Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17026
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Estabilidade da oclusão tubular de diferentes agentes obliteradores para tratamento de hipersensibilidade dentinária
metadata.dc.creator: Moura, Guilherme Faria
metadata.dc.contributor.advisor1: Soares, Paulo Vinicius
metadata.dc.contributor.referee1: Quagliatto, Paulo Sérgio
metadata.dc.contributor.referee2: Palma-dibb, Regina Guenka
metadata.dc.description.resumo: O tratamento da hipersensibilidade dentinária é controverso, devido à falta de estudos que comprovam a efetividade e longa duração dos protocolos, assim como a sua estabilidade frente aos eventos de biocorrosão e abrasão que ocorrem na cavidade oral, principalmente em pacientes que sofrem de refluxo gastroesofágico. Esse tratamento é embasado nos princípios de vedamento do túbulo dentinário ou da dessensibilização das terminações nervosas periodontoblásticas dentro de cada túbulo. O objetivo do nosso trabalho foi avaliar o poder de obliteração e a durabilidade de produtos obliteradores para o tratamento da hipersensibilidade dentinária. Cinquenta (50) terceiros molares hígidos, foram preparados de modo a expor túbulos dentianários da região cervical, logo abaixo da junção cemento-esmalte e divididos aleatoriamente em cinco grupos CL: Selante autoadesivo (3M ESPE CLINPRO XT) (n=10), TM: Fosfato de cálcio (TEETHMATE DESENSITIZER KURARAY NORITAKE DENTAL INC.) (n=10), GL: Glutaraldeído 5% (GLUMA DESENSITIZER HERAEUS®) (n=10), NP: Fosfato de cálcio nano estruturado (NANO P FGM®) (n=10), PL: Oxalato de Potássio 5% (PAINLESS). Foram submetidos ao tratamento e posteriormente a desafios com ácido hidroclorídrico e escovação, para simular a cavidade oral, em pacientes portadores da doença do refluxo gastroesofágico. As análises foram realizadas por meio de contagem e perímetro dos túbulos, rugosidade de superfície e variação de volume, altura e degrau vertical utilizando microscópio confocal a laser, para avaliar a capacidade de obliteração dos produtos e a estabilidade após os desafios ácidos e de escovação. Os dados foram submetidos aos testes estatísticos apropriados (&#945;=0,05). A eficácia dos agentes testados foi evidenciada em relação a períodos de tempo. Todos os grupos apresentaram diferença estatística entre os estágios iniciais e pós o tratamento (p<0,001), no entanto apenas o CL, TM, GL não apresentaram diferença estatística entre as etapas de tratamento e pós-desafio, mostrando maior resistência. Quando comparados entre si, o grupo CL promoveu maior obliteração dos túbulos 14 dentinários e manteve essa obliteração após os desafios, apresentando diferenças estatísticas, em relação aos outros grupos em todas as variáveis. O uso de agentes de dessensibilização é eficaz na oclusão dos túbulos dentinários. Os agentes CL, TM, GL foram mais resistentes a desafios biocorrosivos/erosivos, A rugosidade da superfície foi maior no grupo CL, após os desafios.
Abstract: In order to test the stability of dentinal tubules occlusion promoted by tubular front sealing agents to corrosive / abrasive challenges, the aim of our study is to evaluate the occlusion and stability of tubule-occluded products for the treatment of dentin hypersensitivity. Fifty sound tooth were randomly assigned in five groups (n=10), CL: Self Adhesive Sealant (Clinpro XT), TM: Calcium phosphate (Teethmate Desensitizer), GL: Glutaraldehyde (5% Gluma Desensitizer), NP: nano calcium phosphate (Nano P), 5% potassium oxalate (Painless). They were prepared to expose dentinal tubules of the cervical region, just below the cement enamel junction, submitted to treatment and later the challenges with hydrochloric acid and brushing, to simulate oral cavity of patients with gastroesophageal reflux disease (GERD). The analyzes were performed by counting, area and perimeter of the tubules, surface roughness, volume variation, height and angle vertical step, using the laser confocal microscope to evaluate the power of tubule-occluding agents and durability after the acids challenges and brushing. All criteria evaluated were submitted to appropriate statistical analysis. The effectiveness of the tested agents was evidenced in relation to time periods, all groups showed statistical differences between the initial and after treatment stages however only the CL, TM, GL groups did not achieve statistical differences between treatment and post challenge stages, proving stronger. When compared between groups, the CL was the only group that promoted complete obliteration of all dentinal tubules, maintained this obliteration after the challenges, and presents statistics differences in relation to the other groups in all variables. The use of desensitizing agents is effective in dentinal tubule occlusion. The CL, TM, GL agents were more resistant against biocorrosive-erosive challenges; the CL group was group that promoted better tubule obliteration. The surface roughness was higher for the CL group after the challenges.
Keywords: Refluxo gastroesofágico
Dentina
Hipersensibilidade dentinária
Ánalise confocal
Estabilidade de protocolos
Obliteração de túbulos dentinários
Tooth sensitivity
Gastroesophageal reflux
Confocal analysis
Protocol durability
dentinal tubule occlusion
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Odontologia
Citation: MOURA, Guilherme Faria. Estabilidade da oclusão tubular de diferentes agentes obliteradores para tratamento de hipersensibilidade dentinária. 2016. 67 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17026
Issue Date: 15-Feb-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EstabilidadeOclusaoTubular.pdf3.3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.