Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17027
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Efeito do número de pinos de fibra de vidro na resistência à fratura, deformação estrutural e distribuição de tensão em molares tratados endodonticamente
Author: Barcelos, Luciana Mendes
First Advisor: Soares, Carlos José
First coorientator: Bicalho, Aline Aredes
First member of the Committee: Menezes, Murilo de Sousa
Second member of the Committee: Lepri, Cesar Penazzo
Summary: O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito biomecânico da presença e do número de pinos de fibra de vidro em molares tratados endodonticamente e restaurados de forma direta com resina composta. Quarenta e cinco molares humanos foram selecionados, incluídos em cilindros de resina de poliestireno com simulação do ligamento periodontal e tratados endodonticamente. Estes dentes foram randomizados em três grupos (n=15): Spfv, sem pino de fibra de vidro, restaurado com Filtek Z350XT; 1pfv, 1 pino de fibra de vidro Exacto Nº 2 cimentado no canal distal com RelyX U200 restaurado com Z350XT; e 2pfv, 2 pinos de fibra de vidro Exacto Nº 2 cimentados com RelyX U200, um no canal distal e o outro no mesio-vestibular restaurado com Z350XT. As amostras foram submetidas à fadiga mecânica com carregamento axial de 50N. A deformação do remanescente foi mensurada usando extensômetros (n=10) durante o carregamento oclusal de 100N e em seguida até o momento de fratura. Os demais dentes (n=5) foram usados para calcular o módulo de elasticidade (E, GPa) e dureza Vickers (VH, N/mm2) do esmalte, dentina, resina composta e pino de fibra de vidro em duas posições: paralelamente e transversalmente ao longo eixo do pino. A distribuição de tensões foi analisada usando modelo tridimensional de elementos finitos gerado a partir de imagem de micro-CT de um dente hígido com medidas e geometrias representativo das amostras usadas na etapa experimental. Às propriedades mecânicas calculadas foram utilizadas para caracterizar os modelos da análise por elementos finitos. Os dados de deformação e resistência à fratura foram submetidos à teste de normalidade (Shapiro-Wilk) e equivalência de variâncias (teste de Levene), seguido por testes estatísticos paramétricos adequados para cada tipo de ensaio. Análise de variância em fator único foi realizada para os valores de resistência à compressão axial, deformação do remanescente e resistência à fratura. Comparações múltiplas foram realizadas usando teste de Tukey. Os dados de padrão de fratura foram submetidos ao teste Quiquadrado. Análise de variância fatorial em dois fatores foi realizada considerando como fatores em estudo: deformação da superfície do remanescente (V e L) e a técnica de reabilitação. Todos os testes empregados - 19 - tiveram nível de significância α=0,05 e todas as análises foram realizadas com o programa estatístico Sigma Plot versão 13.1 (Systat Software Ins, San Jose, CA, USA). O uso de dois pinos de fibra de vidro resultou em menor resistência à fratura que os grupos sem pino de fibra de vidro e com um pino de fibra de vidro. Durante o carregamento oclusal de 100N a superfície lingual do remanescente demonstrou maior deformação para todos os grupos. A ausência de pino de fibra de vidro resultou em valores significativamente mais elevados de tensões na dentina radicular e modos de fratura irreparáveis significativamente maiores que os outros grupos. O uso de um pino de fibra de vidro resultou em melhor razão deformação/resistência fratura. A concentração de tensão na área de furca foi ligeiramente reduzida com uso de pino de fibra de vidro. Conclui-se que o uso de um pino de fibra de vidro para reabilitar molares inferiores com resina composta direta mostrou maior resistência à fratura que o uso de dois pinos de fibra de vidro, menor deformação do remanescente, melhor distribuição de tensões e padrão de falha com maior número de fraturas reparáveis quando comparado a molares restaurados sem uso de pino de fibra de vidro
Abstract: The aim of this study was to evaluate the biomechanical effect of the presence and number of fibreglass post in endodontically treated molars restored with composite resin. 45 human molars were selected, included in polystyrene resin cylinders with simulation of the periodontal ligament and endodontically treated. These teeth were randomized into three groups (n = 15): Wfgp, without fibreglass post and restored with Filtek Z350 XT; 1fgp, 1 fiberglass post Exact #2 cemented in the distal root with RelyX U200 and restored with Z350XT; and 2fgp, 2 fiberglass posts cemented with RelyX U200, one in the distal root and the other in the mesiobuccal root, restored with Z350XT. The specimens were submitted to mechanical fatigue with axial load of 50N. The tooth remaining deformation was measured using extensometers (n = 10) during occlusal loading of 100N and then until fracture. The other teeth (n = 5) were used to calculate the modulus of elasticity (GPa) and Vickers hardness (VH, N/mm2) of the enamel, dentin composite resin and fiberglass post in two positions: parallelly and transversally to the long axis of the post. The stress distribution was analyzed using three dimensional finite elements model, generated from micro-CT image of an intact tooth with its geometry similar of those used in the in vitro study. The calculated mechanical properties were used to characterize models of finite element analysis. The data of deformation and fracture resistance were tested for normality (Shapiro-Wilk) and equivalence of variances (test Levene), followed by parametric statistical tests appropriated for each test. One way Anova was performed for the axial compressive strength values, tooth remaining deformation and fracture resistance. Multiple comparisons were performed using Tukey test. The mean fracture data were submitted to the Chi-square test. Factorial analysis of variance on two factors was carried out considering as factors in study: the tooth surface deformation (B and L) and rehabilitation technique. All tests done had significance level α = 0.05 and all analyses were performed with the statistical program Sigma Plot version 13.1 (Systat Software, San Jose, CA, USA). The use of two fiber glass posts resulted in lower fracture resistance than the groups without fiber glass - 22 - post and with one fiber glass post. During occlusal loading of 100N lingual surface of the remaining tooth showed higher deformation for all groups. The absence of fiber glass post resulted in significantly higher values of stress in the root and more irreparable fracture modes than the other groups. The use of a fiber glass post resulted in better ratio deformation/fracture resistance. The concentration of stress in the furcation area was slightly reduced with use of fiber glass post. It is concluded that the use of one fiber glass post to rehabilitated molars with direct composite resin showed higher resistance to fracture than the use of two fiberglass posts, lower tooth remaining deformation, better stress distribution and failure pat more repairable when compared to molars restored without use of fiber-glass post
Keywords: Pino de fibra de vidro
Molares inferiores tratados endodoticamente
Resina composta
Deformação do remanescente dentário
Método de elementos finitos
Fiberglass post
Endodontically treated molars
Composite resin
Tooth remaining strain: Finite element analysis
Pinos dentários
Resinas compostas (Odontologia)
Endodontia - Tratamento
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências da Saúde
Program: Programa de Pós-graduação em Odontologia
Quote: BARCELOS, Luciana Mendes. Efeito do número de pinos de fibra de vidro na resistência à fratura, deformação estrutural e distribuição de tensão em molares tratados endodonticamente. 2016. 89 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17027
Date of defense: 12-Feb-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EfeitoNumeroPinos.pdf2.39 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.