Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15884
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Desenvolvimento de um modelo de doenças inflamatórias sistêmicas em Drosophila melanogaster
metadata.dc.creator: Teles, Natália Melquie Monteiro
metadata.dc.contributor.advisor1: Vieira, Carlos Ueira
metadata.dc.description.resumo: CAPÍTULO II: O sistema imune desempenha importante papel de defesa nos organismos, sendo as citocinas, a exemplo do TNF-α, importantes reguladores do sistema imune. Eiger é o primeiro e até então o único ortólogo do TNF em Drosophila melanogaster e está envolvido nos processos de resposta imune do inseto. O uso de ferramentas moleculares em associação aos elementos transponíveis do tipo P são os veículos mais utilizados para obtenção dos transgênicos de D. melanogaster que favorece a utilização deste organismo modelo nos estudos sobre o sistema imune. D. melanogaster também tem sido utilizada para teste de fármacos. Drogas antiinflamatórias esteroidais (AIEs) e não esteroidais (AINEs) têm sido administradas em Drosophila melanogaster com o objetivo de estudar processos inflamatórios. Sendo assim, o objetivo do presente trabalho foi validar um modelo alternativo, eficiente, rápido e econômico para o estudo do processo inflamatório sistêmico controlado por drogas anti-inflamatórias. Para isso foram utilizadas linhagens transgênicas de D. melanogaster para obtenção de indivíduos com superexpressão de Eiger tecido específica ou ubíqua e para o silenciamento ubíquo de Eiger. A existência de um fenótipo visível nestes indivíduos se mostrou dependente do número de cópias do responder e ou do tipo de tecido para o qual essa superexpressão foi direcionada sendo que os indivíduos com superexpressão ubíqua de Eiger não passaram do estágio de pupa. Estes apresentaram baixo desempenho no desenvolvimento, que resultou em diferenças estatisticamente significativas em relação a seus parentais (da-GAL4) e (UAS-eiger) e a linhagem selvagem (Canton S). Sugerindo a ação de um processo inflamatório sistêmico de forma ubíqua o que resulta na morte dos indivíduos. A administração de drogas antiinflamatórias esteroidal e não esteroidal foi incapaz de reverter o fenótipo resultante da superexpressão de Eiger. Deste modo, a realização de análises posteriores tais como dissecação seguida por imunomarcação, microscopia, bem como testes com outras drogas que atuem sobre vias inflamatórias se fazem necessários para melhor investigar e caracterizar esse possível processo inflamatório sistêmico.
Abstract: CHAPTER II: The immune system has an important role in the defense of the organisms and cytokines, such as TNF-α, are important regulators of the immune system. Eiger is the first and so far the only TNF ortholog in Drosophila melanogaster involved in the processes of insect immune response. The use of molecular tools in association with P elements are the vehicles most often used for obtaining transgenic D. melanogaster, which is a great model organism in studies of the immune system. D. melanogaster has also been used for drug testing. Steroidal anti-inflammatory drugs (SIAs) and (NSAIDs) have been administered in Drosophila melanogaster aiming to study inflammatory processes. Thus, the aim of this study was to validate an alternative, efficient, fast and economical model for the study of systemic inflammatory process controlled by anti-inflammatory drugs. We used transgenic lines of D. melanogaster to obtain individuals overexpressing Eiger in specific tissues and individuals ubiquitously expressing Eiger for further silencing testing. The existence of a visible phenotype in the individuals proved to be dependent on either the responder expression quantity or the type of tissue to which the overexpression was directed. Individuals with ubiquitous overexpression of Eiger remained in the pupal stage and showed low performance in development, which resulted in statistically significant differences compared to their parental (da-GAL4 and UAS-eiger) and wild type (Canton S). This suggests the action of a systemic inflammatory process in a ubiquitous manner that results in the death of all individuals. The action of steroidal and nonsteroidal antiinflammatory drugs did not reverse the phenotype resulting from the overexpression of Eiger. Further analyses, such as dissection followed by immunostaining, microscopy, and tests with other drugs that target inflammatory pathways, are needed to further investigate and characterize this systemic inflammatory process.
Keywords: Eiger
Autoimunidade
TNF-&#945
Inflamação
Autoimmunity
Inflammation
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Genética e Bioquímica
Citation: TELES, Natália Melquie Monteiro. Desenvolvimento de um modelo de doenças inflamatórias sistêmicas em Drosophila melanogaster. 2014. 90 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15884
Issue Date: 29-Jul-2014
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Genética e Bioquímica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DesenvolvimentoModeloDoencas.pdf1.7 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.