Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15864
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Caracterização funcional e estrutural de uma toxina de serpente brasileira com ação na hemostasia
metadata.dc.creator: Sousa, Bruna Barbosa de
metadata.dc.contributor.advisor1: Oliveira, Fábio de
metadata.dc.contributor.referee1: Costa, Júnia de Oliveira
metadata.dc.contributor.referee2: Santos Filho, Norival Alves
metadata.dc.description.resumo: As serpentes do gênero Bothrops são alvos de estudos no Brasil devido à sua distribuição geográfica e causas de acidentes ofídicos. Elas são responsáveis pelos acidentes ofídicos de maior importância epidemiológica no país. Geralmente, o envenenamento botrópico está associado com manifestações locais e sistêmicas complexas, tais como dor, edema, hemorragia local, necrose tecidual, distúrbios hemostáticos, hemorragia sistêmica e alterações cardiovasculares. As peçonhas ofídicas constituem uma mistura complexa de proteínas e peptídeos, compostos orgânicos de baixo peso molecular e compostos inorgânicos. A fração protéica compreende aminotransferases, acetilcolinesterases, hialuronidases, L-aminoácido-oxidases, fosfolipases A2, metaloproteases, serinoproteases, lectinas, desintegrinas, entre outros. Alguns desses compostos protéicos, enzimáticos ou não enzimáticos, são capazes de degradar componentes da matriz extracelular, ativar ou inibir fatores de coagulação, bem como interagir com receptores plaquetários, provocando distúrbios hemostáticos, tais como incoagulabilidade sanguínea, hemorragia e trombose. Devido ao seu interesse médico, esses compostos hemostaticamente ativos têm sido isolados de peçonha de serpentes e estudados como potenciais alvos terapêuticos no tratamento e diagnóstico de doenças tromboembólicas. O presente trabalho teve como objetivo purificar e caracterizar uma toxina da peçonha da serpente Bothrops moojeni. A sua caracterização compreendeu: avaliação de seu grau de pureza e de sua massa molecular; sequenciamento de sua região N-terminal; determinação de sua atividade proteolítica sobre o fibrinogênio e azocaseína; caracterização de suas atividades hemorrágica, anticoagulante e coagulante; caracterização de sua ação sobre a agregação plaquetária e indução de dor e edema. Os objetivos foram cumpridos e resultaram no isolamento de um inibidor da agregação plaquetária, denominado Bmoo-Agg. A toxina apresentou um efeito inibitório específico sobre a agregação plaquetária induzida por ristocetina e epinefrina em plasma humano rico em plaquetas.
Abstract: Bothrops snakes are targets of studies in Brazil due to its geographical distribution and accidents occurrence. They are responsible for the most serious cases of snakebite in the country. Bothrops envenomations are often associated with complex local and systemic manifestations, including pain, edema, local hemorrhage, myonecrosis, hemostatic disorders, systemic bleeding and cardiovascular disorders. Snake venoms comprise a complex mixture of proteins and peptides and low molecular mass organic and inorganic components. The protein fraction comprises aminotransferases, acetylcholinesterases, hyaluronidases, L-amino acid oxidases, phospholipases A2, metalloproteinases, serine proteases, lectins, disintegrins, among others. Some of these protein components, enzymatic or non-enzymatic, are able to hydrolyse components of the extracellular matrix, activate or inhibit blood coagulation factors and interact with platelet receptors, causing hemostatic disorders such as incoagulability, hemorrhage and thrombosis. Due to their medical interest, these hemostatically active components have been isolated from snake venom and studied as potential therapeutic targets for the treatment and diagnosis of thromboembolic diseases. The present study aimed to purify and characterize a toxin from Bothrops moojeni snake venom. The characterization included: evaluation of its purity and molecular mass, N-terminal sequencing, determination of its proteolytic activity upon azocasein and fibrinogen, characterization of its hemorrhagic, anticoagulant and coagulant activities, characterization of its activity upon platelet aggregation and induction of pain and edema. The objectives were resolved and resulted in the isolation of a platelet aggregation inhibitor, designated Bmoo-Agg. The toxin showed a specific inhibitory effect on platelet aggregation induced by epinephrine and ristocetin in human platelet-rich plasma.
Keywords: Peçonha de serpentes
Bothrops moojeni
Hemostasia
Agregação plaquetária
Snake venom
Hemostasis
Platelet aggregation
Bioquímica
Serpente peçonhenta - Peçonha
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Genética e Bioquímica
Citation: SOUSA, Bruna Barbosa de. Caracterização funcional e estrutural de uma toxina de serpente brasileira com ação na hemostasia. 2013. 100 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15864
Issue Date: 29-Jul-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Genética e Bioquímica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CaracterizacaoFuncionalEstrutural.pdf2.25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.