Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16864
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Influência do tipo de pôntico, número de pilares e tipo de aplicação de carga na distribuição das tensões em prótese fixa em cantilever análise por elementos finitos
metadata.dc.creator: Branco, Carolina Assaf
metadata.dc.contributor.advisor1: Fernandes Neto, Alfredo Júlio
metadata.dc.contributor.referee1: Soares, Carlos José
metadata.dc.contributor.referee2: Prado, Ricardo Alves do
metadata.dc.contributor.referee3: Lopes, Lawrence Gonzaga
metadata.dc.description.resumo: Próteses fixas em cantilever são alternativas reabilitadoras satisfatórias em casos em que os implantes osseointegrados são contra-indicados, o que justifica a importância de se conhecer seu comportamento mecânico para conduzir sua indicação e os cuidados que devem ser associados a esse procedimento. O objetivo deste trabalho foi avaliar a distribuição das tensões nas estruturas de suporte e protéticas em próteses fixas utilizando o método de elementos finitos. Foram comparados anatomia do pôntico (molar e pré-molar), tipos e número de pilares (um ou dois, uni ou bilaterais, voltados para anterior ou posterior do pôntico) e tipo de carregamento oclusal (contato prematuro ou oclusão normal). Um modelo real composto por canino, primeiro e segundo pré-molares e primeiro, segundo e terceiro molares foi utilizado para a confecção dos modelos matemáticos bidimensionais de próteses fixas simulando todas as estruturas envolvidas, a fim de avaliar a distribuição das tensões pelo método de elementos finitos sob carga oclusal normal ou em contato prematuro em ponto próximo ou distante do conector primário da prótese. Foram utilizados 5% da carga mastigatória fisiológica. As imagens plotadas foram analisadas qualitativamente. Para análise quantitativa, foram traçadas duas linhas em cada modelo, linha A, localizada a 2mm da cortical óssea do espaço edêntulo, e linha B, na parte média dos conectores das próteses. As regiões onde houve maior concentração das tensões em todos os grupos foram a cortical óssea e estrutura radicular dos dentes pilares e os conectores das próteses. As tensões foram menores e melhor distribuídas na prótese fixa convencional, independente da anatomia do pôntico. Os modelos em contato prematuro apresentaram os resultados mais desfavoráveis, sendo o contato prematuro no ponto mais distante do conector primário o mais danoso, tanto nos modelos com pôntico em pré-molar quanto em molar. Diante das limitações deste estudo, pode-se concluir que as próteses fixas convencionais possuem distribuição mais favorável que as próteses com pôntico em cantilever. O pôntico mais extenso (molar) faz com que as tensões nas estruturas adjacentes sejam maiores e mais desfavoráveis. A adição de segundo dente como pilar foi mais favorável a distribuição de tensões nas estruturas de suporte e protéticas em casos de contato prematuro.
Abstract: Cantilever fixed prosthodontics are satisfactory rehabilitation alternatives when osseointegrated implants are not indicated, which justifies the important knownledgment with respect to a correct indication and technical procedures. The aim of this study was to evaluate the stress distribution on support dental structures and prosthesis framework by finite elements method. The pontic anatomy (premolar or molar), type and number of abutments (one or two, single or bilateral, anteriorly or posteriorly faced) e occlusal load (premature contact or normal occlusion). A real model composed by a canine, first and second premolars, first, second and third molars was employed for the creation of the 2D mathematical models, simulating all the involved dental and prosthetic structures and studying stress distribution by finite elements method under normal occlusal load or premature contact near or distant from the primary prosthesis conector. Five percent of physiologic masticatory load was used in the simulation. The plotted images were qualitatively analyzed. In the quantitative analysis stress values were collected at two selected lines in the models, line A, created 2mm above cortical bone at the edentulous space, and line B, which was located at the center of prosthesis conectors. The regions with the most pronouncing stress concentrations were the cortical bone, roots of abutment teeth and prosthesis conectors. Stress were lower and better distributed on conventional fixed prosthesis, irrespective of the type of pontic. The models, for both premolar or molar pontics, under premature contact load condition showed the most unfavorable stress conditions, principally when it occurred distant from the primary conector. Within the limitations of this study it is possible to conclude that conventional fixed prosthesis show stress distribution in a more favorable condition than cantilever prosthesis. The most extensive pontic (molar) results in more unfavorable and greater stress at adjacent structures. The inclusion of a second abutment is more favorable to support dental structures and prosthesis framework when premature contact load condition takes place.
Keywords: Prótese fixa em cantilever
Distribuição de tensões
Contato prematuro
Análise por elementos finitos
Cantilever fixed prosthesis
Stress distribution
Premature contact
Finite alements analyses
Prótese dentária
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Odontologia
Citation: BRANCO, Carolina Assaf. Influência do tipo de pôntico, número de pilares e tipo de aplicação de carga na distribuição das tensões em prótese fixa em cantilever análise por elementos finitos. 2008. 120 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2008.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16864
Issue Date: 26-Feb-2008
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Carolina.pdf5.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.