Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16740
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Bactérias resistentes e multirresistentes a antibióticos nos pacientes internados em uma UTI de adultos de hospital universitário brasileiro
metadata.dc.creator: Carvalho, Rodolfo Henriques de
metadata.dc.contributor.advisor1: Gontijo Filho, Paulo Pinto
metadata.dc.contributor.referee1: Sadoyama, Geraldo
metadata.dc.contributor.referee2: Fracalanzza, Sergio Eduardo Longo
metadata.dc.description.resumo: Infecções hospitalares causadas por bactérias resistentes a antibióticos representam um problema expressivo quanto à morbidade, mortalidade e custos hospitalares, especialmente em unidades de terapia intensiva. Esse trabalho avaliou as freqüências de fenótipos de resistência a antimicrobianos dos patógenos epidemiologicamente importantes, isolados de pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV) em pacientes críticos e de infecções de trato urinário (ITU) e de corrente sangüínea (ICS) em pacientes críticos e não críticos. Foi feita uma vigilância epidemiológica ativa na Unidade de Terapia Intensiva de adultos (UTIA) do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), no período de um ano, coletando-se dados e espécimes clínicos para diagnóstico de PAV e ITU; além da coleta de dados no laboratório do HC para definir as ICS em pacientes críticos e não críticos e as ITU em unidades não críticas; adicionalmente, foram realizados no período do estudo, inquéritos mensais da prescrição de antimicrobianos na UTIA. Houve um predomínio do Staphylococcus spp coagulase negativo como agente etiológico das ICS em pacientes críticos (24,6%) e não críticos (30,6%) com 60,0% dos isolados resistentes a oxacilina; da tribo Klebsielleae (23,4%) e da E. coli (29,6%) como causa de ITU em pacientes críticos e não críticos, respectivamente, com resistência acima de 20,0% às cefalosporinas de terceira geração e da P. aeruginosa (42,0%) em isolados de PAV, com resistência acima de 70,0% para imipenem e fluoroquinolonas. A pesquisa do consumo de antibióticos na UTIA apontou as cefalosporinas (49,6%), seguidas por vancomicina (37,4%) e carbapenêmicos (26,6%) como os antimicrobianos mais prescritos na unidade. Comparando nossos achados com outros estudos epidemiológicos em unidades críticas e não críticas nacionais e internacionais, observou-se um elevado isolamento de fenótipos de resistência em nosso hospital, principalmente entre os Gramnegativos, entretanto, não foram observadas variações importantes entre o percentual de fenótipos de resistência aos antimicrobianos isolados nas unidades críticas e não críticas, o que sugere que estes fenótipos se encontram disseminados no hospital, exceto a P. aeruginosa cuja freqüência de resistência foi mais expressiva nos isolados obtidos de pacientes críticos do que aqueles de unidades não críticas.
Abstract: Nosocomial infections caused by antibiotic resistant bacteria represents a substantial problem due to increasing in mortality, morbidity and health-care costs, especially in intensive care units. This study evaluated the frequencies of epidemiologically important antibiotic resistance phenotypes, recovered from ventilator-associated pneumonia (VAP) in critically ill patients and urinary tract infection (UTI) and bloodstream infections (BSI) in critical and non-critical patients. An one year study was performed in the adult intensive care unit (AICU) of the Clinical Hospital (CH) of Federal University of Uberlândia, where clinical specimens were obtained for diagnosis of VAP and UTI; moreover, the laboratory of the CH provided data that was used to define all the cases of BSI and UTI in non-critical units; additionally, a monthly inquiry of the antimicrobials consumption was carried through in AICU at the period of the study. Coagulase-negative staphylococci predominated as etiological agent of BSI in critically ill (24.6%) and non-critical (30.6%) patients, with frequency of 60,0% of oxacilin-resistant coagulase-negative staphylococci; Klebsielleae (23.4%) and E. coli (29.6%) were the major cause of UTI in critical and non-critical patients, respectively, with resistance above 20.0% to third generation cephalosporins and P. aeruginosa (42.0%) was the main etiological agent of VAP, with rates of resistance to imipenem and fluoroquinolons above 70,0%. The prevalence study of antibiotic consumption in the AICU pointed to cephalosporins (49.6%), followed by vancomycin (37.4%) and carbapenems (26.6%) as the most prescribed antibiotics in the unit. The comparison of our findings with other national and international studies demonstrated a highest frequency of antibiotic resistant phenotype in our hospital, in critical and non-critical units, especially among the Gram-negative bacterias, however, it was not observed a significant variation between the frequency of resistance phenotypes recovered from critical and non-critical units, what strongly suggests that these phenotypes had already spread in the hospital, except P. aeruginosa whose resistance to antibiotic was more expressive when recovered from critical patients than non-critical ones.
Keywords: Infecção hospitalar
Epidemiologia
Microrganismos multirresistentes
Nosocomial infection
Epidemiology
Multirresistant microorganisms
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::IMUNOLOGIA::IMUNOLOGIA APLICADA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Imunologia e Parasitologia Aplicadas
Citation: CARVALHO, Rodolfo Henriques de. Bactérias resistentes e multirresistentes a antibióticos nos pacientes internados em uma UTI de adultos de hospital universitário brasileiro. 2007. 50 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2007.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16740
Issue Date: 27-Jul-2007
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Imunologia e Parasitologia Aplicadas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RHCarvalhoDISPRT.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.