Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16557
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Comportamento da homocisteína e de marcadores de inflamação e de lesão miocárdica em crianças portadoras de cardiopatia congênita submetidas à cirurgia cardíaca
metadata.dc.creator: Ribeiro, Alessandra Carla de Almeida
metadata.dc.contributor.advisor1: Mineo, Jose Roberto
metadata.dc.contributor.referee1: Abdallah, Vânia Olivetti Steffen
metadata.dc.contributor.referee2: Resende, Elmiro Santos
metadata.dc.contributor.referee3: Gomes, Roseli Aparecida da Silva
metadata.dc.contributor.referee4: Musatti, Chloe Camba
metadata.dc.description.resumo: A cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea (CEC) é considerada importante causa de resposta inflamatória sistêmica, com sérias implicações clínicas. O grau de inflamação e lesão miocárdica pode modificar o prognóstico dos pacientes. A homocisteinemia tem sido relacionada com a fisiopatologia de doenças cardiovasculares, podendo estar envolvida nos mecanismos do estresse oxidativo. O objetivo deste estudo foi determinar a concentração de homocisteína e outros marcadores de inflamação e lesão miocárdica em pacientes pediátricos portadores de cardiopatia congênita submetidos à cirurgia cardíaca e analisar a associação entre a homocisteína e variáveis clínicas e cirúrgicas neste grupo de pacientes. Foram estudados prospectivamente 29 pacientes. Os níveis séricos de homocisteína e marcadores de inflamação (números absolutos de leucócitos e bastonetes e proteína C reativa) e lesão miocárdica (creatinoquinases e troponina T) foram avaliados em três tempos de coleta: D0 - pré-operatório (controle), D1 - pós-operatório imediato (admissão UTI-PED) e D2 - 3º dia de pós-operatório. As médias de homocisteína encontradas foram, respectivamente, 7,530,51 M em D0, 9,430,66 M em D1 e 8,120,60 M em D2. Não se observou variação dos níveis de homocisteína segundo o tipo de cardiopatia congênita, mas os níveis aumentaram com o estímulo da CEC, não tendo relação com os tempos de cirurgia, circulação extracorpórea ou clampeamento de aorta. Os marcadores de inflamação e lesão miocárdica estudados também aumentaram seus valores no pós-operatório imediato em resposta ao estímulo do procedimento, sendo observada uma correlação positiva com a homocisteína apenas em relação à proteína C reativa, no 3o dia de pós-operatório. Em conclusão, os níveis séricos de homocisteína e marcadores de inflamação e lesão miocárdica estudados aumentam no pós-operatório imediato de cirurgias cardíacas em crianças portadoras de cardiopatias congênitas. O aumento dos níveis de homocisteína está relacionado ao estímulo promovido pela circulação extracorpórea, não havendo correlação com os outros marcadores estudados, exceto com a proteína C reativa aumentada.
Abstract: Cardiac surgery with cardiopulmonary bypass is considered a major cause of systemic inflammatory response, and may have important clinical implications. Analysis of the level of inflammation and myocardial injury may be useful to determine prognosis. Homocysteinemia has been related to the physiopathology of cardiovascular diseases, and may be linked to the mechanisms of oxidative stress. The aim of this study was to determine the concentration of homocysteine and other inflammation and myocardial injury markers in pediatric patients with congenital heart disease who were submitted to cardiac surgery. In addition, the relation between homocysteine and clinical and surgical variables in this group of patients was also analyzed. A total of 29 patients were prospectively studied. Serum levels of homocysteine, inflammation markers (absolute number of white blood cells and band cells and C-reactive protein) and myocardial injury markers (creatine kinases and troponin T) were assessed at three different moments: D0 preoperatively (control), D1 immediately postoperatively (upon admission to the pediatric ICU) and D2 three days after surgery. Averages of homocysteine were, respectively, 7.53  0.51 M at D0, 9.43  0.66 M at D1 and 8.12  0.60 M at D2. Variation in homocysteine levels was not related to the type of congenital heart disease. Cardiopulmonary bypass led to an increase in homocysteine levels, which was not related to duration of the procedure, cardiopulmonary bypass or aortic clamping. Levels of inflammation and myocardial injury markers also increased immediately postoperatively in response to the surgical procedure. A positive correlation was observed between homocysteine and C-reactive protein three days after surgery. In conclusion, serum levels of homocysteine, inflammation markers and myocardial injury markers increase immediately postoperatively in patients with congenital heart disease submitted to cardiac surgery. Increased homocysteine levels are related to cardiopulmonary bypass and increased C-reactive protein levels. However, increased homocysteine levels are not related to any of the other markers studied.
Keywords: Homocisteína
Proteína C reativa
Inflamação
Lesão miocárdica
Cirurgia cardíaca
Cardiopatia congênita
PCR
Homocysteine
C-reactive protein
Inflammation
Myocardial injury
Cardiac surgery
Congenital heart disease
Cardiopatia congênita nas crianças
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::IMUNOLOGIA::IMUNOLOGIA APLICADA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Imunologia e Parasitologia Aplicadas
Citation: RIBEIRO, Alessandra Carla de Almeida. Comportamento da homocisteína e de marcadores de inflamação e de lesão miocárdica em crianças portadoras de cardiopatia congênita submetidas à cirurgia cardíaca. 2006. 77 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2006.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16557
Issue Date: 31-Mar-2006
Appears in Collections:TESE - Imunologia e Parasitologia Aplicadas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dis.pdf812.63 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.