Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16465
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Garimpeiros, quando a cobra tá fumando : condições de vida e de trabalho nos garimpos em Roraima (1975-1991)
metadata.dc.creator: Santos, Adriana Gomes
metadata.dc.contributor.advisor1: Cardoso, Heloisa Helena Pacheco
metadata.dc.contributor.referee1: Paula, Dilma Andrade de
metadata.dc.contributor.referee2: Damasceno, Fernando Sérgio
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho propõe-se a discutir as relações sociais de trabalho e as condições de vida dos trabalhadores dos garimpos em Roraima, localizada na parte setentrional da Amazônia. No enfrentamento com os discursos dominantes privilegiamos o entrecruzamento das fontes, em especial, a narrativa dos trabalhadores. Através de suas vivências tentamos questionar estigmas e estereótipos, assim como, também, o passado, a partir das experiências e das disputas engendradas no presente. Essa perspectiva de análise foi escolhida de forma intencional a fim de direcionarmos o nosso tratamento aos setores e classes que poucas oportunidades têm de expor suas visões. Dessa forma, estamos diante da complexa análise de um espaço de disputa em que a própria imagem da pesquisadora é colocada como objeto de reflexão. Assim, buscamos visibilizar os sujeitos e os grupos com interesses divergentes que disputam as mesmas áreas. Neste intrincado jogo de interesses, a imagem dos garimpeiros é forjada de acordo com as necessidades dos grupos em responder às pressões sociais, aos conflitos e às disputas. Também abordamos a construção do garimpo como território de disputa em que os povos indígenas, juntamente com as organizações e instituições que os apoiam, enfrentam uma guerra emblemática contra os demais invasores e garimpeiros. Nesse mesmo território também são vivenciadas pelos trabalhadores a intensidade da exploração, as péssimas condições de trabalho e a ausência de direitos trabalhista e políticas publicas. Esse descaso, por sua vez, parece servir aos interesses de manutenção das condições de trabalho e de conflito que perdura há décadas nas áreas indígenas. A experiência do garimpo transformou esses garimpeiros, homens e mulheres, trabalhadores, constituindo-se novos sujeitos sociais que mantêm suas relações fugidias num emaranho de lutas e disputas.
Abstract: The purpose of this paper is to discuss the working relationships and the living conditions of mines\' workers in Roraima, located in Amazon\'s northern region . In dealing with the dominant discourses we privileged the sorces\' intersection, in particular the workers\' narratives. Through their experiences we tryed to question stereotypes and stigmas, as well as the past, from the experiences and disputes engendered in the present. This perspective of analysis was intentional and its purpose was to focus our study in the sectors and classes that have few opportunities to express their views. Therefore we stand before the complex analysis of an area in dispute in which the researcher\'s own image is placed as an object of reflection. Thus, we seek to demonstrate the subjects and groups with divergent interests vying for the same areas. In this intricate interplay of interests, the miners\' image is forged according to the needs of groups to respond to social pressures, conflicts and disputes. We also discussed the mine\'s structuring as a territory in dispute in which indigenous peoples, along with the organizations and institutions that support them, face an emblematic war against miners and other invaders. In this same area workers also experience the intense exploitation, the poor working conditions and lack of labor rights and public policies. This neglection, in turn, seems to serve to those who are interested in maintaining these working conditions and conflicts that have endured for decades in indigenous areas. The mining experience remodelled these working men and women, constituting themselves as new social subjects who maintain their elusive relationships in a maze of fights and disputes.
Keywords: Garimpos
Garimpeiros
Conflito
Interesses
Experiências
Mining
Miners
Conflict
Interests
Experiences
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em História
Citation: SANTOS, Adriana Gomes. Garimpeiros, quando a cobra tá fumando : condições de vida e de trabalho nos garimpos em Roraima (1975-1991). 2013. 150 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16465
Issue Date: 23-Aug-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GarimpeirosQuandoCobra parte 1.pdf7.9 MBAdobe PDFView/Open
GarimpeirosQuandoCobra parte 2.pdf8.66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.