Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16615
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Title: Infecção de corrente sanguínea de natureza hospitalar associada ao cateter venoso central: impacto da adoção de um pacote de medidas de prevenção e controle e patogenia de infecções por Staphylococcus epidermidis em neonatos críticos
Author: Resende, Daiane Silva
First Advisor: Gontijo Filho, Paulo Pinto
First coorientator: Ribas, Rosineide Marques
First member of the Committee: Pontes, Natália Iorio Lopes
Second member of the Committee: Oliveira, Cristina da Cunha Hueb Barata de
Third member of the Committee: Silva, Helisangela de Almeida
Fourth member of the Committee: Brito, Cristiane Silveira de
Summary: As infecções de corrente sanguínea de natureza hospitalar são as mais frequentes em unidades de terapia intensiva neonatal (UTIN), aumentando consideravelmente o tempo de permanência na unidade e os custos hospitalares, além de contribuírem para pior prognóstico do paciente, principalmente em hospitais de países em desenvolvimento. Os objetivos do estudo foram: avaliar o impacto de um pacote de medidas relativo aos cuidados e manutenção de Cateter Venoso Central (CVC) na redução das infecções de corrente sanguínea de origem hospitalar (ICSh), e definir a patogênese e epidemiologia molecular dessas infecções causadas por S. epidermidis em uma UTIN de um hospital universitário brasileiro. O estudo incluiu os neonatos admitidos na unidade do Hosiptal de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia, durante o período de outubro/2010 a agosto/2012. A vigilância epidemiológica utilizada para busca ativa de ICSh foi a do National Healthcare Safety Network (NHSN), e um protocolo de inserção e manutenção do cateter venoso baseado nas diretrizes do Center for Disease Control (CDC) foi adotado na unidade. No estudo da patogênese das ICSh por S. epidermidis, foram realizadas culturas da pele no sítio de inserção e do canhão do CVC, assim como das mucosas nasal e intestinal dos neonatos, a partir de 48 h até 14 dias da utilização do procedimento invasivo, ou sua positivação, e da ponta do CVC após sua retirada. O trabalho obteve a aprovação do comitê de ética em pesquisa da UFU (protocolo 464/10). No total, 112 recém-nascidos desenvolveram ICS (20,3%) totalizando 178 episódios (32,3%), com 139 (25,2%) definidos como de natureza hospitalar. As taxas de incidência durante a investigação de ICSh foram de 16,1/1000 pacientes-dia e 23,0/1000 CVC-dia, com variações significativas durante o período de investigação, sendo maiores (59,6/1000 pacientes-dia) nos meses de janeiro de 2011 e 2012 quando comparadas com as taxas dos outros meses (16,6/1000 pacientes-dia, IRR:3,59; P<0,001). Adicionalmente, também houve uma redução significativa nas taxas destas infecções no período de relocação da Unidade para uma unidade provisória, com taxa de 10,3/1000 pacientes-dia vs 26,7/1000 pacientes-dia, no período anterior de vigilância (IRR=2,59; P=0,007). A adoção do protocolo de prevenção e controle dessas infecções, resultou na redução significativa da incidência de ICSh de 23,4/1000 pacientes-dia durante a pré-intervenção para 14,7/1000 pacientes-dia (IRR=1,59; P=0,04). O S. epidermidis foi o agente etiológico mais frequente, respondendo por 38,3% dos episódios de sepse, seguido pelo Staphylococcus aureus (12,5%). Na avaliação por análise molecular das amostras de 8 casos de ICSh por S. epidermidis, 50,0% foram relacionadas ao CVC e a contaminação do canhão (68,4%), colonização da pele no sítio de inserção (57,8%), e mucosas nasal e intestinal (73,6%) dos neonatos foram elevadas. Todos os isolados de S. epidermidis dos 19 neonatos incluídos no estudo da patogênese foram resistentes a oxacilina, com 63,1% mostrando perfil de multirresistência. Foram encontrados 7 perfis genotípicos distintos de MRSE, diferenciados por um coeficiente de similaridade de 80,0%, com a presença de um clone dominante na unidade (clone A), incluindo 77,8% das amostras, sugestivo de transmissão horizontal através das mãos de profissionais da unidade. Na metade das infecções de corrente sanguínea por S. epidermidis analisadas por técnica molecular, os resultados foram sugestivos de sua disseminação através da translocação da mucosa intestinal. A continuidade nessas investigações utilizando população maior de neonatos é necessária para uma melhor definição da origem de S. epidermidis, de forma a possibilitar a adoção de medidas mais efetivas na prevenção destas infecções em neonatos.
