Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17650
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: O produtor familiar na pecuária leiteira : limites e potencialidades
metadata.dc.creator: Delfino, Alzemar José
metadata.dc.contributor.advisor1: Nascimento, Carlos Alves do
metadata.dc.contributor.referee1: Almeida Filho, Niemeyer
metadata.dc.contributor.referee2: Oliveira Neto, Odilon José de
metadata.dc.contributor.referee3: Cardoso, Jucyene das Graças
metadata.dc.contributor.referee4: Maia, Alexandre Gori
metadata.dc.description.resumo: A mudança tecnológica é entendida como um campo de disputa que envolve processos econômicos e culturais de valorização e desvalorização das formas sociais da unidade familiar. A exclusão dos pequenos produtores da atividade serve de argumento para caracterizar que na competição intercapitalista contemporânea, as formas de produção familiar ocupam espaços sociais restritos de progresso técnico e de valorização econômica e cultural. O Estado, coparticipante do processo de modernização, tem sua importância como agente financiador, capacitador técnico, propiciador de infra-estrutura, ou seja, através de políticas macro e microeconômicas pode criar condições sustentáveis para que, principalmente, o produtor familiar possa, não só se inserir na atividade, mas, acima de tudo, permanecer nela. Dessa forma, este trabalho objetiva identificar e analisar o produtor familiar, através de seus limites e potencialidades, tendo como tese que este seria o principal agente responsável por impulsionar a produção leiteira em quantidade e qualidade. Para tanto, foram comparados resultados obtidos a partir de uma pesquisa de campo, com coleta de dados via entrevistas abertas semiestruturadas realizadas em uma amostra de 108 produtores efetivamente entrevistados, sendo estes: 59 produtores familiares com DAP ativa (foco da pesquisa) e 49 produtores patronais. do município de Monte Alegre de Minas - MG. Foram utilizados índices tecnológicos para identificar o estágio de desenvolvimento desses produtores, permitindo, assim, um estudo comparativo entre ambos. A pesquisa de campo abrangeu toda zona rural do município de Monte Alegre de Minas – MG e, o resultado identificou que a maioria dos produtores familiares apresentou índices tecnológicos mais baixo do que os produtores patronais. Porém, permitiu afirmar, também, que o produtor familiar, bem assistido por políticas públicas, pode ser o agente de transformação da pecuária leiteira.
Abstract: The technological change is nowadays, comprehended as a playing field which involves cultural and economic processes of appreciation and depreciation of the social aspects of family unit. The exclusion of small producers from the activity is used as an argument to characterize that in the contemporary intercapitalist competition, the family ways of production take up restrict social positions of a technical progress and of a cultural and economic appreciation. The state, a coparcener of the modernization process, has its relevance as a financing agent, a technical capacitor, an infrastructure propitiator, that is, through macro and microeconomic policies which can create sustainable conditions to permit, mainly, not only the family producer to be inserted in the activity, but, above all, to remain in it. This way, this study aims to identify and analyze the family producer, through its limits and potentialities, with a thesis that this would be the main agent responsible for boosting the Brazilian milk production in quantity and quality. Therefore, results were compared obtained from a field survey with data collection via semi-structured open interviews in a sample of 108 producers effectively respondents, namely: 59 family farmers with active DAP (research focus) and 49 employers producers the municipality of Monte Alegre de Minas - MG. Technological indices were used to identify the developmental stage of the producers, thus allowing a comparative study between them. The field research covered all rural municipality of Monte Alegre de Minas – MG and, the result found that the majority of family farmers presented lower rates than technological employers producers. However, it allowed us to state also that the producer family and assisted by public policies, can be the agent of transformation of dairy farming.
Keywords: Economia
Pecuária leiteira
Produtor familiar
Produtor patronal
Progresso técnico
Políticas públicas
Dairy cattle
Family producer
Employer producer
Technical progress
Public policies
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Univerdade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Economia
Citation: DELFINO, Alzemar José. O produtor familiar na pecuária leiteira : limites e potencialidades. 2016. 200 f. Tese (Doutorado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17650
Issue Date: 28-Jun-2016
Appears in Collections:TESE - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ProdutoFamiliarPecuaria.pdfTese1.81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.