Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17319
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: O início da docência: vivências, saberes e conflitos de professores de química
metadata.dc.creator: Pena, Graziele Borges de Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1: Silveira, Hélder Eterno da
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Guilardi, Silvana
metadata.dc.contributor.referee1: Soares, Márlon Herbert Flora Barbosa
metadata.dc.contributor.referee2: Longhini, Marcos Daniel
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho analisa as vivências de três professoras de química, em início de carreira, com menos de quatro anos de profissão, que lecionam ou lecionaram no ensino médio em escolas da rede pública estadual de ensino da cidade de Uberlândia/MG, e visa estudar os saberes e os conflitos que emergem dessas vivências. Configura-se como uma pesquisa qualitativa de estudo de caso do tipo etnográfico que utilizou os seguintes instrumentos metodológicos: entrevista, observação participante e análise documental (com ênfase no memorial). Por meio da análise dos dados procuramos, primeiramente, reconstruir a história de vida escolar das professoras para verificar se as experiências delas como alunas da escola básica e graduação influenciaram o período de iniciação à docência e o modo como isto acontece. Verificamos, também, as vivências do início da carreira, cuja análise nos transportou para a estreita relação entre saberes e conflitos. Essa análise foi dividida em duas partes: a primeira delas relacionase com o processo de socialização das professoras com a comunidade escolar (constituída pelos pares, administração e alunos) e na segunda parte, a pesquisa se voltou para a compreensão da relação das professoras com os saberes do conhecimento (conteúdo, curricular e pedagógico). As reflexões trazidas por esta pesquisa fornecem aportes para entendermos como as professoras vivenciam o início da carreira e a permanência na docência, bem como o perfil e a identidade profissional que se delineará. O entendimento de como o docente se inicia na profissão, suas vivências, sua relação com os saberes necessários à prática profissional e os conflitos que emergem desta experiência, ajuda a desvelar uma realidade que pode ser mais bem conhecida, colaborando para uma aproximação entre o mundo acadêmico e o mundo da escola e, igualmente, fornecendo reflexões que visem à melhoria na formação de professores dos diversos conteúdos, em particular, a química.
Abstract: This paper examines the experiences of three teachers of chemistry, early-stage, with less than four years of occupation, or who teach in high school also taught in public schools to state schools in Uberlândia / MG, and aims to study the knowledge and the conflicts that emerge from such experiences. Configures itself as a qualitative case study of ethnographic that used the following methodological tools: interviews, participant observation and document analysis (with emphasis on the memorial). By analyzing the data we seek, first, to reconstruct the life history of the school teachers to see if their experiences as students of elementary school graduation and influence the time of initiation to teaching and how this happens. We also observed the experiences of early career and examining us into the close relationship between knowledge and conflicts. This analysis was divided into two parts: the first relates to the socialization process of teachers in the school community (made up of peers, administration and students) and the second part, the research shifted to understanding the relationship of the teachers with the knowledge of knowledge (content, curriculum and teaching). The reflections made by this research provide contributions to understanding how teachers experience the beginning of his career and stay in teaching as well as the profile and professional identity that will be delineated. Understanding how the teacher starts the profession, their experiences, their relationship with the knowledge necessary for professional practice and the conflicts that emerge from this experience, it helps to uncover a reality that can be better understood, thus facilitating a rapprochement between the world and the academic world of school and also provide ideas that aim to improve the training of teachers of different content, in particular chemistry.
Keywords: Professores de química
Formação docente
Início de carreira
Chemistry teachers
Teacher formation
Beginning career
Professores de química - Formação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Exatas e da Terra
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Química
Citation: PENA, Graziele Borges de Oliveira. O início da docência: vivências, saberes e conflitos de professores de química. 2010. 228 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Exatas e da Terra) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2010.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17319
Issue Date: 25-Feb-2010
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diss Graziele.pdf1.48 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.