Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17541
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Coloração do tegumento relacionada à permeabilidade e dormência física de sementes de Albizia lebbeck (L.) Benth
metadata.dc.creator: Brito, Carlayle Alves de
metadata.dc.contributor.advisor1: Simão, Edson
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Santana, Denise Garcia de
metadata.dc.contributor.referee1: Kikuti, Ana Lúcia Pereira
metadata.dc.description.resumo: Em resposta ao estresse hídrico, é comum nas espécies pertencentes à família Fabaceae o desenvolvimento da dormência física, imposta pela impermeabilidade do tegumento. No presente trabalho, o objetivo foi correlacionar a coloração das sementes resultante de diferentes estádios de maturação com o grau de permeabilidade do tegumento à água e à germinação de Albizia lebbeck. Além desse, foi objetivo determinar a fase de colheita de frutos que antecede à instalação da dormência nas sementes. Avaliouse a embebição e germinação de amostras de sementes recém-colhidas com o padrão de coloração extremamente verde (EV), verde (V), castanho-claro (CC), castanhoesverdeado (CE) e castanho-escuro (CES), e armazenadas por 60 dias. Foram elaboradas e analisadas curvas de absorção de água após 53 dias de embebição, com pesagens individuais e sequenciais de 10 sementes para cada padrão de coloração. Os experimentos de germinação foram conduzidos em estufa incubadora BOD organizados em cinco repetições de 20 sementes para cada coloração, com sementes dispostas sobre folhas de mata-borrão em caixas gerbox, acondicionadas a 25º±1ºC com fotoperíodo de 12h. Até o 32º dia realizou-se contagens diárias de sementes germinadas, e após esse período em intervalos de até 72h, até completar 77 dias. Como critério de germinação foi adotada a emissão da raiz primária com curvatura geotrópica. Os resultados demostram que na transição do padrão de sementes EV para CES ocorreu redução acentuada do teor de água, de 57,3% a 14,09%, respectivamente. Os lotes EV e V apresentaram alta permeabilidade à água, e na evolução para coloração castanho essa permeabilidade foi drasticamente reduzida, com 70% das sementes CES não apresentando embebição. Para sementes EV e V recém-colhidas a germinabilidade foi alta, respectivamente 95% e 94%, refletindo a alta permeabilidade do tegumento. Nas fases intermediárias e finais de maturação o padrão CC, CE e CES, apresentaram quedas nos percentuais de germinação, respectivamente 72%, 76% e 32%, e acentuada mortalidade das sementes, 23%, 21% e 37%. Quando armazenadas por 60 dias, a germinabilidade das sementes EV não foi afetada pela dessecação, mantendo-se alta (99%). Sementes V, CC e CE expressaram queda no potencial germinativo quando armazenadas, 68%, 45% e 58%, respectivamente, e a resposta germinativa das sementes CES foi baixa em ambos os testes, 32% e 33%. Sementes de A. lebbeck com teor elevado de água (36,4% a 57,3%) e coloração verde não apresentam restrição a embebição e aquelas colhidas no estádio CES, com teor de água reduzido (14,09%) têm alto grau de impermeabilidade. Sementes EV, extraídas de frutos verdes, não possuem dormência física e quando armazenadas por até 60 dias a dessecação não impõe dormência. As sementes tornam-se dormentes com o avanço da dessecação até níveis próximos a 11% de umidade. As sementes extraídas de frutos verdes e ligeiramente palha possuem potencial germinativo superior daquelas extraídas de frutos palha.
Abstract: In response to drought stress, it is common on Fabacea family s species to develop physical dormancy imposed by the impermeability of the tegument. In the present study, the aim was to correlate the seed s coloration resulting from the different stages of maturity with the permeability degree of the teguments, the water and the Albizia lebbeck seed s germination. Besides that, this project aimed to determine the harvesting stage of fruits that precedes the installment of the dormancy on the seeds. The soaking and germination of freshly harvested seed s samples colored pattern extremely green (EG), green (G), light brown (LB), greenish brown (GB) and dark brown (DB) , stored for 60 days, was assessed. After 53 days of soaking there were elaborated and analyzed curves of water intake with individual weighting and sequential of 10 seeds for each coloration pattern. The germination experiments were conducted on a BOD greenhouse incubator and organized in 5 repetitions of 20 seeds for each coloration. The seeds were laid over blotting paper leafs on seed boxes conditioned to the temperature of 25º±1ºC with a 12 hour photoperiod. Daily scores of the germinated seeds were kept until the 32nd day. After that period the scores were kept every 72 hours, until 77 days were completed. The germination criteria adopted was the emission of the primary root with the geotropic curvature. The experiments results show that on the transmition of the EG pattern seeds to the DB pattern seeds there was a high reduction on the water content, from 57,3 % to 14,09%, respectively. The EG and G lots showed high permeability to water and in the process to the brown coloration this permeability was highly reduced with 70% of the DB seeds not soaking. For freshly picked EG and G the germination was high, 95% and 94%, respectively, reflecting the tegument high permeability. On the intermediate and final phases of patterns LB, GB and DB maturation, they showed a fall on the percentages of germination, being this respectively, 72%, 76% and 32%, and also a high mortality of seeds, 23%, 21% and 37%. When stored for 60 days, the EG seed s germination quality was not affected by the dehydration, keeping a high percentage (99%). G, LG and GB showed a fall on the germination capacity when stored, 68%, 45% and 58%, respectively, and the germination response of DB seeds was low on both tests, 32% and 33%. Albizia lebbeck seeds with a high water content (36,4% and 57,3%) and green coloration, don t show any restrictions to soaking and those harvested on the DB stage, with reduced water content (14,09%) have a high level of impermeability. EG seeds extracted from green fruits don t have physical dormancy and when stored for up to 60 days the dehydration doesn t impose dormancy. The seeds become dormant with the dehydration advance until levels near 11% of humidity are reached. The seeds extracted from green and slightly yellow fruits, have a higher germination capacity than those extracted from yellow fruits.
Keywords: Maturidade fisiológica
Permeabilidade do tegumento
Época de colheita, Fabaceae-mimosoideae
Physiological maturity
Tegument permeability
Harvest season
Ecologia
Leguminosa -Colheita
Sementes - Germinação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Exatas e da Terra
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Qualidade Ambiental
Citation: BRITO, Carlayle Alves de. Coloração do tegumento relacionada à permeabilidade e dormência física de sementes de Albizia lebbeck (L.) Benth. 2016. 101 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Exatas e da Terra) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17541
Issue Date: 25-Feb-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Qualidade Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ColoracaoTegumentoRelacionada.pdf2.06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.