Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15752
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Análise multivariada da estabilidade osmótica de eritrócitos em indivíduos saudáveis dos gêneros masculino e feminino
metadata.dc.creator: Garrote Filho, Mario da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Silva, Nilson Penha
metadata.dc.contributor.referee1: Ribeiro, Eloizio Julio
metadata.dc.contributor.referee2: Calábria, Luciana Karen
metadata.dc.contributor.referee3: Bernardino Neto, Morun
metadata.dc.contributor.referee4: Baltar, Valéria Troncoso
metadata.dc.description.resumo: CAPÍTULO II: A estabilidade de eritrócitos é o resultado de interações entre vários fatores. Alguns deles são inerentes às células vermelhas (como os índices hematimétricos), enquanto outros advêm de influências do meio externo (como os índices bioquímicos). O presente estudo usou análise de trilha para avaliar como os índices hematológicos e bioquímicos afetam a estabilidade de eritrócitos sob estresse hipotônico. A estabilidade de eritrócitos foi avaliada pelo teste da fragilidade osmótica, que forneceu os parâmetros de estabilidade dX e 1/H50. O parâmetro dX representa a faixa de concentração de NaCl necessária para promover 100% de hemólise e 1/H50 corresponde ao inverso da concentração de sal na qual ocorre 50% de hemólise. Ambos os parâmetros de estabilidade se correlacionaram mais significantemente com os índices hematológicos, destacadamente com a distribuição de volume das células vermelhas (RDW). Correlações positivas foram observadas para dX e 1/H50 com RDW e correlações negativas foram observadas entre dX e os valores da hemoglobina corpuscular média (MCH) e o volume corpuscular médio (MCV) dos eritrócitos. Estes resultados estão provavelmente relacionados com o ciclo de vida dos eritrócitos e podem ajudar a esclarecer os mecanismos pelos quais valores elevados de RDW têm em relação ao prognóstico de muitas condições patológicas. CAPÍTULO III: Por meio de experimentos em meios hipotônicos, foram obtidos diversos parâmetros de estabilidade osmótica de eritrócitos de mulheres de diferentes idades. Esses parâmetros incluíram: 1/H50, que é o inverso da concentração salina em que houve 50% de hemólise; dX, que consiste no intervalo de concentração salina que se estende do início ao fim da transição de hemólise; e Amin, que corresponde ao valor de absorbância antes do início da hemólise hipotônica. Também foram avaliados parâmetros hematológicos e bioquímicos de cada uma das amostras de sangue analisadas. Por meio de análise de trilha constatou-se que o aumento na idade está associado a uma diminuição da estabilidade osmótica dos eritrócitos, pois a idade exerce efeito indireto negativo sobre dX e Amin. A menopausa, presumida a partir da idade das participantes do estudo, exerce moderação distinta sobre o efeito direto de parâmetros que atuam sobre a estabilidade osmótica em mulheres com 50 anos ou mais em relação àquelas com idade abaixo de 50 anos. Além disso, o RDW exerce efeito direto positivo sobre 1/H50 nas mulheres com menopausa, mas não naquelas que ainda não alcançaram essa condição fisiológica.
Abstract: CHAPTER II: The erythrocyte stability is the result of interactions among several factors. Some of them are inherent to the red cell (e.g., the hematimetric indices), whereas others arise from the external environment (e.g., biochemical indices). The present study used path analysis to evaluated how hematological and biochemical indices affect erythrocyte stability under hypotonic stress. The erythrocyte stability was evaluated by the osmotic fragility test, which provided the stability parameters dX and 1/H50. The parameter dX represents the range of NaCl concentration necessary to promote 100% hemolysis and 1/H50 correspond to the inverse of the salt concentration in which there was 50% hemolysis. Both these stability parameters correlated more significantly with the hematological variables, markedly with the Red Cell Distribution width (RDW). Positive correlations were observed for dX and 1/H50 with the RDW and negative correlations were observed between dX and the values of mean corpuscular hemoglobin (MCH) and volume (MCV) of erythrocytes. These results are probably related to the erythrocytes life cycle and may help to shed some light on the mechanisms underlying the ability that elevated values of RDW have regarding the prognosis of many pathological conditions. CHAPTER III: Through experiments in hypotonic media, various osmotic stability parameters of erythrocytes from women with different ages were obtained. These parameters included: 1/H50, which is the inverse of that salt concentration in which there was 50% hemolysis; dX, which is the salt concentration range that extends from the beginning to the end of the hemolysis transition; and Amin, which corresponds to the absorbance value before the hypotonic hemolysis. We also evaluated hematological and biochemical indices of each of the blood samples analyzed. Through path analysis it was found that an increase in the age of the individual is associated with a decrease in osmotic stability of erythrocytes, since age has negative indirect effects on dX and Amin. Menopause, presumed from the age of the study participants, exerts distinct moderation on the direct effect of parameters that influence osmotic stability in women aged 50 years or older compared to those under the age of 50 years. Furthermore, RDW has a positive direct effect on 1/H50 in the menopaused women, but not in those that have not reached this physiological condition.
Keywords: Fragilidade osmótica
Análise multivariada
Correlação canônica
Análise de trilha
Menopausa
Colesterol
Idade
Glicose
Osmotic fragility
Multivariate analysis
Canonical correlation
Path analysis
Menopause
Cholesterol
Age
Glucose
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Genética e Bioquímica
Citation: GARROTE FILHO, Mario da Silva. Análise multivariada da estabilidade osmótica de eritrócitos em indivíduos saudáveis dos gêneros masculino e feminino. 2014. 124 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15752
Issue Date: 30-Nov-2014
Appears in Collections:TESE - Genética e Bioquímica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnaliseMultivariadaEstabilidade.pdf3.11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.