Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17354
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Estudo químico, atividade antioxidante, atividade antimicrobiana e análise do óleo essencial da espécie kielmeyera coriacea mart. & zucc (pau-santo) do cerrado
metadata.dc.creator: Martins, Carla de Moura
metadata.dc.contributor.advisor1: Aquino, Francisco José Tôrres de
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Oliveira, Alberto de
metadata.dc.contributor.referee1: Cruz, Welington Oliveira
metadata.dc.contributor.referee2: Lima, Rafaela Karin de
metadata.dc.description.resumo: A espécie Kielmeyera coriacea Mart. & Zucc, conhecida popularmente como pau-santo, pertence à família Clusiaceae. Esta planta é muito rica em xantonas, substâncias que apresentam várias propriedades farmacológicas. O objetivo do trabalho foi analisar e quantificar os constituintes químicos das partes aéreas, bem como avaliar a atividade antioxidante e antimicrobiana de extratos e partições de Kielmeyera coriacea. As porcentagens obtidas para os constituintes macromoleculares das cascas e madeira estão dentro da faixa de aceitação para as árvores folhosas. O teor de lignina de Klason encontrado foi de 14,7, 57,3 e 28,0% e o de holocelulose foi 30,0, 5,5 e 71,7% para casca interna, casca externa e madeira, respectivamente. O óleo essencial de diferentes partes de Kielmeyera coriacea foi analisado pela primeira vez neste trabalho. Os principais compostos identificados no óleo essencial da folha foram sesquiterpenos, 51,3% do óleo é constituído de D-germacreno, trans-cariofileno e biciclogermacreno. Na flor, o eugenol representa cerca de 44,0% do óleo essencial sendo o constituinte majoritário. Em comparação com os óleos essenciais da espécie Kielmeyera rugosa, houve diferenças na concentração dos componentes encontrados nas folhas e flores das duas espécies Na casca interna a maioria dos componentes são sesquiterpenos e os constituintes presentes em maior concentração foram alfa-copaeno (14,9%), alfa-trans-bergamoteno (13,0%) e beta-bisaboleno (9,4%). Na casca externa, dentre os componentes identificados, os alcanos e sesquiterpenos estão presentes em maior concentração. No óleo da madeira o ácido palmítico é o componente majoritário (16,2%) e os alcanos estão presentes em grande concentração, que juntos representam 51,3% do óleo essencial. Este óleo essencial pode ser considerado uma fonte alternativa para o 2-etilexil-3-(4-metoxifenil)-2-propenoato (conhecido como Parsol MCX, encontrado em formulações de protetores solares). Pela análise do teor de fenóis totais, através do método Folin-Ciocalteau, os extratos em etanol da folha e casca interna e a partição em metanol-água da casca interna foram as amostras que apresentaram os maiores teores, com valores de 309, 346 e 372 mg EAG g-1 de extrato, respectivamente. A casca interna foi a amostra que apresentou o maior teor de proantocianidinas com valores de 328, 253 e 410 mg ECAT g-1 de extrato para o extrato em etanol, partição em diclorometano e partição em metanol-água, respectivamente. A casca interna foi também a amostra que apresentou melhor atividade antioxidante, com valores de CE50 de 5,9, 6,6 e 4,3 ppm para o extrato em etanol, partição em diclorometano e partição em metanol-água, respectivamente. As frações 4, 5 e 6 da partição em metanol-água da casca interna apresentaram boa atividade antioxidante com valores de CE50 de 4,7, 4,8 e 4,3 ppm, respectivamente. A análise dos extratos por CLAE das frações 5 e 6 obtidas do fracionamento em coluna da partição em diclorometano da casca interna, e que apresentaram altos valores de CE50, mostrou a presença de poucos compostos, ainda não identificados neste estudo. A análise no IV dos extratos e das partições mostrou que os principais grupos funcionais presentes foram hidroxila, carbonila, alcanos e presença da ligação C―O. A análise de infravermelho não permitiu identificar diferenças na estrutura dos compostos fenólicos e apresentou funcionalidade global muito similar. Os resultados da CIM frente aos microrganismos bucais mostraram que a casca interna foi a amostra com melhor atividade e a partição em cicloexano foi a mais ativa, inibindo o crescimento bacteriano para três microrganismos bucais (S. mutans, S. sanguinis, A. naeslundii) em concentração de 6,2 μg mL-1.
