Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17094
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Inteligência simbólica e não simbólica de crianças e adolescentes portadores de deficiência auditiva: análises baseadas no Teste Não Verbal Universal de Inteligência (UNIT)
metadata.dc.creator: Borges, Cláudia Furtado
metadata.dc.contributor.advisor1: Lopes, Renata Ferrarez Fernandes
metadata.dc.contributor.referee1: Lopes, Ederaldo Jose
metadata.dc.contributor.referee2: Montagnero, Alexandre Vianna
metadata.dc.description.resumo: Realizou-se um estudo exploratório das inteligências simbólicas e não simbólicas de crianças e adolescentes com surdez com base no desempenho dos participantes na bateria padrão do Universal Nonverbal Intelligence Test (UNIT). Por ser um teste que provê uma medida geral (fator g) da inteligência e das habilidades cognitivas, através de procedimentos não-verbais o UNIT é uma das poucas ferramentas de avaliação da inteligência que minimiza fatores que podem desencadear interpretações errôneas que envolvem processos verbais ou de linguagem. O objetivo deste estudo foi verificar o papel da linguagem no desenvolvimento da inteligência de crianças com surdez e como variáveis como escolarização, idade, nível de perda auditiva, método lingüístico (libras, oralização, comunicação total) podem influenciar na inteligência verbal e não verbal. A pesquisa foi realizada com 55 crianças e adolescentes surdos de instituições de ensino regular ou em instituições que oferecem atividade extra-escolar (música, aula de libras, suporte pedagógico, etc) na cidade de Uberlândia e Patos de Minas. Em relação às análises na amostra geral (análises paramétricas) os principais resultados apontam que há diferença significativa entre o QI Simbólico e o QI não-simbólico (t(54)=13,158; p<0.001), encontra-se correlações forte entre ambas (r= 0,662; p < 0,05). Quando se submeteu os escores de QI Simbólico e do QI Não Simbólico do UNIT a uma ANOVA com o fator idade, os resultados mostraram diferença estatisticamente significativa nas seguintes variáveis: idade (p= 2,376, p< 0,05); atividade extra classe (p= 3,244, p< 0,05) ; audição dos pais (p= 6,844, p< 0,05). No intuito de realizar análises mais detalhadas (análises não paramétricas), dividiu-se a amostra em subgrupos, tendo como critério as atividades extra-curriculares, nota-se que para a amostra do conservatório o QI simbólico é estatisticamente maior se comparado com o QI não-simbólico (z = 3,92; p<0.001), já na amostra da escola de apoio pedagógico o QI não simbólico se comparado ao escore do QI não- simbólico é significativamente maior (z = 3,52; p<0.001). Assim, percebe-se que variáveis como idade em que houve a perda da audição, o nível da perda auditiva, escolarização e habilidades desenvolvidas nas atividades não acadêmicas, são fatores influenciáveis principalmente no QI simbólico. E as atividades extras são um fator que influencia tanto habilidades ligadas à inteligência simbólica quanto à inteligência não-simbólica.
Abstract: We performed an exploratory study of intelligence symbolic and not symbolic of children and adolescents with hearing loss based on the performance of participants in the standard battery of the Universal Nonverbal Intelligence Test (UNIT). Because it is a test that provides a general measure (factor g) of intelligence and cognitive skills through non-verbal procedures UNIT is one of the few tools for assessing intelligence that minimizes factors that can trigger erroneous interpretations that involve verbal processes or language. The aim of this study was to investigate the role of language in the development of intelligence in children with deafness and how variables such as education, age, level of hearing loss, linguistic method (signing, oralizing, total communication) can influence the verbal and nonverbal intelligence. The survey was made with 55 deaf children and adolescents in institutions of education or in institutions offering extra-curricular activities (music, tuition signing, pedagogical support, etc.) in the city of Uberlandia and Patos de Minas. In relation to the general sample analysis (parametric analysis) the main results show a significant difference between IQ Symbolic and IQ non-symbolic (t (54) = 13.158, p <0.001), there is strong correlation between both (r = 0.662, p <0.05). When we underwent the scores of IQ Symbolic and IQ Non-symbolic of UNIT to an ANOVA with the age factor, the results showed a statistically significant difference in the following variables: age (p = 2.376, p <0.05); extra class activity ( p = 3.244, p <0.05), and hearing the parents (p = 6.844, p <0.05). In order to perform more detailed analysis (nonparametric analysis), the sample was divided into subgroups, with the criterion of extra-curricular activities, note that for the sample of the conservatory IQ symbolic is statistically higher compared with the IQ non-symbolic (z = 3.92, p <0.001), since the sample of school educational support the score of IQ non-symbolic compared to the score of non-symbolic IQ is significantly higher (z = 3.52, p <0.001). Thus, we find that variables such as age at which there was hearing loss, the level of hearing loss, schooling and skills developed in non-academic activities are factors influenced mainly symbolic in IQ. And the extra activities are an important factor for both symbolic abilities related to intelligence about the non-symbolic intelligence.
Keywords: Inteligência simbólica
Inteligência não simbólica
Surdos
Symbolic intelligence
Intelligence not symbolic deaf
Inteligência
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Citation: BORGES, Cláudia Furtado. Inteligência simbólica e não simbólica de crianças e adolescentes portadores de deficiência auditiva: análises baseadas no Teste Não Verbal Universal de Inteligência (UNIT). 2009. 116 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2009.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17094
Issue Date: 3-Aug-2009
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diss Claudia.pdf2.01 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.