Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15883
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Efeito da competição sobre biomarcadores salivares de estresse físico e oxidativo em jogadores de futebol
metadata.dc.creator: Galdino, Leandro Cezar Domingos
metadata.dc.contributor.advisor1: Botelho, Françoise Vasconcelos
metadata.dc.contributor.referee1: Pinto, Verônica Salerno
metadata.dc.contributor.referee2: Nakamura, Fábio Yuzo
metadata.dc.description.resumo: CAPITULO II: O futebol é um esporte com características intermitentes, de intensidade extenuante com ênfase nos componentes de força, velocidade e resistência. Nesse sentido, a competição esportiva oferece um cenário único para avaliar as respostas ao estresse e alterações no balanço redox. A análise e coleta de amostras menos-invasivas, como a coleta de saliva, têm se destacado por oferecer oportunidade de coletas no próprio campo de treinamento ou competição. O objetivo desse estudo foi avaliar o efeito da competição sobre biomarcadores salivares de estresse e balanço redox em atletas de futebol. A amostra foi composta por 14 indivíduos homens (24,05± 3.1 anos, 173 ± 0,05 cm, 71.84 ± 8.50 kg). Os voluntários foram monitorados durante o campeonato brasileiro universitário e realizaram quatro jogos de futebol com intervalo de 24h de descanso entre os jogos. Amostras de saliva foram coletadas antes e após o término dos jogos e acondicionadas até o momento da análise. Nossos achados mostram que nos 4 jogos a sAA e a taxa de secreção de Proteínas totais pós-jogos apresentaram aumentos significativos em relação aos momentos pré-jogos. No jogo 1, 2 e 3 a concentração de cortisol foi maior nos momentos pós-jogos em relação aos momentos pré-jogos. No que diz respeito às alterações do balanço redox, não foi verificado alterações nas taxas de danos oxidativos a lipídeos antes e após os 4 jogos, que foram quantificados através da concentração dos produtos de peroxidação lipídica (TBARS). Por outro lado, a resposta antioxidante total no jogo 3 apresentou aumento significativo no momento pós-jogo em relação ao pré-jogo, mostrado pela capacidade antioxidante total (FRAP). A atividade da catalase não sofreu alteração significativa em nenhum dos momentos avaliados. Esses resultados sugerem que os 3 marcadores de estresse (atividade autônoma) apresentaram alterações frente a competição esportiva. A taxa de secreção de Proteínas Totais pode ser um marcador atraente de estresse, pela facilidade e baixo custo do método. Os jogos mesmo com pouco intervalo de recuperação não foram suficiente para promover danos oxidativos a lipídeos, fato esse ocorreu provavelmente pelas adaptações induzidas pelo treinamento da equipe.
Abstract: Chapter II: Football is a sport with intermittent characteristics, high intensity and emphasis on components of strength, speed and endurance. This sport competition offers a unique setting for assessing stress responses and changes in redox balance. The collection and analysis of less-invasive samples such as saliva, offer the opportunity to collect in the field of training or competition. So, the aim of this study was to evaluate the effect of competition on salivary biomarkers of stress and redox balance in soccer players. The sample consisted of 14 male subjects (24.05 ± 3.1 years, 173 ± 0.05 cm, 71.84 kg ± 8:50). The volunteers were monitored during the college national championship (four games) with an interval of 24 hours between games. Saliva samples were collected before and after the games and put up until the time of analysis. Our findings show that in 4 games SAA and the rate of secretion of total protein post-games showed significant increases over the pre-game moments. Game 1.2 and 3 cortisol levels showed significant increases in post-game moments in relation to pre-game moments. With regard to changes in redox balance, was not observed changes in rates of oxidative damage to lipids before and after 4 games, which were quantified by the concentration of the products of lipid peroxidation (TBARS). On the other hand, total antioxidant response in Game 3 was significantly increased in the post-game compared to the pre-game, shown by the total antioxidant capacity (FRAP). Catalase activity did not change significantly in any of the time points. These results suggest that 3 markers of stress (autonomous activity) showed changes due to athletic competition. The secretion rate of total protein can be an attractive marker of stress, ease and low cost of the method. The games even with little recovery range were not enough to promote oxidative damage to lipids, probably because of the induced training adaptations.
Keywords: Competição (Esporte)
Stress oxidativo
Competição
Futebol
Saliva
Estresse
Balanço redox
Competition
Football
Stress
Redox balance
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Genética e Bioquímica
Citation: GALDINO, Leandro Cezar Domingos. Efeito da competição sobre biomarcadores salivares de estresse físico e oxidativo em jogadores de futebol. 2014. 76 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15883
Issue Date: 29-Jul-2014
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Genética e Bioquímica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EfeitoCompeticaoBiomarcadores.pdf1.37 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.