Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17264
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Um estudo psicofisiológico da síndrome da apnéia obstrutiva do sono: avaliação do impacto sobre depressão, memória e sonolência diurna
metadata.dc.creator: Lobato, Gledson Régis
metadata.dc.contributor.advisor1: Lopes, Ederaldo Jose
metadata.dc.contributor.referee1: Coleta, Marilia Ferreira Dela
metadata.dc.contributor.referee2: Galera, Cesar Alexis
metadata.dc.description.resumo: O reconhecimento da importância do sono para a saúde humana e o seu estudo sistematizado possibilitou identificar doenças específicas do sono, dentre essas, destaca-se a Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono (SAOS). Essa síndrome consiste de paradas na respiração, ocorridas durante o sono, devidas ao fechamento das vias aéreas superiores. Na medida em que a respiração cessa totalmente (apnéia) ou parcialmente (hipopnéia), há uma diminuição nos níveis de oxigênio do sangue, desencadeando uma resposta central de despertar ou microdespertar, as quais fragmentam o sono, tornando-o superficial e não reparador e, por conseguinte, acarreta problemas para a pessoa no período de vigília. Recentemente, têm-se estudado os correlatos psicológicos da SAOS, havendo evidências da relação entre essa síndrome e depressão, sonolência diurna e prejuízos da memória. O objetivo desta pesquisa foi verificar a correlação da SAOS com a depressão, sonolência diurna e memória cotidiana. As hipóteses foram que um grau maior de apnéia estaria associado com estados depressivos mais graves, perdas significativas da memória cotidiana, bem como aumento da sonolência diurna. A amostra foi constituída por 30 pacientes, com idade entre 29 e 59 anos, sendo 19 homens e 11 mulheres, de um Hospital particular de Patos de Minas. Esses pacientes, dentro da rotina para o diagnóstico médico, foram submetidos ao exame polissonográfico, no qual se realizam medidas fisiológicas durante o sono (ex. número de apnéias/hipopnéias/hora). Os pacientes que atingiram o índice de apnéia/hipopnéia (IAH) compatível com a caracterização da síndrome (índice de apnéia/hipopnéia > 5 eventos/hora) foram convidados a participar da pesquisa, preenchendo o Inventário Beck de Depressão (BDI), o Questionário dos Esquecimentos Cotidianos (QEC), a Escala de Sonolência de Epworth (Epworth). Foram calculados os coeficientes de correlação de Spearman entre os índices de: IAH-BDI, IAHQEC, IAH-Epworth, como também se aplicou o teste de Kruskal-Wallis para a verificação da divisão dos grupos de acordo com o nível de gravidade da SAOS. As hipóteses da pesquisa não foram corroboradas, contudo, encontrou-se correlação entre as seguintes variáveis: IAH-Eficiência do sono, IAH-sono de ondas lentas, QEC-BDI. Quanto ao teste de Kruskal-Wallis, diferenças estatisticamente significativas entre os grupos foram detectadas quando se avaliou o IAH e a porcentagem do sono de ondas lentas. Embora o presente estudo demonstre não haver correlação linear entre SAOS e depressão, memória cotidiana e sonolência diurna, a análise das correlações como um todo sugere futuras linhas de investigação, tais como a relação entre depressão e memória, bem como a relação da memória com a sonolência diurna e com o sono REM.
Abstract: The acknowkedgement of the importance of sleep for human health and its systemized study made it possible to identify specific sleep diseases and among the diseases identified the Obstructive Sleep Apnea Syndrome (OSAS) stands out. This syndrome consists of arrests in breathing that occur during sleep due to the closing of upper airways. As breathing totally ceases or partially ceases, there is a decrease in the levels of oxigen in the bloof trigerring a central response of arousal or microarousal which in turn fragmentizes sleep, making sleep superficial and non recovering. Consequently, problems are brought on for the person during the period of awakeness. Recently, psychological correlates of OSAS have been studied, revealing evidences of the relation between this sydrome and depression, daytime sleepiness and memory loss. The goal of this study was to verify the correlation of OSAS with depression,daytime sleepiness and daily memory. The hypotheses were that a higher level of sleep would be associated with more seve dpressive states, significant losses of daily memory, as well as the increase in daytime sleepiness. The sample was made up of 30 patients from 29 to 59 years old and were treated at a private hospital in the city of Patos de Minas, Brasil. Nineteen were male and eleven female. In a routine medical diagnosis, patients were submitted to a polysomnography in which physiological measures ( i.e. number of sleep apneas/hypoapneas per hour) were taken during sleep. Patients who reached the sleepapnea/hypoapnea index (AHI) compatible with the syndromes characterization (AHI > 5 events/hour) were invited to participate in the study. Participants completed Beck Depression Inventary (BDI), Questionaire of Daily Forgets (QEC-Questionário dos Esquecimentos Diários) and Epworth Sleepiness Scale (Epworth).Spearman coeficients between AHI-BDI, AHI-QEC, AHI-Epworth were calculated. Kruskal-Wallis was also performed to verify the division of the groups according to the level of OSAS severity. The hypotheses of the study were not confirmed however, correlations between the following variables were found: AHIsleep eficiency, AHI- slow wave sleep, QEC-BDI. As for the Kruskal-Wallis test, statistically significant differences between groups were detected when AHI and percentage of slow wave sleep were evaluated. Although the present study show no linear correlation between OSAS and depression, daily memory and daytime sleepiness, analysis of the correlations as a whole suggests future lines of investigation such as the relation between depression and memory as well as memory with daytime sleepiness and REM sleep.
Keywords: Depressão
Memória
Sonolência
Depression
Memory
Apnea
Apnéia
Síndrome das apnéias do sono
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Citation: LOBATO, Gledson Régis. Um estudo psicofisiológico da síndrome da apnéia obstrutiva do sono: avaliação do impacto sobre depressão, memória e sonolência diurna. 2005. 91 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2005.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17264
Issue Date: 4-Apr-2005
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GLobatoDISSPRT.pdf1.68 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.