Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16513
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: "O amor pelo buraco da fechadura" : honra e moralidade nas representações jornalísticas de Nelson Rodrigues no jornal Última Hora - 1951-1961
metadata.dc.creator: Santos, Leandro Antônio dos
metadata.dc.contributor.advisor1: Santos, Regma Maria dos
metadata.dc.contributor.referee1: Borges, Valdeci Rezende
metadata.dc.contributor.referee2: Fernandes Júnior, Antônio
metadata.dc.description.resumo: A investigação proposta em questão se insere dentro da perspectiva da Nova História Cultural, tem como base a relação entre imaginário e representações culturais, focando em aspectos como a família, o cotidiano e a aproximação de um meio de comunicação (Última Hora) com o poder político varguista (1951-1954). É objetivo desta pesquisa perceber os aspectos da honra e moralidade no Brasil, tendo como pano de fundo a historicidade da narrativa de Nelson Rodrigues e seu olhar jornalístico, no tocante ao quadro das relações amorosas nos anos dourados (1950-1964), retratadas em seus contos-crônicas, no universo do jornal. Algumas perguntas nos instigam e nos levam a propormos a investigação, que são: como estão apresentadas tais relações em seus contos-crônicas? Que discursos perpassavam a instituição familiar? Que imagens de feminino e de masculino são representadas em sua obra? Como o autor concebia o jornalismo e sua forma de escrita? Partimos da hipótese de que o escritor, revelando, por meio das representações sociais, o contexto urbano de sua época, captou, por meio de sua lente, as ―coisas miúdas‖ do cotidiano, tais como as práticas urbanas relacionadas aos casos de adultério, que eram criticados pela forte moral sexual emanada dos discursos que perpassavam a família. O foco da investigação é entender as implicações sociais da escrita de Nelson Rodrigues e sua imagem como jornalista da vida diária, além de compreender a ampla repercussão de seu universo textual. Sua popularidade advém da sensível genialidade incomparável por retratar fatos inerentes ao cotidiano e, assim, ganhou amplo destaque na sociedade de sua época, mas também vieram os rótulos como de escritor imoral. Intenta-se abordar um período rico na composição do seu universo jornalístico, tendo em vista a importância do autor como intelectual ligado às tensões sociais de sua época, e promover uma visão menos redutora de sua obra na contemporaneidade. A proposta da pesquisa consiste em adentrar o vasto e instigante campo do imaginário social produzido pela narrativa literária de Nelson Rodrigues e das representações sociais da vida cotidiana. Teremos como corpus documental principal a obra em prosa A vida como ela é... O homem fiel e outros contos, que foram selecionados e publicados pelo escritor e crítico Ruy Castro, e que, originalmente, foram publicados em sua Coluna diária ―A vida como ela é...‖, no Jornal Última Hora, de Samuel Wainer, durante os anos de 1951 a 1961.
Abstract: The proposed research in question that is inserted in the perspective of New Cultural History, is based on the relationship between imaginary and cultural representations, focusing on aspects such as family, daily life, the approach of the media (Última Hora) with Vargas politician power (1951-1954). The objective of this research is to realize the aspects of honor and morality in Brazil, with the backdrop of the historicity of Nelson Rodrigues narrative and his journalistic look, concerning the context of relationships in the golden years (1950-1964), portrayed in his chronic-tales, in the universe of the newspaper. Some questions instigate and lead us to propose the research, among them: How are such relationships presented in their chronic-tales? Which speeches passed by the family institution? Which female and male images are represented in his work? How did the author conceive journalism and his way of writing? Our hypothesis is that the writer, revealing through social representations the urban context of his time, captured through his lens, the "little things" of daily life such as urban practices related to cases of adultery, that were critisised by the strong sexual morality emanating from the discourses that passed by the family. The focus of the research is to understand the social implications of Nelson Rodrigues writing and his image as a journalist of daily life, and understand the wide impact of his textual universe. His popularity comes from the sensitive incomparable wit for portraying facts inherent in everyday life and thus he gained wide prominence in the society of his time, but also he gained labels as immoral writer. We try to approach a rich period in the composition of his journalistic universe, in view of the importance of the author as an intellectual linked to the social tensions of his time, and promote a less narrow view of his work in the contemporaneity. The purpose of the research is to penetrate in the vast and exciting social imaginary field produced by literary narrative of Nelson Rodrigues and social representations of everyday life. We will have as main documentary corpus the work in prose A vida como ela é ... O homem fiel e outros contos that were selected and published by the writer and critic Ruy Castro, and which originally were published in his daily post ―A vida como ela é ...‖ in Samuel Wainer s Última Hora newspaper during the years 1951-1961.
Keywords: História social
Rodrigues, Nelson, 1912-1980. - A vida como ela é
Rodrigues, Nelson, 1912- 1980 - Crítica e interpretação
Nelson Rodrigues
Jornalismo
Representações sociais
Moralidade
Família
Journalism
Representations
Morality
Family
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em História
Citation: SANTOS, Leandro Antônio dos. "O amor pelo buraco da fechadura" : honra e moralidade nas representações jornalísticas de Nelson Rodrigues no jornal Última Hora - 1951-1961. 2016. 225 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16513
Issue Date: 1-Feb-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AmorBuracoFechadura.pdf2.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.