Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16929
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Influência do contato interproximal em próteses parciais fixas suportadas por implantes com conexão tipo cone Morse
metadata.dc.creator: Gil, Renata Rezende
metadata.dc.contributor.advisor1: Magalhães, Denildo de
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Araújo, Cleudmar Amaral de
metadata.dc.contributor.referee1: Simamoto Júnior, Paulo Cézar
metadata.dc.contributor.referee2: Fonseca, Rodrigo Borges
metadata.dc.description.resumo: Devido a dificuldade de higienização e do conforto para o paciente,, alguns autores sugerem que implantes múltiplos adjacentes sejam reabilitados separadamente. O objetivo desse estudo foi a avaliação da influência do ponto de contato em implantes adjacentes comparado à reabilitação com próteses unidas sobre implantes cone Morse. Foram confeccionados três modelos fotoelásticos com três implantes Cone Morse 4,0 x 13,0 mm posicionados em linha reta, 2mm abaixo da borda superior do modelo,alinhados em linha reta, variando o contato entre as coroas e separadas em 03 grupos: Ponto de Contato (PC) 1mm diâmetro; Superfície de Contato (SC) 3mm diâmetro; Esplintado (ES), onde foram adaptadas próteses parciais fixas cimentadas Em seguida, os modelos foram submetidos a diferentes tipos de carregamentos: a = axial em grupo (20N); b= lateral com angulação de 40° (20N) no implante correspondente ao primeiro molar; c= axial central (20N) no implante correspondente ao segundo pré-molar. Foram obtidas 30 imagens de cada tipo de carregamento em grupo (n=30) no polariscópio circular. Os valores de ordens de franja e tensão cisalhante (&#964;) foram obtidos pelo programa Fringes por meio da análise fotoelástica de 27 pontos de cada imagem. Foi realizado o teste t de Student com &#945;<0,05 e o cálculo da área dos gráficos. Os carregamentos em grupo e lateral obtiveram semelhança estatística para os três grupos (ES, PC, SC). No carregamento central os grupos ES e PC apresentaram semelhança estatística, mas foram diferentes estatisticamente do grupo SC. Considerando uma análise geral, o grupo ES demonstrou os melhores resultados em relação as tensões no modelo fotoelástico. Portanto, dentro das limitações desse estudo pode-se concluir que a ferulização das coroas sobre múltiplos implantes adjacentes promoveu melhor comportamento biomecânico para todos os tipos de carregamento. Os grupos PC, SC foram os mais susceptíveis a sobrecarga na presença de carregamento lateral.
Abstract: Due to the difficulty of cleaning and comfort for the patient, some authors suggest that multiple adjacent implants are rehabilitated separately. The aim of this study was to evaluate the influence of the contact point in the success of adjacent implants compared with prosthetic rehabilitation on implants joined Morse taper. Photoelastic models were fabricated three implants with three Morse Taper 4.0 x 13.0 mm set straight, 2mm below the top edge of the model, straight line, varying the contact between the crowns and separated into 03 groups: Point Contact (PC) 1 mm diameter; Contact Surface (CS) 3mm diameter; splinted (ES), which was adapted fixed partial prostheses cemented Then the models were subjected to different types of loads: a = axial group (20N); b = lateral angle of 40° (20N) in the implant corresponding to the first molar, c = central axial (20N) in the implant corresponding to the second premolar. We obtained 30 images of each type of loading group (n = 30) in a circular polariscope. The values of fringe orders and maximum shear stress (&#964;) were obtained by the program Fringes by photoelastic analysis of 27 points in each image. We performed the Student t test with p <0.05 and calculate the area of graphics. The loads and lateral group had similar statistics gathering for the three groups (ES, PC, SC). In loading the central PC and ES groups had similar statistics, but were different statistically from the SC. Considering a general analysis, the ES group showed the best results for the stresses in the photoelastic model. Therefore, within the limitations of this study can conclude that splinting the crowns on multiple adjacent implants provided better biomechanical behavior for all types of loading. Groups PC, SC were the most susceptible to overload in the presence of side loading.
Keywords: Contato interproximal
Prótese sobre implante
Fotoelasticidade
Tensões
Cone morse
Implante dentário
Contact interproximal prosthodontics implants
Photoelasticity tensions
Morse taper
Dental implant
Pontes (Odontologia)
Implantes dentários osseointegrados
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Odontologia
Citation: GIL, Renata Rezende. Influência do contato interproximal em próteses parciais fixas suportadas por implantes com conexão tipo cone Morse. 2011. 94 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2011.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16929
Issue Date: 25-Feb-2011
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
parte3.pdf8.54 MBAdobe PDFView/Open
parte2.pdf5.21 MBAdobe PDFView/Open
parte1.pdf9.5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.