Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16964
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Influência da perda óssea, tipo de retentor e presença de remanescente coronário no comportamento biomecânico de caninos superiores tratados endodonticamente
Author: Roscoe, Marina Guimarães
First Advisor: Soares, Carlos José
First coorientator: Simamoto, Veridiana Resende Novais
First member of the Committee: Santos Filho, Paulo César Freitas
Second member of the Committee: Marcantonio Júnior, Elcio
Summary: A perda de inserção óssea está relacionada a mudanças no comportamento biomecânico de dentes tratados endodonticamente. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da perda óssea alveolar, da presença de remanescente coronário e do tipo de retentor intra-radicular no comportamento biomecânico de caninos tratados endodonticamente e restaurados com cora em cerâmica pura. Para a análise experimental, quarenta caninos superiores foram selecionados e divididos em 8 grupos experimentais (n=10), de acordo com três fatores em estudo: suporte ósseo, ausência e presença de 5.0mm de perda óssea; remanescente coronário, ausência e presença de 2.0mm de remanescente coronário; e tipo de retentor, núcleo moldado e fundido e pino de fibra de vidro. Os caninos foram restaurados com cora em cerâmica pura reforçada por disilicato de lítio. As amostras foram submetidas ao carregamento de compressão a 15º em relação ao longo eixo do dente, e a deformação mensurada por extensômetros fixados nas superfícies radiculares vestibular e proximal. Os valores de deformação foram submetidos a Análise de variância fatorial 2X2X2 seguido pelo teste Tukey HSD (α=0,05). Para a análise de elementos finitos, oito modelos foram criados, simulando as mesmas variáveis da análise experimental. Todas as estruturas foram consideradas homogêneas e isotrópicas, a exceção do pino de fibra de vidro, considerado ortotrópico. Foi utilizado o critério de máxima tensão principal para análise de distribuição de tensões. A presença do remanescente coronário diminuiu significativamente a deformação vestibular e proximal. O tipo de pino mostrou pequena influência na distribuição de tensões. A presença da perda óssea aumentou significativamente a concentração de tensões, principalmente na dentina radicular e no osso cortical, e os valores de deformação em ambas as regiões mensuradas. Pode-se concluir que a presença de remanescente coronário dentinário melhorou o comportamento biomecânico, independente do tipo de pino. A presença da perda óssea alveolar de 5.0mm aumentou significativamente os valores de deformação e a concentração de tensões na dentina radicular.
Abstract: The presence of bone loss is related to changes in the biomechanical behavior of endodontically treated teeth. The purpose of this study was to evaluate the effect of alveolar bone loss, ferrule presence and post type on the biomechanical behavior of endodontically treated maxillary canines restored with all-ceramic crowns. For the experimental analysis, forty upper human canines were selected and divided into 8 experimental groups according 3 treatment variations: bone support, without or with 5.0 mm of bone loss; ferrule presence, with or without 2.0mm of ferrule; and post type, restored with cast post and cores or glass fiber post. The restored canines were loaded at a 15- degree angle, and the deformation was measured using strain gauges placed on the buccal and proximal root surfaces. Strain results were analyzed by 3- way-ANOVA and Tukey HSD tests (α=.05). For the finite element analysis, eight 3-D models were created, following the same variations of the experimental analysis. The models were analyzed using the maximum principal stress criteria for stress distribution analysis. The presence of ferrule decreased significantly the buccal and proximal strain. The type of post showed slightly influence on the stress distribution. The presence of bone loss increased significantly the stress concentration and strain values in both regions mainly on root dentin and surrounding cortical bone. Can be possible to conclude that the presence of a ferrule improved the mechanical behavior, irrespective of the type of post. The 5.0mm of bone loss increased significantly the stress concentration and the strain on the root dentin.
Keywords: Biomecânica
Elementos finitos
Extensometria
Caninos
Retentor intra-radicular
Remanescente coronário
Biomechanical
Finite element analysis
Strain gauge method
Canines
Posts
ferrule
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências da Saúde
Program: Programa de Pós-graduação em Odontologia
Quote: ROSCOE, Marina Guimarães. Influência da perda óssea, tipo de retentor e presença de remanescente coronário no comportamento biomecânico de caninos superiores tratados endodonticamente. 2013. 100 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16964
Date of defense: 27-Feb-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marina Guimaraes.pdf9.06 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.