Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17253
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Corpo-setting: impasses, rupturas e singularidades no acompanhamento terapêutico
metadata.dc.creator: Duarte, Klenya Tavares
metadata.dc.contributor.advisor1: Próchno, Caio César Souza Camargo
metadata.dc.contributor.referee1: Romera, Maria Lucia Castilho
metadata.dc.contributor.referee2: Silveira, Ricardo Wagner Machado
metadata.dc.description.resumo: A proposta desta dissertação é estabelecer um diálogo entre o Acompanhamento Terapêutico e a Psicanálise, em extensão, considerando a relação estabelecida entre o par (acompanhanteacompanhado), como um terceiro corpo, o entre , que surge a cada encontro e que pode mobilizar sensações, percepções e ações, em qualquer espaço, sempre a partir da interação. Algumas questões nortearam este trabalho, com interrogações que nos levam a refletir sobre o trabalho do acompanhante terapêutico e a inserção social. Inserir o excluído, o pobre, o louco, o doente em um processo de inclusão, não é de certo modo, inseri-lo em um processo de domesticação do corpo, de adequação desse corpo que improdutivo, será reciclado como o lixo para atender à demanda da contemporaneidade, na qual a busca por produtividade se faz presente? Conclui-se que é possível criar condições ou estratégicas para o olhar em rede, com ações voltadas para o cuidado. Esse profissional no desenvolvimento do seu trabalho poderá construir junto ao sujeito uma forma de lidar com seus próprios sintomas, de modo a se inserir em um laço e manter-se de algum modo orientado nele.
Abstract: The purpose of this dissertation is to establish a dialogue between the Therapeutic Monitoring a Psychoanalysis, in extension, considering the relationship between the pair (companionaccompanied) as a third body, the between\", which appears every meeting and can mobilize feelings, perceptions and actions in any space, always from the interaction. Some questions guided this work, questions that lead us to think that the work of therapeutic companion of social inclusion. Insert the excluded, the poor, the mad, the patient in a process of inclusion is not somehow insert it into a process of domestication of the body, the adequacy of this body that unproductive, will be recycled as waste to meet demands of contemporary times, in which the search for productivity is present? We conclude that it is possible to create conditions for the look or strategic networking, with actions for care. This professional development of their work can build with the subject a way of dealing with their own symptoms in order to enter into a link and remain somehow guided in it.
Keywords: Acompanhamento terapêutico
Corpo-setting
Inserção social
Laço social
Therapeutic monitoring
Body-setting
Social inclusion
Social bond
Psicanálise
Acompanhamento terapêutico
Relações humanas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Citation: DUARTE, Klenya Tavares. Corpo-setting: impasses, rupturas e singularidades no acompanhamento terapêutico. 2015. 99 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17253
Issue Date: 15-Sep-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Corpo-settingImpassesRupturas.pdf1.06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.