Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17158
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Uso da acupuntura em crianças com excesso de peso e sintomatologia de ansiedade: um estudo exploratório
metadata.dc.creator: Alves, Cínthia Pereira
metadata.dc.contributor.advisor1: Vectore, Celia
metadata.dc.contributor.referee1: Oliveira, Terezinha Rezende Carvalho de
metadata.dc.contributor.referee2: Maimone, Eulália Henriques
metadata.dc.contributor.referee3: Araújo, Ana Cristina Tomaz
metadata.dc.description.resumo: Este estudo se justificou pela possibilidade de contribuir com a promoção de novas formas de tratar e prevenir a ansiedade e o estresse infantil hipotetizados, nesta pesquisa, como desencadeadores de quadros de excesso de peso. O objetivo foi avaliar a adequação do uso da acupuntura na sintomatologia indicativa de ansiedade/estresse em crianças com excesso de peso. Participaram onze crianças, seis do sexo feminino e cinco do sexo masculino, com idade entre seis e oito anos. Foram utilizados instrumentos de avaliação antropométrica, psicológica e energética, como questionários, Escala de Stress Infantil (ESI) e aparelho Ryodoraku. A intervenção consistiu em duas sessões semanais de cinquenta minutos cada, durante seis semanas, totalizando doze atendimentos para cada criança da amostra. Durante cada sessão, verificou-se o estado geral de saúde da criança, como ela havia reagido à sessão anterior, e dava-se início aos procedimentos de avaliação e tratamento com acupuntura. No que diz respeito ao resultado obtido na ESI, antes e após a intervenção com acupuntura, obteve-se a informação de que três crianças passaram da fase de resistência ao estresse para a fase de alerta, seis crianças mantiveram a sua classificação estável na escala e duas crianças que inicialmente não apresentavam sintomas indicativos de estresse passaram a apresentar sintomas indicativos da fase de alerta. No que concerne aos relatos obtidos das crianças e de seus pais, o tratamento foi capaz de mitigar os sintomas de ansiedade e estresse. Dos resultados da avaliação antropométrica, obtidos antes e após a intervenção, cinco crianças mantiveram a classificação de obesidade grave, cinco mantiveram a classificação de obesidade e uma classificada inicialmente com sobrepeso passou a ser classificada com obesidade. Este estudo lançou luz sobre alguns aspectos que estão presentes quando se depara com a complexidade de variáveis atuantes na epidemia envolvendo a ingesta inadequada de alimentos. Como se dá o início do excesso de peso na criança e quais são as formas de enfrentamento? Quais fatores são considerados desencadeadores de estresse e ansiedade nessas crianças e quais sintomas, manifestados por elas, podem culminar com a ingesta exagerada de alimentos? Como a criança lida com a ansiedade e qual é a atuação da família? Em quais aspectos a acupuntura pode ajudar? Responder a essas questões foi um dos desafios deste estudo e norteou a discussão dos dados coletados. Considerou-se que esta pesquisa teve como ponto forte a divulgação de novos métodos de avaliação e tratamento com acupuntura, numa interface de conhecimentos de natureza psicológica e nutricional que devem ser considerados conjuntamente para o devido enfrentamento da problemática. Espera-se que este estudo tenha cumprido com o seu papel de colaborar para o avanço da ciência e para a perspectiva de melhora da qualidade de vida das crianças que sofrem de ansiedade/estresse e excesso de peso, de maneira que haja uma maior sensibilização e busca de ações efetivas que permitam que elas sejam saudáveis e felizes, aptas para viver numa sociedade plural e harmônica.
Abstract: This study was justified by the possibility of contributing to the promotion of new ways of treating and preventing childhood anxiety and stress, hypothesized in this study as triggers of cases of overweight. It consists in evaluating the appropriateness of the use of acupuncture on symptomatology indicating anxiety / stress in overweight children. Eleven children took part in this research, six girls and five boys, aged between six and eight years old. Instruments for anthropometric assessment, psychological assessment and energy measuring instruments were used, such as questionnaires, Child Stress Scale and the Ryodoraku method. The intervention consisted of two weekly fifty-minute sessions, for six weeks, adding up to twelve sessions for each child in the sample. During each session, the general health condition of the child was checked, as well as how he had responded to the previous session, and afterwards the evaluation procedures and acupuncture treatment started. With regards to the result obtained in the Child Stress Scale, before and after the acupuncture intervention, it was discovered that three children had moved from stress resistance phase to the alert phase, six children had maintained their scale classification, and two children - who initially had no symptoms indicating stress - began to show symptoms indicative of the alert phase. Regarding the reports obtained from children and their parents, the treatment was able to mitigate the symptoms of anxiety and stress. The results of anthropometric measurements - obtained before and after the intervention showed that five children kept the classification of severe obesity; five children kept the classification of overweight; and one child, initially classified as overweight, happened to be classified as obese. The present study has shed some light on some aspects that come to exist when we face the complexity of operating variables on an epidemic involving inadequate food intake. How does a child get overweight and how does he face it? What factors are considered triggers of stress and anxiety in these children and, what symptoms, manifested by them, may lead to excessive intake of food? How does the child deal with anxiety and what is the role of the family? In what ways can acupuncture help? Answering these questions was one of the challenges of this study and guided the discussion of the data hereby exhibited. This research had as its greatest achievement the dissemination of new evaluation methods and acupuncture treatment, an interface for knowledge of psychological and nutritional nature, that must be considered jointly to face the problem properly. Finally, it is expected that this study has fulfilled its role of working towards the advancement of science and the perspective of improving the quality of life of children who suffer from anxiety / stress and overweight, so there is greater awareness and a greater search for effective actions to enable these children to be healthy and happy, able to live in a plural and harmonious society.
Keywords: Medicina tradicional chinesa
Acupuntura
Ansiedade infantil
Estresse infantil
Excesso de peso na infância
Traditional chinese medicine
Acupuncture
Child anxiety
Child stress
Child overweight
Stress em crianças
Obesidade nas crianças
Ansiedade nas crianças
Acupuntura
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Citation: ALVES, Cínthia Pereira. Uso da acupuntura em crianças com excesso de peso e sintomatologia de ansiedade: um estudo exploratório. 2012. 172 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17158
Issue Date: 23-Mar-2012
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf2.03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.