Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17103
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: O cárcere na adolescência: ressonâncias de uma trajetória
metadata.dc.creator: Vale, Juliana Maria Batistuta Teixeira
metadata.dc.contributor.advisor1: Neves, Anamaria Silva
metadata.dc.contributor.referee1: Romera, Maria Lucia Castilho
metadata.dc.contributor.referee2: Silva, Sílvia Maria Cintra da
metadata.dc.contributor.referee3: Bessa, Karla Adriana Martins
metadata.dc.contributor.referee4: Herrmann, Leda Affonso Figueiredo
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho tem como objetivo compreender alguns dos múltiplos significados das trajetórias de vida de adolescentes autores de ato infracional que vivenciaram o cárcere. Foi utilizado como referencial teórico uma abordagem transdisciplinar, no intuito de potencializar o entendimento sobre o tema, aproximando diferentes formações profissionais. A pesquisa partiu de minha experiência como assistente social no acompanhamento de medidas socioeducativas aplicadas aos adolescentes autores de ato infracional. A metodologia esteve pautada na perspectiva qualitativa. Durante a fase exploratória, foi utilizada a fotografia como recurso metodológico para acessar o universo da pesquisa. Para isso, a investigação esteve acompanhada de registros em um diário de campo, no qual relatei passagens sobre um grupo de atendimento psicossocial com adolescentes que haviam deixado o cárcere juvenil e relatavam suas memórias e sentimentos, o que me levou a revisitar a instituição de privação de liberdade que se encontrava em fase de desativação, realizando registros fotográficos deste lugar. Os rastros dos adolescentes estavam nos desenhos e dizeres que estavam nas paredes da instituição que ruía. Depois de concluída a etapa de contextualização sócio-cultural do cárcere na adolescência, foi adotado o estudo de caso como forma de conhecer a trajetória de vida de adolescentes em conflito com a lei. Esta etapa foi dividida entre a análise documental de instituições que atenderam a família do caso escolhido, com a finalidade de apresentar o cenário familiar permeado por diferentes formas de violência social e doméstica, sendo que posteriormente foram realizadas entrevistas com o personagem central da história que foi narrada. As interpretações das informações primaram pelo método psicanalítico de análise. Foi possível apreender que adolescentes em conflito com a lei e em situação de risco têm suas vidas atravessadas por diferentes instituições que muitas vezes são impotentes em suas intervenções, contribuindo para percursos mórbidos em vida.
Abstract: This study aims to understand some of the multiple meanings of life trajectories of adolescents who have committed an act of infraction and faced prison. A transdisciplinary approach was used as a theoretical reference in order to enhance the understanding of the subject, bringing together different professional formation processes. This qualitative research came from my experience as a social worker in the monitoring of socio-educational measures applied to adolescent offenders. During the exploratory phase, resources pertinent to the ethnographic method were used to access the survey. For this reason, the investigation was performed taking as a basis the records of a field diary, which registered the extracts of a group of psychosocial care to adolescents who had left the juvenile prison. The reports of their memories and feelings in detention led me to revisit the institution, which was in the process of closing down, taking photographic registers of the area. The traces of the adolescents were in the drawings and sayings that were on the walls of the institution in ruins. After completing the socio-cultural contextualization of the prison in adolescence, a case study was used as a way to learn from life trajectory of adolescents. This step has been split between the analysis of documents of the institution that assisted the family of the studied case with the purpose of presenting the familiar scenario permeated by different forms of social and domestic violence. Later interviews with the central character in the story were also made. Interpretations of the information were carried out by the psychoanalytic method of analysis. It was understood that adolescents in conflict with the law and at risk have experienced various institutional interventions which are often powerless and contribute to morbid and unhealthy paths in life.
Keywords: Adolescência
Delinquência
Cárcere
Direitos humanos
Adolescence
Delinquency
Prison
Human rights
Intersubjetividade
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Citation: VALE, Juliana Maria Batistuta Teixeira. O cárcere na adolescência: ressonâncias de uma trajetória. 2009. 304 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2009.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17103
Issue Date: 13-Nov-2009
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diss Juliana.pdf4.81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.