Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16328
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: La Barraca Teatro Universitário : reflexões sobre encenação (Espanha 1931-1936)
metadata.dc.creator: Passos, Simone Aparecida dos
metadata.dc.contributor.advisor1: Ramos, Rosangela Patriota
metadata.dc.contributor.referee1: Machado, Irlei Margarete Cruz
metadata.dc.contributor.referee2: Costa, Rodrigo de Freitas
metadata.dc.contributor.referee3: Nunes, Leandro José
metadata.dc.contributor.referee4: Barbosa, Kátia Eliane
metadata.dc.description.resumo: A PROTAGONISTA DESTE trabalho é uma companhia de teatro chamada La Barraca Teatro Universitario, ela se caracterizou por ser uma trupe itinerante que atuou na Espanha na primeira metade do século XX entre os anos de 1931 e 1936. A direção desta esteve a cargo de Federico García Lorca, atividade que exerceu de forma voluntária como idealizador, encenador e ator. Nossa discussão envereda pela consideração de que na gerência de seus ideais importando a experiência política, estética e pedagógica, a companhia propunha um debate com a sociedade com o objetivo de formular um presente-futuro utilizando-se da encenação teatral. A hipótese levantada é a de que o fazer teatral se alinhou a um movimento de modernização da Espanha buscando um novo teatro nacional. O caminho metodológico para o desenvolvimento da investigação procurou estabelecer um diálogo com a ressignificação das obras encenadas e com o contexto da encenação. A atividade extensionista que representou La Barraca Teatro Universitario concebe um teatro que valoriza os elementos culturais em um tempo-espaço próprio dos espetáculos encenados propondo uma instrumentalização dos populares. A representação teatral é um aqui/agora que converge uma prática de acadêmicos e artistas em um encontro com os populares mutuamente localizados dentro de uma proposta cultural de ação social no período da II República Espanhola, nossa reflexão sobre tal companhia considera a experiência vivenciada com o teatro de repertório. Na seleção das obras para os espetáculos apresentados propunha-se uma valorização da literatura e do teatro espanhóis com o objetivo de formular um presente-futuro de forma a estabelecer um diálogo com o processo reformista da Espanha nos idos de 1931 e 1936, mas para além disto, possuem um embrião de encenação que dialoga com perspectivas de um novo teatro. Nestas circunstâncias, La Barraca Teatro Universitario foi uma companhia de teatro itinerante que se preocupou com o artístico, mas caracterizou-se por ser um meio de comunicação entre intelectuais, estudantes, artistas e populares em uma ação social cujo proceder se orientava para o fomento de uma produção voltada para a popularização do teatro nacional.
Abstract: THE PROTAGONIST OF this work is a theater company called La Barraca University Theatre. It was characterized by being an itinerant troupe who served in Spain in the first half of the twentieth century, between the years 1931 and 1936 The direction of this was done by Federico García Lorca, activity which he had exercised voluntarily as creator, director and actor. Our discussion of the company is appealing the consideration that, in the management of their ideals regardless of political experience, aesthetic and pedagogical, production proposed a debate with society in order to formulate a present-future using the theatrical staging. The hypothesis is that the theatrical make this company aligned to a modernization movement in Spain seeking a new national theater. The methodological approach for the development of research seeks to establish a dialogue with the reframing of staged works and the context of the scenario. The extension activity representing La Barraca University Theatre conceives a theater that values cultural elements in its own time-space of the staged spectacles proposing an instrumentalisation of popular. A theatrical performance is a here / now that converges a practice of academics and artists in an encounter with popular mutually located within a cultural program of social action during the Second Spanish Republic. Our reflection on such company considers the experience of the activities gestated in view the pedagogical experience lived in a proposed repertory theater. In selecting works for shows presented, proposing itself an appreciation of literature and the Spanish theater with the goal of formulating a present-future. The selected works are part of a preference of texts in which it is possible to establish a dialogue with the reform process in Spain back in 1931 and 1936. But beyond this, these texts have an embryo staging that dialogues with prospects of a new theater. In these circumstances, La Barraca University Theatre was an itinerant theater company that cared about art, but if characterized as a means of communication between intellectuals, artists and popular in social action whose course was directed to the promotion of a production aimed at popularization of the national theater.
Keywords: La Barraca Teatro Universitário
Federico García Lorca
Extensão
Encenação
Ação social
La Barraca University Theatre
Extension Staging
Social Action
História social
História e teatro Espanha Séc. XX
García Lorca, Federico, 1898-1936 Crítica e interpretação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em História
Citation: PASSOS, Simone Aparecida dos. La Barraca Teatro Universitário : reflexões sobre encenação (Espanha 1931-1936). 2015. 167 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16328
Issue Date: 12-Feb-2015
Appears in Collections:TESE - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LaBarracaTeatroUniversitario.pdf5.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.