Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16951
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Influência da concentração de clorexidina em relação ao tempo e meio de armazenagem na resistência de união de sistemas adesivos
metadata.dc.creator: Dutra, Marília Cherulli
metadata.dc.contributor.advisor1: Quagliatto, Paulo Sérgio
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Simamoto, Veridiana Resende Novais
metadata.dc.contributor.referee1: Soares, Carlos José
metadata.dc.contributor.referee2: Francci, Carlos Eduardo
metadata.dc.description.resumo: Significantes avanços tecnológicos e químicos de materiais odontológicos ocorreram nas últimas décadas, contribuindo para aumento da longevidade de restaurações adesivas. O objetivo deste estudo foi avaliar a influência da concentração de clorexidina, tempo e diferentes meios de armazenagem na resistência de união de sistemas adesivos à dentina, por meio de ensaio mecânico de microtração. O estudo foi realizado em duas etapas; na primeira etapa 30 terceiros molares humanos íntegros foram selecionados. O esmalte oclusal foi seccionado, expondo dentina média, a qual foi condicionada com ácido fosfórico 37%. Os espécimes foram divididos em três grupos (n=10) de acordo com o tratamento da dentina com diferentes concentrações de digluconato clorexidina (CHX), sendo: grupo C (controle), não recebeu tratamento com clorexidina; grupo 0,12Chx, aplicação de CHX a 0,12% durante 60 s; e grupo 2Chx, aplicação de CHX 2% por 60 s. Posteriormente, cada grupo foi subdividido em dois grupos (n=5) de acordo com o sistema adesivo utilizado: SC, Adper Scothbond Multi-Purpose, e XP, XP Bond. Todos os espécimes foram restaurados com resina composta Filtek Z350 XT; e seccionados em palitos de área de seção de ±1 mm2. Estes foram submetidos ao ensaio de microtração imediatamente (T0) e após 4 meses de armazenagem (T4) em saliva artificial. Para segunda análise deste estudo, 15 terceiros molares humanos íntegros tiveram a superfície oclusal seccionada e condicionada com ácido fosfórico 37%. Os dentes foram divididos em três grupos (n=5) de acordo com o tratamento da dentina com clorexidina: Np (controle), não recebeu tratamento com clorexidina; 0,12CHX, tratamento dentinário com solução de clorexidina a 0,12% durante 60 s; e 2CHX, tratamento com clorexidina a 2% por 60 s. Os espécimes receberam aplicação de sistema adesivo Adper Scothbond Multi-Purpose e foram restaurados com resina composta Filtek Z350 XT. Palitos de resina/dentina de ±1 mm2 foram seccionados e submetidos ao ensaio de microtração imediatamente (T0) e após 4 meses de armazenagem (T4) em óleo mineral a 37ºC. Os resultados desta segunda análise foram comparados com os resultados dos grupos em que foi utilizado o sistema adesivo Adper Scothbond Multi-Purpose da primeira análise. Os dados obtidos foram estatisticamente analisados pela análise de variância fatorial e teste de Tukey (&#945; = 0,05). Os resultados da primeira análise mostraram diferença estatisticamente significante nos valores de resistência de união para o fator envelhecimento (p<0,001) e fator adesivo (p<0,001). O padrão de falha foi analisado pelo Teste Exato de Fisher, o qual mostrou diferença estatística dentro dos grupos; prevalecendo falha mista em T0 e falha adesiva após envelhecimento para os grupos SC, exceto os grupos tratados com CHX a 2%; e os grupos XP apresentaram prevalência de falhas adesivas em T0 e falhas mistas em T4, exceto os grupos tratados com clorexidina 2%. Na segunda análise deste estudo foi encontrada diferença estatisticamente significante para o meio de armazenagem (p<0,001), e entre envelhecimento e meio de armazenagem (p<0,001). Teste Exato de Fisher mostrou diferença significante no padrão de falha dentro de cada grupo; e prevalência de falhas mistas e adesivas. Portanto, o uso de clorexidina não influenciou nos valores de resistência de união dos sistemas adesivos testados, no entanto a CHX 2% mostrou ter influência no padrão de fratura. Diferença na resistência de união dos sistemas adesivos foi detectada, sendo que o adesivo de 3 passos apresentou maiores valores. E espécimes armazenados em saliva artificial apresentaram degradação da interface resina/dentina e redução na resistência de união, características não encontradas nos grupos armazenados em óleo mineral.
