Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17601
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Resposta da batata cv. Cupido à fertilização organomineral
metadata.dc.creator: Santivañez Aguilar, Ariel
metadata.dc.contributor.advisor1: Luz, José Magno Queiroz
metadata.dc.contributor.referee1: Queiroz, Angélica Araújo
metadata.dc.contributor.referee2: Cardoso, Atalita Francis
metadata.dc.contributor.referee3: Santana, Denise Garcia de
metadata.dc.description.resumo: A cultura da batata apresenta ciclo relativamente curto e alto rendimento por área, portanto é uma cultura muito exigente quanto à presença de nutrientes na forma disponível em solução do solo. Apesar da sua importância e do grande número de pesquisas sobre a cultura, são poucas as pesquisas na área de nutrição vegetal com relação ao uso do fertilizante organomineral. Objetivou-se avaliar o desenvolvimento e a produtividade da batateira, cv. Cupido, em função da adubação com fertilizante organomineral peletizado. O experimento foi conduzido no município de Perdizes, em Minas Gerais, na safra das águas de 2014/2015. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com esquema fatorial de 4 doses x 2 manejos + testemunha com adubação mineral, com 3 repetições. As doses de fertilizante organomineral foram: 25, 50, 75 e 100% da dose do mineral convencional, sendo utilizado 600 kg ha-1 de K2SO4, 850 kg ha-1 NH4H2PO4, e 300 kg ha-1 de (NH4)2 SO4 de adubação de cobertura aos 19 dias após o plantio (DAP). Os dois manejos de adubação foi com ou sem cobertura aos 19 DAP quando foi realizado a amontoa. Aos 36, 50, 64 e 81 DAP, foram amostradas duas plantas por parcela e analisadas quanto ao teor de massa seca de folhas, hastes e tubérculos. Aos 36 DAP, foi feito o DRIS-Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação e aos 112 DAP foi efetuada a colheita e classificação dos tubérculos. A massa seca das hastes, folhas e tubérculos ao longo do ciclo não apresentou diferenças significativas entre os manejos da fertilização. As doses de fertilizante organomineral e o manejo de adubação de cobertura não influencia a produtividade, em que doses menores (25%) foram iguais com relação as doses maiores conjuntamente com a testemunha, em média 16,8 t ha-1, sendo viável a aplicação única de adubo organomineral no plantio, devido a eficiência operacional. As baixas produtividades foram decorrentes pela alta precipitação pluvial e elevadas temperaturas, criando-se condições favoráveis para a incidência de pragas e doenças. De acordo com, o DRIS a dose 75% com realização de cobertura, apresenta o melhor equilíbrio nutricional.
Abstract: Potato crop cycle is relatively short and presents high yield per area; therefore, it is a very demanding culture for available nutrients in the soil solution. Despite its importance and the large number of studies about the crop, there is little research on plant nutrition regarding the use of organomineral fertilizer. This study evaluated potato, cv. Cupid, development and productivity as a function of fertilization with pelletized organomineral fertilizer. The experiment was done in Perdizes, Minas Gerais, in the rainy season of 2014/2015. The experimental design was a randomized blocks, with factorial arrangement of 4 x 2 (doses x management) and a control with mineral fertilizer, with 3 repetitions. Organomineral fertilizer doses were 25, 50, 75 and 100% of the conventional mineral dose, which was 600 kg ha-1 K2SO4, 850 kg ha-1 NH4H2PO4, and 300 kg ha-1 (NH4)2SO4 of topdressing 19 days after planting (DAP). Fertilization managements were with or without topdressing at 19 DAP, when the potato was hilled. Two plants per plot were sampled at 36, 50, 64 and 81 DAP and analyzed for leaf, stem and dry matter contents. DRIS - Diagnosis and Recommendation Integrated System was applied at 36 DAP and the potatoes were harvested 112 DAP and subjected to tuber classification. Throughout the cycle, stem, leaf and tuber dry mass showed no significant differences between the fertilization managements. The doses of organomineral fertilizer and topdressing management does not affect productivity, and the lower doses (25%) were similar the greater ones and the control, with an average of 16.8 t ha-1, demonstrating that it is viable to make a single application of organomineral fertilizer at planting due to operational efficiency. The low yields observed were due to high rainfall and temperature, creating favorable conditions for the incidence of pests and diseases. According to DRIS, the organomineral dose 75% for topdressing, presented the best nutritional balance.
Keywords: Agronomia
Batata - Adubação
Adubação
Diagnose foliar
Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação
Solanum tuberosum L
Leaf diagnosis
Diagnosis and Recommendation Integrated System
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Agronomia
Citation: SANTIVAÑEZ AGUILAR, Ariel. Resposta da batata cv. Cupido à fertilização organomineral. 2016. 46 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17601
Issue Date: 19-Feb-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RespostaBatataCupido.pdfDissertação814.69 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.