Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15742
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Peptídeos e anticorpos combinatoriais imunorreativos às leishmanioses visceral e tegumentar e implicações diagnósticas e terapêuticas
metadata.dc.creator: Almeida, Juliana Franco
metadata.dc.contributor.advisor1: Goulart Filho, Luiz Ricardo
metadata.dc.contributor.referee1: Cunha Junior, Jair Pereira da
metadata.dc.contributor.referee2: Beletti, Marcelo Emílio
metadata.dc.contributor.referee3: Carvalho, Fernanda Caroline de
metadata.dc.contributor.referee4: Simone, Salvatore Giovanni de
metadata.dc.description.resumo: CAPITULO II: A Leishmania amazonensis é um dos agentes causadores da leishmaniose tegumentar no Novo Mundo. Apesar do fato de que os parasitas intracelulares representam a maior causa de doenças e apesar de anos de esforços, nenhuma vacina efetiva foi desenvolvida. Antígenos de superfície, secretados e excretados foram testados para seu potencial profilático por serem os primeiros fatores do parasito a interagir com sistema imune do hospedeiro e estão usualmente envolvidos no estabelecimento da infecção. Uma vez que a resposta humoral é induzida por epítopos na superfície de um antígeno, ao invés de um antígeno inteiro, é importante localizar estes epítopos com o objetivo de se conceber uma vacina eficaz. Neste intuito, a tecnologia de phage display foi utilizada para a seleção de anticorpos combinatoriais ligantes à superfície do parasito. Um anticorpo denominada La7h foi isolado e a sua reatividade em relação ao parasito foi testada por diferentes ensaios imunológicos demonstrando alta afinidade. Prováveis epítopos ligantes ao anticorpo recombinante foram caracterizados pela seleção de peptídeos recombinantes expressos em fagos, o que permitiu a caracterização de uma possível região antigênica comum em diferentes proteínas de superfície caracterizadas como principais na espécie. Por meio de imunoprecipitação utilizando o anticorpo recombinante em questão, foi possível isolar uma proteína de aproximadamente 42KDa. Tal achado corrobora com os alinhamentos lineares dos peptídeos recombinantes às proteínas de superfície e o estudo da estrutura tridimensional desta proteína contribui para a caracterização do sitio antigênico mapeado pelo anticorpo de fundamental interesse na busca de alvos vacinais mais direcionados e eficazes. CAPITULO III: A leishmaniose é uma doença tropical importante e com incidência crescente a nível mundial, pois não existem vacinas disponíveis e o seu controle é baseado no diagnóstico e tratamento, o que muitas vezes apresenta efeitos colaterais severos. Os testes não são eficazes, pois deixam de detectar com especificidade e sensibilidade as várias formas da doença, além de não identificarem recidiva de reinfecção. Portanto, testes diagnósticos altamente precisos, de baixo custo, de utilização simples e rápida são cruciais para o controle e tratamento das leishmanioses, mas novos antígenos se tornam necessários para o aprimoramento de tais testes. Neste sentido propomos desenvolver peptídeos miméticos de antígenos de Leishmania chagasi e Leishmania amazonensis pela técnica de Phage Display como estratégia proteômica para a descoberta de novos antígenos mais eficazes e sensíveis. Seleções de peptídeos randômicos por Phage Display foram realizadas contra IgG purificada de pacientes com Leishmaniose visceral e tegumentar como forma de mapear antígenos que reconhecessem a resposta imunológica especifica nas duas formas clínicas e que pudessem oferecer uma nova abordagem terapêutica. Os clones foram purificados, amplificados, sequenciados e analisados por bioinformática. Diversos peptídeos recombinantes foram caracterizados e pré-validados por ELISA, dot-blot competitivo e ensaios funcionais com cultura de macrófagos. Nossos resultados mostraram que foram selecionados peptídeos recombinantes específicos para ambas as formas da doença que se relacionam com importantes antígenos utilizados tanto como ferramentas diagnósticas como alvos vacinais.
Abstract: CHAPTER II: Leishmania amazonensis is a causative agent of cutaneous leishmaniasis in the New World. Despite the fact that the intracellular parasites represent a major cause of illness and despite years of efforts, no effective vaccine was developed. Surface antigens, secreted and excreted were tested for their prophylactic potential for being the first factors to interact with the parasite\'s immune system and are usually involved in the establishment of infection. Once the humural response is induced by epitopes on the surface of an antigen, instead of a whole antigen, it is important to locate these epitopes with the goal of designing an effective vaccine. To this end, Phage Display technology was used for the selection of combinatorial antibody binding in the parasite s surface. An antibody named La7h has been isolated and their reactivity against the parasite was tested by different immunological assays demonstrated high affinity. Likely antibody binding epitopes were characterized by selecting recombinant peptide expressed in phages, which allowed the characterization of a possible antigenic region common to different surface proteins characterized as the main proteins in Leishmania sp. By immunoprecipitation with this recombinant antibody, was possible to isolate a protein with approximately 42KDa. This finding confirms the linear alignments of recombinant peptides to surface proteins, the study of three-dimensional structure of this protein has contributed to the characterization of antigenic sites mapped by the antibody of fundamental interest in finding vaccine targets more directed and effective. CHAPTER III: Leishmaniasis are an important tropical disease with increasing incidence worldwide, because there are no vaccines available and its control is based on the diagnosis and treatment which often has severe side effects. The diagnostic tests are not effective, they fail to detect the sensitivity and specificity in the vairos forms of the disease, and don t identify releasy from infection. Therefore, highly accurate diagnostic tests, inexpensive, simple and fast are crucial for the control and treatment of leishmaniasis, but new antigens would be required for the improvement of such tests. In this sense we propose to develop mimetic peptides of Leishmania chagasi and Leishmania amazonensis by Phage Display technology as a strategy for the proteomic discovery of new antigens more effective and sensitive. Phage Display random peptide selections were carried out agaist purified IgG from visceral and cutaneos leishmaiasis in order to mapping antigens that recognize the specific immune response in both clinical forms. The clones were purified, amplified, sequenced and analyzed by bioinformatics. Several recombinant peptides were characterized and pre-validated by ELISA, competitive dot-blot and functional tests with macrophage culture. Our results showed that specific recombinant peptides were selected for both disease forms and they are related to important antigens used for diagnostic tools and vaccine targets.
Keywords: Leishmania amazonensis
Proteínas de superfície
Anticorpos combinatoriais
Fab
Leishmania chagasi
Phage display
Peptídeos recombinantes
Surface proteins
Recombinat antibodies
Recombinant peptides
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Genética e Bioquímica
Citation: ALMEIDA, Juliana Franco. Peptídeos e anticorpos combinatoriais imunorreativos às leishmanioses visceral e tegumentar e implicações diagnósticas e terapêuticas. 2011. 100 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2011.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15742
Issue Date: 22-Jul-2011
Appears in Collections:TESE - Genética e Bioquímica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PeptideosAnticorposCombinatoriais.pdf2.32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.