Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16694
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Isótipos de anticorpos específicos a Toxoplasma gondii presentes em amostras de leite humano: uma ferramenta para o diagnóstico de toxoplasmose aguda
metadata.dc.creator: Oliveira, Ana Carolina de Morais
metadata.dc.contributor.advisor1: Mineo, Jose Roberto
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Abdallah, Vânia Olivetti Steffen
metadata.dc.contributor.referee1: Rodrigues Junior, Virmondes
metadata.dc.contributor.referee2: Diniz, Angélica Lemos Debs
metadata.dc.description.resumo: Toxoplasmose é uma zoonose causada pelo parasita intracelular obrigatório Toxoplasma gondii, que infecta diversas espécies, incluindo mais de um terço da população humana mundial e pode causar danos severos ao feto na infecção congênita. A amamentação é a forma natural e segura de alimentar o recém-nascido, com capacidade de proporcionar o desenvolvimento adequado do sistema imunológico do neonato. Todas as classes de imunoglobulinas estão presentes no leite humano, principalmente no colostro, as quais podem ser de fonte sistêmica e local. Diversos estudos documentaram que a amamentação protege a criança contra várias doenças, mas poucos esforços tem sido direcionados para identificar a ação protetora do leite humano contra doenças parasitárias, inclusive T. gondii. Devido à importância da amamentação e à alta prevalência de toxoplasmose, o objetivo desse estudo foi detectar e avaliar a presença de anticorpos IgG, IgM e IgA anti-T. gondii presentes em amostras pareadas de soro e colostro humano. Foram inclusas neste estudo 289 puérperas do Hospital de Clínicas da UFU (média de idade: 24,8 anos, intervalo: 14-43 anos). As amostras foram analisadas pelos imunoensaios ELISA e Immunoblotting contra antígenos solúveis de T. gondii. O ELISA teve reatividade para IgG, IgM e IgA específicos, respectivamente, em 136 (47,9%), 20 (6,9%), 8 (2,8%) das amostras de soro e em 133 (46,0%), 23 (7,9%), 8 (2,8%) das amostras de colostro. Também foi observada correlação significativa entre os níveis de anticorpos anti-T. gondii das amostras de soro e colostro. O Immunoblotting mostrou que foi possível detectar os três isótipos de anticorpos específicos a diferentes antígenos de T. gondii em ambas amostras. Anticorpos IgG presentes em amostras de soro e colostro reconheceram mais frações antigênicas comparado com IgM e IgA. IgG sérica detectou mais frações antigênicas do que anticorpos IgG presentes no colostro da mesma paciente. Em contraste, IgA específica presente no colostro reconheceu maior número de antígenos do que IgA presente em amostras de soro da mesma paciente. Adicionalmente, mostramos que a fração de 60 kDa pode ser um bom marcador de diagnóstico para infecção aguda, pois ela foi reconhecida frequentemente por anticorpos IgG de baixa avidez de ambas amostras; e a fração de 39 kDa pode ser um marcador de diagnóstico de toxoplasmose congênita. Nossos resultados demonstraram uma associação significativa entre anticorpos específicos a T. gondii presentes em amostras de soro e leite, evidenciando que é possível diagnosticar toxoplasmose usando leite humano, uma forma não invasiva de obter amostra biológica.
Abstract: Toxoplasmosis is a zoonosis caused by the intracellular parasite Toxoplasma gondii, which infects different hosts including up to a third of the world s human population and may cause severe damage to the fetus in congenital infection. Maternal breastfeeding is the most natural and safe way to feed a newborn, with the ability to provide good development of the infant s immune system. All immunoglobulin isotypes are present in human breast milk, mainly in the colostrum, with systemic or local source. There are several pieces of evidence showing that breastfeeding protects the infant against a wide range of diseases, but few efforts have been directed to identifying the protecting action of human milk against parasitic infections, including T. gondii. Due to the importance of breastfeeding and to the high prevalence of toxoplasmosis, this study was conducted in order to detect and evaluate the presence of specific T. gondii IgG, IgM and IgA antibodies in paired serum and colostrum samples. The study was carried out on 289 puerperal women from Clinical Hospital of Universidade Federal de Uberlândia (mean age 24.8 years, range 14 43 years). Their serum and colostrum samples were analyzed by ELISA and immunoblotting assays against soluble antigens from T. gondii. ELISA tests showed reactivity for anti-T. gondii IgG, IgM and IgA, respectively, in 136 (47.0%), 20 (6.9%), 8 (2.8%) serum samples and in 133 (46.0%), 23 (7.9%), 8 (2.8%) colostrum samples. Also, it was observed significant correlation rates between anti-T. gondii antibodies levels in serum and colostrum samples. Immunoblotting assays showed that it was possible to detect IgG, IgM and IgA antibodies specific to different antigens of T. gondii in serum as well as colostrum. IgG present in serum and colostrum recognized more antigenic fractions compared to the IgM and IgA, and seric IgG always detected more antigenic fractions than IgG in colostrum from the same patient. In contrast, specific IgA antibodies present in colostrum recognized a higher number of antigens than IgA present in serum from the same patient. Furthermore we have shown that 60 kDa antigenic fraction may be a good marker to diagnose acute toxoplasmosis infection, because it was recognizes frequently by low avidity IgG antibodies in both samples; and 39 kDa antigenic fraction may be a marker to diagnose congenital toxoplasmosis. Our results showed a significant association between T. gondii-specific antibodies present in serum and in milk samples from the patients, demonstrating that it is possible to diagnose toxoplasmosis using human milk, a noninvasive way to obtain biological samples.
Keywords: Toxoplasma gondii
Anticorpos
Colostro
Antibodies
Colostrum
Toxoplasmose
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::IMUNOLOGIA::IMUNOLOGIA APLICADA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Imunologia e Parasitologia Aplicadas
Citation: OLIVEIRA, Ana Carolina de Morais. Isótipos de anticorpos específicos a Toxoplasma gondii presentes em amostras de leite humano: uma ferramenta para o diagnóstico de toxoplasmose aguda. 2013. 84 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16694
Issue Date: 13-Sep-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Imunologia e Parasitologia Aplicadas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IsotiposAnticorposEspecificos.pdf2.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.