Abstract: Kielmeyera coriacea Mart. & Zucc, known as pau-santo , belongs to the family Clusiaceae. This plant is rich in xanthones, substances that exhibit various pharmacological properties. The objective of this study was to analyze and quantify the chemical constituents of the aerial parts, evaluate the antimicrobial and antioxidant activity of extracts and partitions of Kielmeyera coriacea. The percentages obtained for the macromolecular constituents of barks and wood are within the acceptable range for hardwood trees. The Klason lignin content found, was 14.7, 57.3 and 28.0 % and holocellulose was 30.0, 5.5 and 71.7 % for inner bark, outer bark and wood, respectively. The essential oils from different parts of Kielmeyera coriacea was analyzed for the first time in this work. The main identified compounds in the essential oil of leaf were sesquiterpenes, 51.3% of the oil consists of D-germacrene, trans-caryophyllene and bicyclogermacrene. In the flower, eugenol represents about 44.0 % of the essential oil, being the major constituent. Compared with essential oils of Kielmeyera rugosa, there were differences in the concentration of the components found in leaves and flowers of both species. In the inner bark, the most components are sesquiterpenes and constituents in higher concentrations were alpha-copaene (14.9 %), alpha-trans-bergamotene (13.0 %) and beta-bisabolene (9.4 %). In the outer bark, alkanes and sesquiterpenes are present in higher concentration. In the oil of wood, palmitic acid is the major component (16.2 %) and the alkanes are present in high concentration, together represent 51.3 % of essential oil. This essential oil can be considered an alternative source for 2-ethylhexyl-3-(4-methoxyphenyl)-2-propenoate (known as Parsol MCX, found in formulations of sunscreens). The levels of total phenols determined by Folin-Ciocalteau method, were 309, 346 and 372 expressed in Galic acid equivalents (GAC) per gram of sample, for ethanol extracts of leaves and inner bark and methanol-water partition of the inner bark, respectively. The inner bark was the sample that showed the highest content of proanthocyanidins with values of 328, 253 and 410 in catechin equivalents per gram of sample, for the ethanol extract, dichloromethane and methanol-water partitions, respectively. The inner bark was also the sample that showed the greatest antioxidant activity, with EC50 values of 5.9, 6.6 and 4.3 ppm for ethanol extract, dichloromethane and methanol-water partitions, respectively. The fractions 4, 5 and 6 of methanol-water partition from the inner bark presented good antioxidant activity with EC50 values of 4.7, 4.8 and 4.3 ppm, respectively. The analysis of fractions 5 and 6, obtained from the fractionation column of dichloromethane partition of the inner bark, which had high EC50 values, by HPLC, showed the presence of a few compounds, not yet identified in this study. The analysis of IV in extracts and fractions showed that the main functional groups present in the extracts were hydroxyl, carbonyl, presence of alkanes and C-O bond. The infrared analysis not allowed identify differences in the structure of phenolic compounds and presented global functionality very similar. The results of MIC against oral microorganisms showed that, the inner bark was the sample with higher activity and cyclohexane partition was most active, inhibiting bacterial growth for three oral microorganisms (S. mutans, S. sanguinis, A. naeslundii) at a concentration of 6,2 μg mL-1.
Keywords: Kielmeyera coriacea
Análise química
Óleo essencial
Atividade antioxidante
Atividade antimicrobiana
Chemical analysis
Essential oil
Antioxidant activity
Antimicrobial activity
Química analítica
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Exatas e da Terra
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Química
Citation: MARTINS, Carla de Moura. Estudo químico, atividade antioxidante, atividade antimicrobiana e análise do óleo essencial da espécie kielmeyera coriacea mart. & zucc (pau-santo) do cerrado. 2012. 117 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Exatas e da Terra) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17354
Issue Date: 29-Feb-2012
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf2.95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.