Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17176
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Autoscopia e desenho: a mediação em uma sala de educação infantil
metadata.dc.creator: Tosta, Cintia Gomide
metadata.dc.contributor.advisor1: Silva, Sílvia Maria Cintra da
metadata.dc.contributor.referee1: Vectore, Celia
metadata.dc.contributor.referee2: Ferreira, Sueli
metadata.dc.description.resumo: Apesar do estudo do grafismo das crianças despertar o interesse de estudiosos das áreas da psicologia, educação e artes, observa-se que a prática pedagógica de muitos professores de Educação Infantil, com relação aos desenhos de seus alunos ainda está sustentada numa concepção de desenho como atividade passatempo , desvinculada de qualquer área do desenvolvimento que não a viso-motora, descontextualizada do meio sócio-cultural e das interações e mediação pedagógica. O presente estudo, baseado na teoria histórico-cultural, teve como sujeito participante da pesquisa uma professora de Educação Infantil de uma escola pública da cidade de Uberaba, MG, utilizou a metodologia qualitativa e teve como objetivos investigar se a utilização do procedimento da autoscopia poderia propiciar condições à professora de repensar e reorganizar seus conceitos e ações pedagógicas referentes ao desenho das crianças. Inicialmente foram videogravadas algumas das aulas em que as crianças de uma turma de cinco anos realizavam atividades de desenho. Em seguida, as fitas foram transcritas e, posteriormente, realizadas sessões de autoscopia com a docente. Este procedimento consistiu nas vídeogravações do sujeito em sua prática pedagógica cotidiana, com sessões posteriores à filmagem para que este fizesse comentários a respeito das imagens. Nesta pesquisa, durante a autoscopia houve a mediação da pesquisadora, que apresentou questionamentos e observações para que a docente aprofundasse o diálogo com as imagens filmadas, cujo conteúdo consistia em sua atuação junto a seus alunos nas atividades de desenho. No decorrer do trabalho o procedimento da autoscopia revelou-se uma interessante possibilidade de auto-avaliação da prática da professora, por meio da análise das imagens filmadas, de questionamentos acerca das significações das imagens e dos diálogos entre professora e pesquisadora, que suscitaram nesta inquietações a respeito do grafismo infantil, reflexões a respeito de sua prática educativa e reestruturação de suas atividades pedagógicas.
Abstract: Although the study of early handwriting in children arouse the interest of professionals from Psychology, Education and Art, it is noticed that the pedagogic practice of many teachers from children s education, related to draws of their students is still sustained in the conception of drawing as a hobby, out of any area of development, not only the visual-motor, not contextualized according to the social-cultural circle and pedagogic interaction and mediation. The current study, based on the historical-cultural theory, had as subject taking part on the research a teacher from Children s Education from a public school of Uberaba (MG), used a qualitative methodology and had as objectives to investigate if the utilization of autoscopy procedures could give conditions to the teacher of rethinking and reorganize her concepts and pedagogic actions referring to the children s draw. Firstly, her classes have been recorded by video in which children of five years old realized activities with drawing. Following this, the tapes were transcript and afterward the researcher realized sessions of autoscopy with the teacher. This procedure consisted in video recording of the subject in her daily pedagogic practice, with sessions after filming, in order to make commentaries about the images. In this research, during the autoscopy there was the researcher s mediation, which presented questions and observation in order to deepen the dialogue between the teacher and the recorded images, whose content consisted in the action with the students in their drawing activities. During the working, the autoscopy procedure revealed an interesting possibility of auto-evaluation of the practice of the teacher, by means of the analysis of the filmed images, of questioning the senses of images and the dialogues between the teacher and the researcher, which suggested in these anxieties about the early handwriting in children, reflecting about her educative practice and reorganization of her pedagogic activities.
Keywords: Autoscopia
Desenho
Prática pedagógica
Educação infantil
Aprendizagem e desenvolvimento
Análise de imagens
Autoscopy
Draw
Pedagogic practice
Children s education
Learning and development
Images analysis
Psicologia educacional
Desenho infantil
Psicologia da aprendizagem
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Citation: TOSTA, Cintia Gomide. Autoscopia e desenho: a mediação em uma sala de educação infantil. 2006. 127 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2006.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17176
Issue Date: 2-May-2006
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CGTostaDISSPRT.pdf816.65 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.