Abstract: Nocomial bloodstream infections (BSI) are most frequent infection in neonatal intensive care units (NICU), increasing considerably the length of stay in the unit and hospital costs besides contributing to poor prognosis, manly in hospitals developing countries settings. The aims of the study were to assess the impact of a care bundle for managment of Central Venous Catheter (CVC) to reduce nosocomial bloodstream infection, and to describe the pathogenesis and molecular epidemiology of infections due to S. epidermidis in a NICU of a Brazilian university hospital. The study included newborns admitted to the unit of Clinical Hospital of Federal University of Uberlândia from October / 2010 to August / 2012. Epidemiological surveillance used to follow BSI was the \"National Healthcare Safety Network\" (NHSN), and an insertion protocol for insetion and maintenance of central venous catheter based on Center for Disease Control (CDC) guidelines was adopted in unit. For the study of the pathogenesis of these infections due to S. epidermidis, cultures of the skin in the insertion site and CVC hub, as well as the nasal and intestinal mucosa of neonates were performed from 48 hrs to 14 days using the invasive procedure, or positive hemoculture, and the tip of the CVC after its withdrawal. The study was approved by the ethics committee in research of the UFU (protocol 464/10). A total of 112 infants developed BSI (20.3%) totaling 178 episodes (32.3%), 139 (25.2%) defined as hospital acquired. Incidence rates of BSI during the sudy research were 16.1 /1000 patient-days and 23.0/1000 CVC-days, but with significant variations during the investigation period, with increasing rates (59.6 / 1000 patient-days) in January 2011 and 2012 when compared with the rates of other months (16.6/1000 patient-days; IRR 3.59; P <0.001) In addition, there was also a significant reduction in the rate of these infections during the relocation of the unit for a provisory site, with rate of 10.3/1000 patient-days vs 26.7 / 1000 patient-days in the previous monitoring period (IRR= 2.59; P=0.007). The adoption the bundle resulted in significant reduction of BSI incidence of 23.4/1000 patient-days during the pre-intervention period to 14.7 / 1000 patient-days (IRR = 1.59; P = 0.04). S. epidermidis was the most frequent etiologic agent, accounting for 38.3% of the episodes of sepsis, followed by Staphylococcus aureus (12.5%). When analyzed by molecular techniques 8 cases of BSI due S. epidermidis 50,0% were related to CVC. The contamination of hub (68.4%), and skin at the insertion site colonization (57.8%), and nasal and intestinal mucoca (73.6%) of neonates was high. All isolates of S. epidermidis of 19 newborns in the study of the pathogenesis were resistant to oxacillin and 63.1% with multidrug resistance profile. S distinct genotypic profiles of MRSE were found by a 80.0% similarity coefficient, with the presence of a dominant clone in the unit (clone A), including 77.8% of the samples, suggesting horizontal transmission through the hands of unit staff. Half of bloodstream infections by S. epidermidis analyzed by molecular techniques were indicative as acquired by intestinal translocation. It is necessary to continue these investigations using a larger population of neonates for a better definition of the origin of S. epidermidis, to enable adoption of effective measures to prevent these infection in newborns.
Keywords: Neonatos
Infecção de corrente sanguínea
Bundle
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::IMUNOLOGIA::IMUNOLOGIA APLICADA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-graduação em Imunologia e Parasitologia Aplicadas
Quote: RESENDE, Daiane Silva. Infecção de corrente sanguínea de natureza hospitalar associada ao cateter venoso central: impacto da adoção de um pacote de medidas de prevenção e controle e patogenia de infecções por Staphylococcus epidermidis em neonatos críticos. 2015. 67 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16615
Date of defense: 25-Jun-2015
Appears in Collections:TESE - Imunologia e Parasitologia Aplicadas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
InfeccaoCorrenteSanguinea.pdf2.07 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.