Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17130
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Algumas aproximações do modelo cognitivo das emoções de Aaron T. Beck com a filosofia, a biologia evolutiva e as neurociências
metadata.dc.creator: Lima, Ana Carolina Rimoldi de
metadata.dc.contributor.advisor1: Lopes, Renata Ferrarez Fernandes
metadata.dc.contributor.referee1: Rossini, Joaquim Carlos
metadata.dc.contributor.referee2: Neufeld, Carmem Beatriz
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho consistiu em uma pesquisa bibliográfica, cujo objetivo foi elucidar o modelo cognitivo das emoções de Aaron T. Beck, apontando relações e paralelos entre esse modelo e outras abordagens teóricas na Filosofia e na Biologia (evolução e neurociências cognitivas) que também se aplicam ao entendimento da relação entre processos cognitivos e afetivos. A partir de leituras de textos gerais sobre as emoções e sua relação com processos cognitivos, foi feita uma seleção de teorias filosóficas e biológicas que fazem interface com a teoria e terapia cognitivas, sendo que na Filosofia foram consideradas as abordagens de Platão, Aristóteles, Descartes e Kant e na Biologia, a abordagem evolutiva de Darwin, algumas considerações de autores neodarwinistas e as abordagens neurocientíficas de Antônio Damásio e Joseph Ledoux. O método de pesquisa envolveu, dessa forma, a identificação e localização do material bibliográfico pertinente, seguido por sua compilação, através de fichamentos de cada teoria selecionada, e sua explanação subsequente. Ao final da explanação de todas as teorias, foi feita a discussão geral dos aspectos do modelo cognitivo das emoções de Beck que se relacionam ou apresentam paralelos com as teorias da Filosofia ou da Biologia. Observou-se que as abordagens filosóficas consideradas sustentam a principal premissa do modelo cognitivo a centralidade da cognição ao passo que as abordagens evolutivas justificam a compreensão da psicologia humana em termos adaptados ou desadaptados, o que é nítido em toda a terapêutica cognitiva de Beck. As abordagens das neurociências cognitivas, por outro lado, além de sustentar algumas premissas, podem ainda fornecer um substrato empírico (com base na anatomia e no funcionamento neuroquímico do cérebro) aos principais conceitos da teoria de Beck. Conclui-se, assim, que o modelo cognitivo de Beck foi desenvolvido aliando resultados de sua prática clínica a uma base teórica consistente, a qual se relaciona com conceitos de diferentes áreas do conhecimento. O status atual de seu modelo é o de uma abordagem global da psicologia humana, que busca compreender os processos psicológicos normais e patológicos em um continuum e em interação mútua e, por fim, seu desenvolvimento futuro pode estar relacionado a aproximações com dados advindos de pesquisas neurocientíficas. Salienta-se que este trabalho não esgota as possibilidades de compreensão do modelo cognitivo das emoções de Beck. Outras pesquisas, tanto teóricas quanto empíricas, devem ser empreendidas visando o desenvolvimento da teoria e da terapia cognitiva.
Abstract: This work consisted of a bibliographic research, that the purpose was elucidate the cognitive model of emotions by Aaron T. Beck, showing relations and parallels between this model to others theoretical approaches of Philosophy and Biology (evolution and cognitive neurosciences) which either are applied to the understanding of the relation between affective and cognitive processes. From the readings of many general texts about emotions and its relations to cognitive processes, was made a selection of philosophical and biological theories that show an interface with the cognitive‟s theory and therapy, of which in Philosophy were considered the approaches of Plato, Aristotle, Descartes and Kant, in Biology, the evolutionary approach of Darwin, few considerations of neo-Darwinists authors and the neuroscientific approaches of Antonio Damasio and Joseph Ledoux. The research method involved, this way, the identification and location of relevant bibliographic material, followed by its collection, through the book reports of each selected theory, and its subsequent explanation. At the end of the explanations of all theories, was made a general discussion of the Beck‟s cognitive model of emotions that is related or have parallels with Philosophy and Biology theories. Was observed that the philosophical approaches considered support the main premise of the cognitive model the cognitive centrality while the evolutionary approaches justify the comprehension of human psychology into fitted and unfitted terms, which is clear in whole Beck‟s cognitive therapeutic. The approaches of the cognitive neurosciences, on the other hand, beyond support some premises, could still provide an empiric substratum (based on the anatomy and the neurochemical operation of the brain) to the main concepts of Beck‟s theory. Concludes, that Beck‟s cognitive model was developed combining his clinical practice results to a consistent theoretical basis, which is related to different concepts of knowledge areas, the current status of his model is a global approach of the human psychology, seeking to understand the pathological and normal psychological processes on a continuum and mutual interaction and, finally, its future development could be related to coming data approaches of neuroscientific researches. It should be noted that this work doesn‟t exhaust the possibilities to comprehend the Beck‟s cognitive model of emotions. Other research, both theoretical and empirical should be undertaken looking the development of cognitive‟s theory and therapy.
Keywords: Modelo cognitivo de Beck
Filosofia das emoções
Biologia das emoções
Beck&#8223
s cognitive model
Phylosophy of emotions
Biology of emotions
Psicologia aplicada
Emoções (Filosofia)
Emoções e cognição
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Citation: LIMA, Ana Carolina Rimoldi de. Algumas aproximações do modelo cognitivo das emoções de Aaron T. Beck com a filosofia, a biologia evolutiva e as neurociências. 2011. 132 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2011.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17130
Issue Date: 24-Aug-2011
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf1.35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.