Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16342
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Os Confins de Mário Palmério: história e literatura regional
Author: Aidar, Maria Aura Marques
First Advisor: Machado, Maria Clara Tomaz
First member of the Committee: Lehmkuhl, Luciene
Second member of the Committee: Borges, Valdeci Rezende
Summary: Esta dissertação enfoca História e Literatura regionais, utilizando para isso o livro Vila dos Confins, de Mário Palmério, editado pela Livraria José Olympio Editora, no ano de 1956. Buscou-se entender as condições em que foi escrito, o contexto histórico em que se inseria, qual foi a recepção ao livro de um deputado que tratava de política de forma ficcional. A matéria que Palmério mostrava em sua narrativa era historicamente formada e registrou de algum modo o tecido social de sua existência. O processo literário de Vila dos Confins foi abordado em dois momentos, o da escrita e o da leitura. O primeiro em relação ao momento da criação, que recebeu influências do contexto da época e da sociedade em que vivia Mário Palmério; o segundo em relação à recepção e à vitalidade da obra, o processo de leitura e interpretação de seus leitores e críticos. Nessa análise são pesquisados os Confins e suas raízes, situando a obra e pesquisando o regionalismo como movimento literário. Vila dos Confins apresenta fraudes e falcatruas políticas ocorridas em uma eleição para prefeito num lugarejo perdido no sertão de Minas Gerais. Palmério escreveu um livro de seu tempo, considerado por alguns críticos literários como um livro testemunho. Coerente com seu lugar social expôs, em forma de ficção, a política como os brasileiros conheciam. Escancarou a beleza da vida simples do interior para um Brasil que se achava em desenvolvimento, mas que possuía suas raízes e memória no campo. No entanto, apesar de a política ter sido tratada com verossimilhança, não houve envolvimento, não foi apresentada ideologia. Os leitores e críticos literários deram o sentido, conferiram ao livro a legibilidade reconhecida em si mesmos, atribuíram significados ao sistema de signos depois de decifrá-los. Leram o Brasil à sua volta e vislumbraram o que eram e onde estavam. Verificou-se a recepção no sentido do que ela provocou e desencadeou no receptor, por meio do texto, desde a simples compreensão até a diversidade de reações por ela provocadas. O ano de lançamento do livro foi o ano da profissionalização da crítica literária em jornais e revistas e isso ajudou na grande vendagem do livro. A presença das análises críticas nos jornais, o advento dos suplementos literários foi altamente benéfico para a literatura como um todo nesse final de década.
Abstract: This dissertation focuses on regional history and literature, using for this the book Vila dos Confins, Mario Palmério, published by Editora Bookstore Jose Olympio, in the year 1956. The aim was to understand the conditions under which it was written, the historical context in which they formed, what was the reception to the book of a politician who treated politics as fiction. The issue that Palmério showed in his narrative was historically formed and registered somehow the social context of its own existence. The literary process of Vila dos Confins was approached by two moments, the writing and the reading. The first one about the relation to the moment of creation, that received influences of the time and society context where Mário Palmério lived; and the second for the receipt and the vitality of the work, the process of reading and interpretation of its readers and critics. In this analysis will find the Confins and its roots, putting the work and researching regionalism as literary movement. Vila dos Confins politicians stratagems and presents frauds occurred in an election for mayor in a small town of Minas Gerais. Palmério wrote a book of his era, considered by some literary critics as a testimonial. Consistent with its social place explained, in the form of fiction, the politics as the Brazilians knew. He brought to the surface the simple life inside of Brazil that found itself in development, but still had its roots and memory. However, although the politics has been dealt with similarity, there was no involvement, was not given ideology. The readers and literary critics gave meaning, they confer on book the readability recognized in themselves and After decipher them, they attributed meaning to the system of signs. They looked to Brazil around them and thought about what they were and where they were. a reception was verified in the sense that it caused and triggered in the receiver, through the text, from simple understanding to the diversity of reactions provoked by it. The year to launch the book was the year of the professionalization of literary criticism in newspapers and magazines and this helped in the large selling of the book. The presence of critical analyses in newspapers and the appearence of literary supplements was highly beneficial to the literature as a whole in the end of this decade.
Keywords: História e literatura
Palmério, Mário, 1916- Vila dos Confins
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-graduação em História
Quote: AIDAR, Maria Aura Marques. Os Confins de Mário Palmério: história e literatura regional. 2008. 219 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2008.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16342
Date of defense: 20-Aug-2008
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Aura.pdf8.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.