Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17334
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Degradação do Corante Têxtil Vermelho GRLX- 220 com Ozônio Gerado Eletroquimicamente
metadata.dc.creator: Santos, Patricia Kelly dos
metadata.dc.contributor.advisor1: Faria, Luiz Antonio de
metadata.dc.contributor.referee1: Eiras, Sebastiao de Paula
metadata.dc.contributor.referee2: Alves, Valéria Almeida
metadata.dc.description.resumo: Soluções aquosas contendo o azo corante comercial Vermelho GRLX- 220 foram ozonizadas em condições ácida (pH 4) e alcalina (pH 12). O ozônio utilizado na degradação foi gerado eletroquimicamente num reator eletroquímico construído no laboratório e aplicado num reator de coluna de bolha sob condições de semi-batelada. A ozonização foi efetuada tanto em meio natural (pH = 4) como em meio básico (pH =12). A degradação foi acompanhada através de estudos espectrofotométricos, demanda química de oxigênio (DQO), medidas de carbono orgânico total (COT) e toxicidade. A densidade de corrente aplicada foi de 20,0 e 25,0 A, para o meio ácido e básico, respectivamente, resultando numa eficiência de corrente de 8,9%, e 6,4% a qual produziu uma carga líquida de ozônio de 0,550 e 0,480 g h-1, respectivamente. Nestas condições, e após 65 minutos de ozonização, obtevese uma descoloração de 99% em meio ácido e 97% em meio básico. O estudo cinético da descoloração mostrou uma dependência com o tempo de ozonização, com a presença de dois segmentos lineares, os quais foram tratados segundo um modelo cinético de pseudo-primeira ordem. Como conseqüência disso, é proposto a formação de espécies intermediárias as quais precedem a etapa final de degradação. Tanto a redução da DQO como do COT foram ligeiramente superior em meio básico o que é atribuído ao elevado potencial de oxidação do radical hidroxila. A avaliação da biodegradabilidade através da razão DQO/COT indicou que o processo de ozonização, tanto em meio ácido com em alcalino, provoca uma redução da recalcitrância da matéria orgânica solúvel. Os cálculos feitos para o ozônio residual constatam que o aproveitamento do gás é máximo para tempos curtos de reação. Os estudos de toxicidade mostraram que os sub-produtos da ozonização apresentam toxicidade inferior à solução inicial do corante.
Abstract: Aqueous solutions containing the commercial azo dye Red GRLX-220 were ozonated in acid (pH 4) and alkaline (pH 12) conditions. Ozone was electrochemically generated using a laboratory-made electrochemical reactor and applied using semi-batch conditions and a column bubble reactor. The applied current density was 20.0 and 25.0 A in acidic and basic media, respectively, resulting in a current efficiency of 8.9% and 6.4%, corresponding to an ozone application rate of 0, 550 g h and 0.480, respectively. Under these conditions and after 65 minutes of ozonation resulted in a large discoloration of the effluent (99% in acidic and 97% in alkaline media). The kinetics of color removal presented a dependence on the ozonation time through the presence of two linear segments, which were interpreted using a kinetic model of pseudofirst- order. Accordingly, it proposes the formation of intermediate species that precede the final stage of degradation. Both the removal of chemical oxygen demand (COD) and totality organic carbon (TOC) were slightly higher in alkaline media which were attributed to the presence of hydroxyl radical in the oxidation step. Evaluation of the oxidation feasibility by means of the COD/TOC radio indicates that the ozonation processes in both acid and alkaline conditions leads to a reduction in recalcitrance of the soluble organic matter. The calculations performed for the residual ozone showed that the use of the gas is maximum for short reaction time. The toxicity studies showed that the ozonation byproducts present lower toxicity than the initial solution of the dye.
Keywords: Águas residuais - Tratamento
Ozônio
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Exatas e da Terra
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Química
Citation: SANTOS, Patricia Kelly dos. Degradação do Corante Têxtil Vermelho GRLX- 220 com Ozônio Gerado Eletroquimicamente. 2010. 108 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Exatas e da Terra) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2010.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17334
Issue Date: 6-Oct-2010
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diss Patricia.pdf3.72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.