Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17235
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Prática pedagógica e necessidades educacionais especiais: a relação diádica em sala de aula
metadata.dc.creator: Garcia, Valéria Paiva Casasanta
metadata.dc.contributor.advisor1: Dechichi, Claudia
metadata.dc.description.resumo: Considerando o processo educacional escolar do aluno deficiente mental, o objetivo da presente pesquisa foi compreender aspectos da prática pedagógica de professores desses alunos. Para tanto, analisamos as práticas pedagógicas de duas professoras de Primeira Série do Ensino Fundamental, sendo uma de uma escola regular da rede municipal de ensino e outra de uma escola especial. Iniciamos o estudo com uma breve revisão teórica sobre a história da Educação Especial no Brasil e a evolução dos tipos de atendimento escolar oferecidos às pessoas com deficiência mental. Para a compreensão dos dados obtidos tivemos como referenciais teóricos a Teoria Sócio-Histórica de Lev Semenovich Vygotsky e a abordagem ecológica do Desenvolvimento Humano de Urie Bronfenbrenner. Dentro da abordagem Sócio-Histórica destacamos o conceito de mediação na compreensão do ato educativo e a importância das relações sociais na formação de consciências humanas ao longo do processo educacional formal. Adotamos a abordagem ecológica de Urie Bronfenbrenner por considerarmos a escola como um espaço social que sofre influências diretas ou indiretas de outros sistemas, demonstrando na díade professor-aluno o impacto interacional vivenciada por ambos. Delimitamos nossa opção metodológica a uma abordagem qualitativa realizada dentro dos parâmetros do estudo de caso etnográfico. Como estratégia de investigação e obtenção de dados foi utilizada a Entrevista Reflexiva a partir do Registro de Observação que, no ambiente da pesquisa, proporcionou às professoras participantes um espaço de reflexão sobre sua prática pedagógica, proporcionando transformações significativas na forma delas perceberem e interpretarem os eventos relacionados a estas práticas e, conseqüentemente, desencadearam mudanças em suas ações pedagógicas dentro do microssistema da sala de aula. Os dados obtidos apontaram que a prática pedagógica de professoras de alunos deficientes mentais deve ser compreendida levando-se em conta alguns fatores que aparecem permanentemente influenciando-a; tais como: as dúvidas da professora frente à complexidade do ato de educar alunos com deficiência mental; a falta de habilitação específica destas educadoras na área de educação especial; as concepções de desenvolvimento e de deficiência mental que subsidiam a prática docente; o predomínio de valores divergentes entre família e escola; e dicotomia entre a teoria estudada pela professora e suas ações práticas em sala de aula. Em decorrência disto, verificamos que as práticas educativas implementadas pelas professoras de crianças deficientes mentais eram baseadas em atividades que exploravam pouco o pensamento abstrato dos alunos, com ênfase em tarefas repetitivas, descontextualizadas e pouco significativas considerando-se as especificidades de cada aluno enquanto seres historicamente constituídos, dentro de um contexto interacional e cultural específico.
Abstract: Considering the school educational process of mental deficient student, the research purpose was comprise the pedagogical practice aspects of their teachers. For it, we analysed the pedagogical practices of two teachers that work for the First Series of Basic Teaching, considering that one of them work at a regular municipal school and the other at a special school. This study entered on a brief theoretical review about the Brazilian Special Education History and the evolution of the school attending sorts offered to the mental deficient people. To comprise the acquired data we used how theoretical review the Social-Historical Theory by Lev Semenovich Vygotsky and the ecological approach of the Human Development by Urie Bronfenbrenner. Inside the social-historical approach we can emphasize the intervention concept in the comprehension of educational act and the importance of social relations to structure the human conscience along the formal educational process. We used the ecological approach by Urie Bronfenbrenner to consider that a school is a social space able to suffer direct and indirect influences from other systems, displaying in the teacher/student duet the interaction impact lived for the both. We delimited the methodological option to a qualitative approach developed in parameters of the ethnographic case study. How strategy to examine and acquire the data was used the Reflexive Interview from the observation register that, in the research environment, provided to participant teachers a reflection space about their pedagogical practice, providing meaningful changes in their way to discern and to explain the events regarding to these practices and, consequently, challenging changes in their pedagogical actions inside the classroom micro system. The acquired data showed that the pedagogical practice of the mental deficient student teachers must be comprise considering some factors that appear permanently acting on it; for example: the teachers doubts face to the complexity of educational act to teach for mental deficient students; the absence of specific qualification for this teachers in the special education area; the conceptions of development and mental deficiency that aid the teaching practice; the predominance of divergent values between family and school.; and, the dichotomy between the studied theory by teacher and its practical actions in the classroom. On that score, we verify that the educational practices established by teachers of mental deficient children were based on activities that little explored the students abstract thinking, emphasizing the unstructured, repetitive and little meaningful tasks considering the specific features of each student whereas creatures historically established, inside an interaction and specific cultural context.
Keywords: Deficiência mental
Teoria sócio-histórica
Teoria ecológica do desenvolvimento humano
Educação especial
Formação do professor
Mental deficiency
Social-historical theory
Ecological theory of human development
Special education
Psicologia educacional
Professores - Formação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Citation: GARCIA, Valéria Paiva Casasanta. Prática pedagógica e necessidades educacionais especiais: a relação diádica em sala de aula. 2005. 270 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2005.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17235
Issue Date: 5-Sep-2005
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VGarciaDISSPRT.pdf1.9 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.