Abstract: Significant technological advances in dental materials and chemicals have occurred in recent decades, contributing to increased longevity of adhesive restorations. The aim of this study was to evaluate the influence of the chlorhexidine concentration, time and storage condition on the microtensile bond strength of adhesive systems. The study was conducted in two stages; for the first analysis of this study, thirty noncarious human molars were sectioned to expose middle-coronal dentin, which was etched with 37% phosphoric acid. Specimens were randomly assigned to the following treatments with chlorhexidine digluconate (CHX) (n=10): group C (control), not treatment was done; group 0.12Chx, aqueous solutions of 0.12% Chx; group 2CHX, aqueous solutions of 2% CHX. Each group was subdivided in accordance with adhesive systems (n=5): SC, Adper Scothbond Multi-Purpose; and XP, XP Bond. All were restored with resin composite Filtek Z350 XT. Resin-dentin sticks with cross-sectional area approximately of ±1.0mm2 were submitted to microtensile bond strength (&#956;TBS) test immediately (T0) and after 4 months of storage in artificial saliva (T4). For the second analysis this study, a flat middle dentin surface was prepared on 15 extracted human molars and was etched with 37% phosphoric acid. Specimens were randomly divided according to the treatments with CHX (n=10): Np, no pretreatment; 0.12CHX, aqueous solutions of 0.12% CHX; 2CHX, aqueous solutions of 2% CHX. All specimens were bonded with Adper Scothbond Multi-Purpose and restored with resin composite Filtek Z350 XT. Resin-dentin sticks with cross-sectional area of approximately ±1.0mm2 were submitted to microtensile bond strength test immediately (T0) and after 4 months of storage (T4) in mineral oil. The results of this second analysis were compared with the results of the groups that used the Adper Scothbond Multi- Purpose adhesive system of the first evaluation. The data were submitted to statistical analysis by 3-way analysis of variance (ANOVA) and the Tukey Honestly Significant Difference (HSD) test (&#945;=.05). Results of first evaluation showed statistically significant differences on bond strength values to aging factor (p<.001) and adhesive factor (p<.001). The failure mode was analyzed by Fisher s Exact Test, which demonstrated significant differences within the groups; prevalence of mixed in T0 and adhesive failure after aging to SC groups, except the groups treated with 2% CHX; and XP groups had a prevalence of adhesive failures at T0 and mixed failures in T4, except the groups treated with 2% chlorhexidine. For the second evaluation, was found statistically significant differences between the bond strength of storage media (p < .001) and between aging versus the storage media (p<.001). Fisher s Exact Test demonstrated significant differences between the failure mode within the groups; prevalence of mixed and adhesive failure. Therefore, the use of chlorhexidine did not influenced the bond strength values of the adhesive systems tested, however of 2% CHX showed influence in the dental structure. Differences in adhesives systems were detected, which 3-step etch-and-rinse adhesive presented higher bond strength values than 2-step etch-and-rinse adhesive; and after 4 months of aging, the bond strength values were lower, regardless of the adhesive system tested. Specimens stored in artificial saliva long-term showed interface degradation by hydrolysis and reduction on bond strength, unobserved characteristics in mineral oil storage.
Keywords: Clorexidina
Resistência de união
Metaloproteinases
Envelhecimento
Sistemas adesivos
Meios de armazenagem
Chlorhexidine
Bond strength
Metalloproteinases
Aging
Adhesive systems
Storage media
Materiais dentários
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Odontologia
Citation: DUTRA, Marília Cherulli. Influência da concentração de clorexidina em relação ao tempo e meio de armazenagem na resistência de união de sistemas adesivos. 2011. 115 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2011.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16951
Issue Date: 18-Feb-2011
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf1.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.