Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17086
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Relações entre perfis cognitivos de personalidade e estratégias de coping em adultos
Author: Oliveira, Dienay Souza de
First Advisor: Lopes, Renata Ferrarez Fernandes
First member of the Committee: Lopes, Ederaldo Jose
Second member of the Committee: Neufeld, Carmem Beatriz
Summary: O objetivo deste trabalho foi investigar a relação entre estratégias de enfrentamento, estratégias comportamentais hiperdesenvolvidas e subdesenvolvidas dos perfis cognitivos de personalidade. A amostra foi constituída por 120 estudantes universitários da Faculdade Católica de Uberlândia e da Universidade Federal de Uberlândia, de ambos os sexos. Foram utilizados dois instrumentos: PBQ-ST - Questionário de Crenças Pessoais de Beck (forma reduzida) e scripts (narrativas que descreveram situações ativadoras de perfis cognitivos de personalidade). As respostas dadas para os scripts avaliaram formas de enfrentamento focalizadas na resolução de problemas, na emoção, na interação social, estratégias comportamentais hiperdesenvolvidas e subdesenvolvidas dos transtornos de personalidade. Realizou-se um estudo correlacional (correlação de Pearson), utilizou-se Teste t e Anova One- Way para verificar diferenças de desempenho da amostra nos instrumentos utilizados. A amostra mostrou um padrão não clínico nas escolhas e julgamentos das respostas de enfrentamento: como primeira opção de escolha de enfrentamento, indicaram coping focalizado na resolução de problemas; como segunda opção, indicaram estratégias comportamentais subdesenvolvidas do transtorno de personalidade examinado; como terceira opção, indicaram o coping focalizado na emoção; como quarta opção, indicaram coping focado na interação social; e como última opção, indicaram estratégias hiperdesenvolvidas do transtorno como formas de enfrentamento de uma situação estressante. Nas correlações entre as subescalas do PBQ e as respostas de enfrentamento, pôde-se observar que pontuações altas em respostas que caracterizavam o transtorno correlacionaram-se positivamente a estratégias hiperdesenvolvidas do transtorno, sugerindo que o instrumento é hábil para medir diferenças de personalidade e que, em situações mais próximas da psicopatologia da personalidade, as estratégias desadaptativas são apontadas como uma forma de enfrentamento de situações estressoras. Obtiveram-se, também, algumas correlações entre os escores das subescalas do PBQ-ST e as respostas de enfrentamento focado na resolução de problemas, na emoção, nas interações sociais e nas estratégias hiperdesenvolvidas e subdesenvolvidas dos transtornos de personalidade.
Abstract: The aim of this study was to investigate the relationship between coping strategies, overdeveloped and underdeveloped compensatory behavior strategies and personality cognitive profiles. The sample had 120 university students from Catholic Faculty and from Federal University of Uberlândia, both sexes, random age and marital status. Two instruments were used: Beck s Personal Beliefs Questionnaire (PBQ-ST) In its reduced form and scripts (reports on coping strategies which describe personality cognitive profiles activating situations). Answers to scripts evaluated coping forms focused on problem solving, on emotional regulation, on social interaction, on personality disorder overdeveloped and underdeveloped compensatory behavior strategies. A Pearson s correlation study was done and used t test and Anova One-Way In order to identify sample performance differences In both instruments. The sample showed a non clinical pattern In choices and judgments of coping responses: as first option, they indicated coping focused on problem solving; as second option, they pointed underdeveloped behavior strategies of the examined personality profile; as third option, they chose emotion regulation focused coping; as fourth, they indicated social interaction focused coping and as last option they pointed overdeveloped compensatory disorder strategies as a way to face a stressing situation. On correlation between PBQ subscales and coping responses it was possible to see that high scores In answers that characterized the disorder had a positive correlation to overdeveloped compensatory strategies. This prove that the instrument is good to measure personality differences and that In situations which are closer to the personality psychopathology, unadapted strategies are pointed as a stressing situation coping form. There were some correlations between PBQ-ST subscales scores and coping answers focused on problem solving, emotion, social interaction and on personality disorder overdeveloped and underdeveloped compensatory strategies.
Keywords: Enfrentamento
Personalidade
Problemas
Emoção
Interação social
Estratégias
Coping
Personality
Problems
Emotion
Pro-social
Strategies
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Quote: OLIVEIRA, Dienay Souza de. Relações entre perfis cognitivos de personalidade e estratégias de coping em adultos. 2009. 158 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2009.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17086
Date of defense: 11-Sep-2009
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
di.pdf663.34 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.