Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16725
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Estudo de novos peptídeos preditos in silico visando a indução de resposta imune protetora contra a infecção experimental de camundongos C57BL/6 por Toxoplasma gondii
metadata.dc.creator: Barros, Heber Leão Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Mineo, Jose Roberto
metadata.dc.contributor.referee1: Andrade Junior, Heitor Franco de
metadata.dc.contributor.referee2: Gomes, Angelica de Oliveira
metadata.dc.description.resumo: A toxoplasmose é uma doença parasitária causado por Toxoplasma gondii, um protozoário intracelular obrigatório capaz de infectar uma grande variedade de hospedeiros. A infecção normalmente não apresenta sintomas em indivíduos saudáveis, mas é especialmente severa em pacientes imunocomprometidos ou durante a gestação, situações nas quais o hospedeiro é mais permissivo à multiplicação do parasito. Diversas espécies de animais também podem ser infectadas por esse parasito, causando abortos e perdas econômicas em rebanhos. Os tratamentos existentes consistem de drogas com alta toxicidade para o paciente, não sendo apropriado para gestantes e fetos. Considerando essa dificuldade de tratamento, uma vacina capaz de prevenir a doença ou reduzir as sequelas causadas por ela seria extremamente benéfico, tanto do ponto de visto médico como do veterinário. Até hoje, no entanto, não existem nenhuma vacina, disponível comercialmente, capaz de evitar a infecção pelo T. gondii, exceto por uma vacina capaz de reduzir abortos causados por esse parasito em rebanhos de ovinos. Considerando estes pontos, no presente estudo nós propusemos avaliar a resposta imunológica induzida por peptídeos sintéticos derivados de proteínas imunodominantes (SRS, ROP, MIC e GRA) deste parasito. Primeiramente, 22 peptídeos foram selecionados, considerando os valores de predição para epítopos de células B obtidos por análise in silico. Todos foram triados utilizando o soro de animais infectados, sendo que 11 peptídeos foram selecionados de acordo com vários critérios, entre eles a localização da organela da qual se originaram e a sororreatividade alcançada na triagem. Os peptídeos selecionados foram divididos em grupos e usados para imunizar camundongos C57Bl/6. Os animais imunizados foram infectados 45 dias após a primeira imunização com uma dose subletal de 10 cistos da cepa ME49. Sangue e cérebro desses animais foram coletados, sendo posteriormente utilizados para mensurar a produção de citocinas, títulos de anticorpos a quantificar a carga parasitária. A análise de citocinas mostrou que todos grupos experimentais tiveram níveis de IL-10, IL-4, IL-6, IL-2, IFN-ɣ e IL-17 menores que o grupo não imunizado. Além disso, os níveis de citocinas dos grupos SRS e MIC foram similares aos do grupo imunizado com antígeno solúbel de T. gondii (STAg). Os grupos imunizados com sequências relacionadas aos antígenos de superfície (SRS) e micronemas (MIC) tiveram significativamente menos DNA parasitário que o grupo não imunizado (PBS), similar aos resultados obtidos do grupo imunizado com STAg. Outros grupos de animais foram imunizados como descritos nesse trabalho e submetidos a desafio com 40 cistos. O grupo SRS teve o maior tempo de sobrevivência, mas os resultados não foram estatisticamente diferentes do grupo PBS. No presente trabalho, verificamos que peptídeos derivados das proteínas SRS e MIC demonstraram resultados promissores como antígenos vacinais no modelo murinho C57Bl/6, sendo que estudos adicionais são necessários para confirmar seus potenciais.
Abstract: Toxoplasmosis is a parasitic disease caused by Toxoplasma gondii, an intracellular protozoan capable of infecting a wide range of hosts. The infection usually causes no disease in healthy individuals, but it is especially severe for immunocompromised patients or during pregnancy, situations when the parasite could have an environment more favorable for its multiplication. Several species of animals also are infected by this parasite, causing abortion and livestock economic losses as well. The existing treatment consists of drugs with high toxicity to patient, being not appropriate particularly for the fetuses. Therefore, a vaccine capable of prevent the disease or reducing the consequences would be extremely beneficial, both from medical and veterinary point of view. So far, there is no vaccine available to prevent the disease and only one vaccine capable of reducing abortion induced by this parasite is used currently only in sheeps. Considering these points, we proposed to evaluate in the present study the immune response induced by synthetic peptides derived from immunodominant proteins (SRS, ROP, MIC and GRA) of this parasite. First, 22 peptides were selected considering the highest scores for B cell epitope prediction by analysis in silico. All of them were screened, it was selected 11 of them, according with their higher reactivity against serum samples from infected animals, based on their organelle location and used to immunize C57Bl/6 mice. Afterwards, animals immunized were infected with a sublethal dose of 10 cysts of ME49 strain 45 days after the first step of immunization, blood and brains from immunized animals were collected, being posteriorly used to measure cytokines production, antibody titers and to quantify the parasite. Cytokines analysis showed that all experimental groups had IL-10, IL-4, IL-6, IL-2, IFN-ɣ and IL-17 levels lower than non-immunized group. Also, the cytokines levels from SRS and MIC immunized groups were similar to soluble Toxoplasma antigen (STAg) group. The immunized group with peptides from surface antigen proteins related sequences (SRS) and micronemes (MIC) had significant lower parasite DNA than non-immunized group (PBS), similarly to the results obtained from STAg immunized group. Another groups of immunized animals were immunized with the same peptide groups and submitted to challenge with 40 cysts. The group SRS had the longest survival time, but the results were not statistically different from PBS group. In summary, peptides from SRS and MIC proteins showed promising results as vaccine antigens in a murine model and further studies are needed to confirm their potential.
Keywords: Toxoplasma gondii
Imunoprofilaxia
Peptídeos
Predição in silico
Immunoprophylaxis
Peptides
In silico prediction
Imunização
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::IMUNOLOGIA::IMUNOLOGIA APLICADA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Imunologia e Parasitologia Aplicadas
Citation: BARROS, Heber Leão Silva. Estudo de novos peptídeos preditos in silico visando a indução de resposta imune protetora contra a infecção experimental de camundongos C57BL/6 por Toxoplasma gondii. 2015. 73 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16725
Issue Date: 25-Sep-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Imunologia e Parasitologia Aplicadas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EstudoNovosPeptideos.pdf1.49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.