Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17145
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Fragmentos de um cotidiano abrigado: a institucionalização da sexualidade
Other Titles: Sheltered pieces of a daily: the institutionalization of the sexuality
metadata.dc.creator: Carvalho, Rita Ferreira de
metadata.dc.contributor.advisor1: Silva, Luiz Carlos Avelino da
metadata.dc.contributor.referee1: Neves, Anamaria Silva
metadata.dc.contributor.referee2: Kodato, Sergio
metadata.dc.contributor.referee3: Farinha, Marciana Gonçalves
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho discorre sobre o modo como a sexualidade e o corpo da criança são tratados dentro das instituições de abrigamento, discutindo como a dinâmica institucional atua na construção/negação dessa sexualidade e, por conseguinte, subjetividade da criança. Assim, seu objetivo foi investigar como ocorre esse processo de institucionalização da sexualidade infantil e como isso se reflete no corpo. Tendo por guia os preceitos da Psicanálise, deixamonos conduzir pelo seu método como procedimento investigativo, procurando da luz aos não ditos institucionais. Isso se efetivou através de observações em uma instituição que abriga crianças e adolescentes afastadas judicialmente de suas famílias de origem. Como recurso para construção de material para analise buscou-se compreender os aspectos inconscientes e as emoções despertadas nas relações vivenciadas que tangenciam os limites da instituição, sendo que as observações da dinâmica institucional foram realizadas durante um período de seis meses e com uma freqüência semanal, realizadas em horários e dias variados de acordo com a possibilidade da instituição e da pesquisadora. Daquilo o que foi tomado em consideração pelo nosso olhar e fez sentido, buscou-se anotar as impressões em um Diário de Campo e, posteriormente, realizar a analise do que foi observado à luz do método psicanalítico. Devido à impossibilidade de se observar, registrar e analisar tudo, optou-se por balizar a analise nos fragmentos que mais nos impactaram frente às observações realizadas. Por meio da analise dos fragmentos considerados críticos foi possível construir hipóteses sobre o abrigamento infantil, a estigmatização do interno e a institucionalização da sexualidade da criança. Conclui-se que existe um movimento de assoreamento do interno enquanto sujeito psíquico, não sendo dada a este a possibilidade de fazer-se sujeito em sua própria historia.
Abstract: This work discourse about the way as the sexuality and the body of the child is dealt inside the shelter houses, having as objective to discourse concerning the process of institutionalization of the infantile sexuality, investigating as the dynamics of the institution acts in the construction of the sexuality and, therefore, subjectivity of the child. For in such a way, based in the rules of the psychoanalysis, as investigative procedure had been carried through comments in an institution that shelters children moved away judicially from its family of origin. In this way, as resource for construction of material for analyzes searched to understand the unconscious aspects and the emotions take in the lived deeply relations that touch the limits of the institution, being been that the comments of the institutional dynamics had been carried through during a period of six months, with a weekly medium frequency, being these spaced per days and carried through in accordance with the possibility of the institution and the researcher. Of that what it was taken in consideration for our look and made direction, one searched to write down the impressions in a Daily of Field and, later, analyzes to carry through it of what it was observed to the light of the psychoanalysis method. Due to impossibility of if observing, to register and to analyze everything, were opted to analyze marking out with buoys it in the pieces that more token us front to the carried through comments. By means of it analyzes of the pieces was possible to construct hypotheses on the infantile shelters, the stigmatization of the intern and the institutionalization of the sexuality of the child. One concludes that a movement of burial of the psychic subject intern exists while, not being given to this the possibility to become subject in its proper history.
Keywords: Psicologia aplicada
Psicanálise
Crianças - Comportamento sexual
Sexo (Psicologia )
Instituição
Sexualidade
Infância
Abrigamento
Institution
Sexuality
Infancy
Shelter houses
Psychoanalysis
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Citation: CARVALHO, Rita Ferreira de. Sheltered pieces of a daily: the institutionalization of the sexuality. 2011. 130 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2011.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17145
Issue Date: 2-Nov-2011
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf500.83 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.