Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16627
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Papel de MIF (Fator de Inibição de Migração de Macrófagos) na proteção de células trofoblásticas (BeWo) e explantes de terceiro trimestre contra infecção por Toxoplasma gondii
metadata.dc.creator: Gomes, Angelica de Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1: Ferro, Eloisa Amália Vieira
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Mineo, Jose Roberto
metadata.dc.contributor.referee1: Silva, Neide Maria da
metadata.dc.contributor.referee2: Oliani, Sônia Maria
metadata.dc.description.resumo: O Fator de Inibição de Migração de Macrófagos (MIF) desempenha inúmeras funções no organismo. Suas funções imunológicas incluem a modulação da resposta de hospedeiros a patógenos. Diferente de outras citocinas, MIF é induzida na presença de glicocorticóides, vencendo a atividade imunossupressora destes hormônios. O objetivo deste estudo foi verificar a função de MIF na proteção de células trofoblásticas (BeWo) como modelo experimental de primeiro trimestre de gestação e explantes placentários de terceiro trimestre contra infecção por Toxoplasma gondii. Para este propósito células BeWo foram incubadas em meio de cultura tratados ou não com antígeno solúvel de T. gondii (STAg), rMIF, anticorpo policlonal anti-MIF, sobrenadantes de cultura celular (SPN), ou SPN adicionado de anti-MIF. Posteriormente, as células foram infectadas ou não por T. gondii e incubadas novamente com os mesmos estímulos. Sobrenadantes de cultura de células BeWo foram utilizados para dosagem da produção de MIF por ensaio ELISA. Células BeWo foram fixadas e coradas para determinar a replicação de parasitos e o índice de infecção. Além disso, explantes de placentas foram coletados, estimulados ou não com STAg e infectados ou não com T. gondii. Os explantes foram processados para a análise morfológica, Imuno-histoquímica e sobrenadantes foram analisados por ELISA para quantificar a produção de MIF. Resultados mostraram que a produção de MIF foi aumentada em sobrenadantes de células BeWo estimuladas com STAg e em células infectadas com T. gondii em comparação com células não infectadas. Entretanto, estes resultados não foram observados em explantes de placenta de terceiro trimestre. O índice de infecção e replicação de T. gondii em células BeWo aumentou com o bloqueio de MIF endógeno e diminuiu na presença de MIF exógeno. Então, nós concluímos que MIF é um importante fator no controle da infecção por T. gondii em células trofoblásticas de linhagem BeWo. E que a ausência de regulação positiva de MIF frente à infecção em explantes de terceiro trimestre pode ter relação com a maior suscetibilidade à infecção nesta fase gestacional.
Abstract: Macrophage Migration Inhibitory Factor (MIF) performs various roles. It s immunological functions include the modulation of the host response to pathogens. In contrast to other known cytokines, MIF production is induced rather than suppressed by glucocorticoids, and MIF has been found to override the immunosuppressive effects of glucocorticoids. The aim of this study was to verify the role of MIF on the defense of trophoblastic cells (BeWo) like a experimental model of first trimester of pregnancy and placental explants of third trimester against infection by Toxoplasma gondii. For this purpose, BeWo cells were incubated in culture medium treated or not with STAg, rMIF, anti-MIF, supernatants of cultured cells (SPN) pre stimulated for MIF production, or SPN plus anti-MIF. Followed by infection or sham-infection with T. gondii the cells were again incubated in the presence of the same stimulus. Supernatants of BeWo cells were assessed for MIF production. BeWo cells were processed to measure replication of parasites and index of infection and for immunocitochemistry assay. In addition, placental explants were stimulated or not with STAg and infected or not with T. gondii. Explants were processed for morphologic and immunohistochesmistry analyses and supernatants were accessed for MIF production. Results showed that MIF is increased in supernatants of cultured BeWo cells infected with T. gondii or stimulated with STAg compared with non infected cells. However, it wasn´t observed for placental explants. The index of infection and replication of parasites increased with blockade of endogenous MIF and reduced in presence of exogenous MIF in BeWo cells. Thus, we conclude that MIF is an important factor in control of T. gondii infection in BeWo trophoblastics cells. The lack up regulation of MIF by infection in third trimester placental explants may have relationship with the more susceptible to infection at this gestational age.
Keywords: BeWo
Explantes placentários
MIF
T. gondii
Placental explants
Toxoplasmose
Toxoplasma gondii
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::IMUNOLOGIA::IMUNOLOGIA APLICADA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Imunologia e Parasitologia Aplicadas
Citation: GOMES, Angelica de Oliveira. Papel de MIF (Fator de Inibição de Migração de Macrófagos) na proteção de células trofoblásticas (BeWo) e explantes de terceiro trimestre contra infecção por Toxoplasma gondii. 2008. 81 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2008.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16627
Issue Date: 30-Jul-2008
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Imunologia e Parasitologia Aplicadas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Angelica.pdf953.4 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.