Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17180
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Os construtos religiosidade, espiritualidade e saúde mental sob a luz das terapias cognitivo-comportamentais
metadata.dc.creator: Silva, Juliana Assunção da
metadata.dc.contributor.advisor1: Lopes, Renata Ferrarez Fernandes
metadata.dc.contributor.referee1: Montagnero, Alexandre Vianna
metadata.dc.contributor.referee2: Domingos, Neide Aparecida Micelli
metadata.dc.contributor.referee3: Neufeld, Carmem Beatriz
metadata.dc.description.resumo: A associação entre os construtos religiosidade, espiritualidade e saúde mental pode ser encontrada em diversos momentos da história humana. Ao se referir à noção de saúde mental (promoção do bem-estar, prevenção de transtornos mentais, tratamento e reabilitação daqueles que os desenvolvem), os conceitos de religiosidade e espiritualidade podem ser frequentemente mencionados em função das relações históricas entre os três conceitos. Religiosidade e espiritualidade se referem à relação humana com o transcendente envolvendo crenças, práticas e simbologias específicas mediadoras dessa relação e embora possam ser usadas como sinônimos, até mesmo no campo acadêmico, apresentam diferenças entre si. Religiosidade pode ser definida como um sistema organizado de crenças, práticas, rituais e símbolos facilitadores ligados à aproximação do homem ao sagrado, de maneira formal e sistematizada, enquanto a espiritualidade, ainda que envolva uma busca individual para o entendimento de questões sobre a vida, seu significado e a relação com o sagrado, podem ou não levar ao desenvolvimento de rituais religiosos e a uma estrutura religiosa comunitária específica. Esta pesquisa teve como objetivo, a partir da revisão da literatura nacional e internacional, descrever como os conceitos religiosidade e espiritualidade e a interface dos mesmos com a saúde mental vêm sendo tratados pelos pesquisadores sob a luz das abordagens teóricas das Terapias Cognitivo-Comportamentais, estabelecendo uma comparação entre as publicações encontradas em revistas especializadas em TCCs e demais publicações que apresentem focos teóricos diversos. O levantamento bibliográfico foi realizado em periódicos disponíveis online, depositados em seis bancos de dados específicos: PePSIC - Periódicos Eletrônicos em Psicologia, PubMed ; MEDLINE (Medical Literature Analysisand Retrieval System Online), SciELO Scientific Electronic Library Online, Science Direct ; Elsevier; Springerlink. Neles, foram levantados 34 artigos publicados nos últimos 15 anos, que puderam ser analisados quantitativa e qualitativamente. Dessa amostra, 65% de produção internacional e 35% de publicações nacionais; 82% configuraram-se pesquisas teóricas e os demais 18% apresentaram relações entre cognições religiosas e saúde mental. Pode-se verificar que de forma geral, os temas tratados por esses artigos abordam associações entre religiosidade, espiritualidade e saúde mental, destacando relações específicas entre quadros de transtornos mentais (transtorno de humor e uso e abuso de álcool), sendo que essas relações em sua grande maioria são apontadas como positivas enquanto preditoras de saúde. Além disso, as publicações levantam pontos sobre o enfrentamento religioso e sua relação com os quadros clínicos e eventos estressantes, sendo que na maioria dos casos foram percebidas associações benéficas dos constructos sobre o manejo do estresse. A produção nacional mencionando essa temática fundamentadas pelas TCCs é inexistente e a internacional, embora em crescimento, é ainda pequena, sugerindo a necessidade de mais estudos nesse campo para um entendimento efetivo de construtos que se encontram em grande parte da população e parecem ser de grande importância para a mesma.
Abstract: The connection among the constructs: religiosity, spirituality and mental health, occurs in various moments of the human history. When speaking about the notions concerning mental health (the promotion of well being, the prevention of mental disorders, the treatment and rehabilitation of those with mental illness), the concepts of religiosity and spirituality may be frequently related to them, due to the historical connection of these three concepts. Religiosity and spirituality refer to the human relation with the transcendental, involving specific beliefs, practices and symbols which mediate this relation, and despite the fact that these concepts may be sometimes considered the same, even in the academic field, they do present differences among themselves. Religiosity can be defined as an organized system of beliefs, practices, rituals and symbols, which helps man connect himself to sacred, in a formal and systematized way, on the other hand, although spirituality deals with an individual search for answers and some understanding about life, its meaning and relation with the sacred, it may or may not lead to some kind of religious ritual or any specific religious group. The intention of this research was, by reviewing national and international material, to describe how the concepts of religiosity and spirituality, and their link with mental health are treated in recent works which make use of the Cognitive-Behaviorist Therapy (CBT) point of view, by comparing articles with different focuses, found both in CBT specialized magazines and others. The bibliographical research was done in online magazines, found in six different data bases: PePSIC - Periódicos Eletrônicos em Psicologia, PubMed; MEDLINE (Medical Literature Analysis and Retrieval System Online), SciELO Scientific Electronic Library Online, Science Direct; Elsevier; Springerlink. 34 articles, published in the last 15 years, were gathered and carefully analyzed both quantitatively and qualitatively. From the collected articles, 65% is international material and 35% is national material; 82% being theoretical researches and 18% relating religious cognition to mental health. It may be noticed that the selected articles discuss the association between religiosity, spirituality and mental health, pointing out their relation with some specific mental disorders (humor disorders and the overuse of alcohol), most of the times proving to have a beneficial overall preventive result. The articles also discuss the role of religion regarding clinical disorders and stressful events, again presenting most of the times to have beneficial results to the patient. There is no CBT specialized national material with this specific focus, and albeit international material is being more frequently published, there are still few references, showing a strong need for new studies on the topic, for a more profound understanding on those constructs, which are very commonly seen among the population in general and which seem to have a great importance to this very population.
Keywords: Religiosidade
Saúde mental
Terapias cognitivo-comportamentais
Religiosity
Spirituality
Mental health
Cognitive-behaviorist therapy
Terapia cognitiva
Espiritualidade
Saúde mental
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Citation: SILVA, Juliana Assunção da. Os construtos religiosidade, espiritualidade e saúde mental sob a luz das terapias cognitivo-comportamentais. 2012. 124 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17180
Issue Date: 10-Oct-2012
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf1.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.