Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15862
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Inibição da angiogênese inflamatória e da agregação plaquetária pela enzima BmooMPα-I, uma metaloprotease da peçonha da serpente Bothrops moojeni
Author: Gomes Filho, Saulo Antônio
First Advisor: Oliveira, Fábio de
First coorientator: Brandeburgo, Maria Inês Homsi
First member of the Committee: Costa, Júnia de Oliveira
Second member of the Committee: Rodrigues, Renata Santos
Summary: As peçonhas de serpentes do gênero Bothrops contêm toxinas compostas por várias substâncias farmacologicamente ativas, principalmente constituintes protéicos, que atuam na indução de alterações fisiológicas locais e sistêmicas no organismo no qual é inoculada. Dentre o componente enzimático das peçonhas estão as metaloproteases, que são enzimas proteolíticas dependentes de zinco, envolvidas nos efeitos do envenenamento ofídico. BmooMPα-I é uma enzima fibrin(ogen)olítica não-hemorrágica isolada da peçonha de B. moojeni. Ela possui massa molecular aproximada de 24,5 kDa, pertencendo à classe P-I. A fim de investigar sua atividade em relação a processos fisiológicos, este trabalho teve como objetivo avaliar a influência da BmooMPα-I sobre a agregação plaquetária e sobre a angiogênese inflamatória. A enzima inibiu especificamente a agregação plaquetária induzida por epinefrina quando incubada previamente com o plasma rico em plaquetas, não demonstrando inibição com ADP, colágeno e ristocetina. Sua atividade é suprimida pela desnaturação, evidenciando a dependência da ação enzimática no mecanismo de inibição. Sobre a angiogênese inflamatória, nossos resultados mostraram que a BmooMPα-I é um inibidor da angiogênese.
Abstract: The venom of snakes from genus Bothrops contain toxin composed of several pharmacologically active substances, especially protein constituents, which act to induce local and systemic physiological changes in the body in which it is inoculated. Among the enzymatic component of the venoms are metalloproteinases, which are proteolytic enzymes zinc-dependents involved in the effects of ofidic envenoming. BmooMPα-I is a fibrin(ogen)olytic non-hemorrhagic enzyme isolated from B. moojeni snake venom. It shows a molecular mass of about 24.5 kDa, and belongs to the P-I class. In order to investigate its activity in relation to physiological processes, this work had as objective evaluated the BmooMPα-I influence in platelet aggregation and in inflammatory angiogenesis. The enzyme inhibited specifically the epinephrine-induced platelet aggregation when previously incubated with platelet rich plasma, not showing inhibition with ADP, collagen and ristocetin. Its activity is suppressed by denaturation, showing the dependence of the enzymatic action in the inhibition mechanism. About the inflammatory angiogenesis, our results showed that BmooMPα-I is an angiogenesis inhibitor.
Keywords: Proteínas
Serpente peçonhenta - Peçonha
Bothrops moojeni
Metaloproteases
Agregação plaquetária
Angiogênese
Metalloproteinase
Platelet aggregation
Angiogenesis
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-graduação em Genética e Bioquímica
Quote: GOMES FILHO, Saulo Antônio. Inibição da angiogênese inflamatória e da agregação plaquetária pela enzima BmooMPα-I, uma metaloprotease da peçonha da serpente Bothrops moojeni. 2012. 59 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15862
Date of defense: 31-Jul-2012
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Genética e Bioquímica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Saulo Antonio.pdf1.52 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.