Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16739
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Microbiota das mãos de enfermeiras, estudantes universitários e técnicos de laboratório associada à lavagem higiênica
metadata.dc.creator: Rocha, Lílian Alves
metadata.dc.contributor.advisor1: Gontijo Filho, Paulo Pinto
metadata.dc.contributor.referee1: Ribas, Rosineide Marques
metadata.dc.contributor.referee2: Kawagoe, Julia Yaeko
metadata.dc.description.resumo: A freqüência da lavagem de mãos pode resultar em efeitos prejudiciais na pele promovendo aumento da prevalência de microrganismos de importância hospitalar. Os objetivos deste trabalho foram avaliar quantitativa e qualitativamente as alterações na microbiota total (residente e transitória) das mãos de profissionais de enfermagem e estudantes universitários e técnicos de laboratório associadas à ação irritante provocada pela freqüente lavagem e/ou uso de luvas. Foram incluídos 60 profissionais de saúde, nos quais foram realizadas coletas, pelo método do saco estéril de polietileno, antes e após a lavagem com 3 mL de sabão não medicamentoso, por 30 segundos. No grupo constituído por estudantes e técnicos de laboratório (n=30), estas coletas foram realizadas antes e após lavagens consecutivas com água e sabão. A contaminação das mãos de profissionais de saúde com danos na pele foi maior em relação às sadias. A higiene se mostrou eficiente nos estudantes e técnicos de laboratório sem queixas de irritação após lavagens sucessivas, fato não observado entre profissionais de saúde. Enfermeiras com mãos com danos apresentaram maior freqüência de S. aureus, bacilos Gram-negativos e fungos leveduriformes do que as sadias (P>0,05), assim como quanto à soma destes microrganismos (P=0,07) e a presença de S. haemolyticus (P=0,02). A freqüência de S. aureus e bacilos Gram-negativos resistentes aos antibióticos foi maior nas mãos lesadas de enfermeiras. A irritação causada na pele devido à lavagem freqüente e/ou uso de luvas pode provocar alterações da microbiota das mãos e deve ser considerada pelas instituições quando da escolha de produtos de higiene.
Abstract: Handwashing frequency may result in harmful effects on the skin, promoting the increase of the prevalence of nosocomial important microorganisms. This study purpose was to assess the quantitative and qualitative changes of the total microbiota (both permanent and transient) from hands of nursing professionals and university laboratory technicians and students due to the irritant action provoked by frequent washing and/or wearing gloves. Sixty health professionals were enrolled from whom collections were performed by the sterile polyethylene bag, before and after washing hands with 3 mL of nonantimicrobial soap for 30 seconds. In the group formed by students and laboratory technicians (n=30), these collections were performed before and after consecutive washings with water and soap. Damaged hands health professionals hands contamination was higher when compared with healthy hands. Hygiene proved to be efficient in both students and laboratory technicians without complaints of irritation after successive washings, a fact not seen among health care workers. Nurses with damaged hands presented higher frequency of S. aureus, Gram negative bacteria and yeast than the healthy ones (P>0.05), as well as the sum of these microorganisms (P=0.07) and presence of S. haemolyticus (P=0.02). The frequency of S. aureus and antimicrobial resistant Gram negative bacteria was higher among nurses damaged hands. The irritation caused on the skin by the frequent washing and/or wearing of gloves may cause changes of hands microbiota and should be considered when choosing hygiene products.
Keywords: Infecção hospitalar
Irritação das mãos
Higiene das mãos
Nosocomial infection
Hands irritation
Hand hygiene
Lavagem das mãos
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::IMUNOLOGIA::IMUNOLOGIA APLICADA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Imunologia e Parasitologia Aplicadas
Citation: ROCHA, Lílian Alves. Microbiota das mãos de enfermeiras, estudantes universitários e técnicos de laboratório associada à lavagem higiênica. 2007. 64 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2007.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16739
Issue Date: 24-Jul-2007
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Imunologia e Parasitologia Aplicadas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LARochaDISPRT.pdf1.91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.