership in the young students are fundamental, while in the community, closer ties and dialog by UC’s managers would be important elements to generate effective change.
Keywords: Ecologia
Educação ambiental
Parque Estadual do Pau Furado (Uberlândia, MG)
Ecossistemas
Educação Ambiental
Parque Estadual do Pau Furado
Ecopedagogia
Environmental Education
Pau Furado State Park
Ecopedagogy
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Citation: TELES, Priscilla Andrade. Percepção ambiental como ferramenta diagnóstica para o processo de integração entre uma unidade de conservação e a comunidade do entorno. 2015. 140 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17677
Issue Date: 26-Feb-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PercepcaoAmbientalFerramenta.pdfDissertação3.63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.