Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16423
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Entre divisas, divisores e um massacre: a emancipação da não construída cidade de Ipatinga-MG
metadata.dc.creator: Freitas, Geraldo Vinícius Ribeiro
metadata.dc.contributor.advisor1: Almeida, Paulo Roberto de
metadata.dc.contributor.referee1: Morais, Sérgio Paulo
metadata.dc.contributor.referee2: Rodrigues, Rejane Meireles Amaral
metadata.dc.description.resumo: Construir a História de Ipatinga respeitando a pluralidade de agentes e fatos ocorridos entre 1950 e 1963. O que priorizamos é a constatação da existência de dois distritos de Coronel Fabriciano que com a emancipação de Ipatinga em 1964 integrariam a nova cidade constituindo a parte mais antiga de sua História. Em 1958 começa a construção da Usina Intendente Câmara, primeira unidade da Usiminas S/A. Com a construção dessa usina parte da História desta cidade se condiciona a narrar o que existia no vilarejo de Ipatinga, hoje região do centro que se constituiu desde 1922 ás margens da Estrada de ferro Vitória-Minas. O vilarejo de Água Limpa que hoje recebe o nome de Barra Alegre é considerado mais antigo que a vila perto da EFVM, mas sua trajetória e narrada sem muitos detalhes. O trabalho pretende refletir sobre a comunicação política humana que estas duas localidades tiveram num momento anterior à chegada da Usiminas até o incidente conhecido como Massacre de Ipatinga que seria decisivo para emancipação deste lugar apesar de não ser reconhecido como. O esforço de entendimento e como os dois distritos se comunicavam anterior ao projeto capitalista que ocasionou um crescimento populacional acelerado a partir da década de 60. Esta fração da história de Ipatinga é posta menos em evidência. Então priorizamos a vida dos antigos habitantes que viviam na região sem ter consciência do quanto suas vidas modificariam drasticamente em contato com os novos personagens. Uma diversidade de relações humanas foi posta de lado para se construir uma cidade que faz do Aço propaganda de seus investimentos humanos e políticos.
Abstract: This study aims to construct the History of Ipatinga-MG, with respect to the plurality of agents and events that occurred between 1950 and 1963. The priority is finding two districts of Coronel Fabriciano, which integrate the new city when happened the emancipation of Ipatinga in 1964, constructing the oldest part of its history. In 1958 starts the construction of the Usina Intendente Câmara, which was the first unit of Usiminas S/A. As construction of this plant, part of the history of this city is conditioned to narrate what existed in the Ipatinga village, which is today a region which has become the center since 1922 on the banks of the railroad Vitória-Minas. The Água Limpa village, named today Barra Alegre is considered the oldest near the EFVM, but its history is narrated without much detail. This work intends to reflect on political and human communication these two places had a long time before the arrival of Usiminas until the incident known as the Massacre de Ipatinga , which would be decisive for the emancipation of that place, although it isn‟t recognized. The effort of understanding and how the two districts previously communicated to the capitalist project is what led to a fast population growth from the 1960s. This story‟s fraction of Ipatinga is less put in evidence. Therefore, we prioritize the life of older people living in the region without being aware of how their lives would change dramatically in touch with new characters A variety of human relations was put aside for building a city that makes the Steel of their of human and political investment merchandizing.
Keywords: Trabalhadores
Usiminas
Ipatinga-MG
Cidade
Conflito
Workers
City
Conflict
História social
Ipatinga (MG) - História
USIMINAS - História
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em História
Citation: FREITAS, Geraldo Vinícius Ribeiro. Entre divisas, divisores e um massacre: a emancipação da não construída cidade de Ipatinga-MG. 2012. 166 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16423
Issue Date: 24-Feb-2012
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf6.02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.