Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15528
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Os primórdios da percepção na filosofia de Maurice Merleau-Ponty
metadata.dc.creator: Sant ana, Silvia Soares
metadata.dc.contributor.advisor1: Sass, Simeão Donizeti
metadata.dc.contributor.referee1: Carvalho, Jairo Dias
metadata.dc.contributor.referee2: Branco, Guilherme Castelo
metadata.dc.description.resumo: Procuramos desenvolver neste trabalho a problemática da percepção, relacionada às noções de corpo e significado, na obra de Merleau-Ponty: A Estrutura do Comportamento (1942). Buscamos avaliar como o autor reconhece o problema da percepção como um tema de cunho filosófico o qual tem sua origem nos primeiros textos do autor: Projeto de trabalho sobre a natureza da percepção (1933) e Natureza da Percepção (1934), onde relata a importância de retomar o problema da percepção, em especial, a percepção do corpo. Em geral, o pensamento clássico aborda a percepção ora como um ato empírico, ora como um ato intelectual. No entanto, a proposta merleau-pontyana é mostrar que o ato de perceber é muito mais profundo e amplo do que o pensamento de sobrevôo que tenta explicar o fenômeno da percepção desconsiderando a relação dialética entre corpo e alma, quer dizer, deixando de lado a dimensão existencial e vital do sujeito que percebe. Merleau-Ponty recorre à Gestalttheorie para demonstrar que a percepção não é uma mera operação do intelecto, como pretendia o intelectualismo. Assim, as noções da psicologia da forma o auxiliaram a pensar e estruturar o conceito de percepção, de modo integrado, isto é, a percepção será possível mediante a estrutura especial de uma figura sobre um fundo. Isso implica que a problemática da percepção está ligada ao problema do corpo e do significado e estruturada às três ordens: físico, vital e humano. Nossa pesquisa pretende demonstrar que na visão de Merleau-Ponty a percepção - com o auxílio do corpo, enquanto o veículo do ser no mundo - é uma experiência originária que nos coloca em contato com as estruturas concretas do mundo e fundamentalmente com o social, sendo possível assim a constituição do significado da experiência perceptiva.
Abstract: In this work, we try to develop the question of perception related to the notion of body and meaning in Merleau-Ponty s The Structure of Behaviour (1942). We Attempt to evaluate the way the author considers the problem of perception as a philosophical topic whose origin dates back to his first texts: Work project upon the nature of perception (1933) and Nature of Perception (1934) in which he states the importance of undertaking the matter of perception, specially the body perception. The Classical thinking assesses perception either as an empirical action or as an intellectual one. However Merleau-Ponty s proposal is to show that the action of perception is much deeper and wider than the overflying thought which explains the phenomenon of perception by disregarding the dialectical relation between body and soul, which means to leave out the perceptive subject s vital and existential dimension. Merleau-Ponty s falls back on Gestalttheorie to point out that perception is not a mere operation of the intellect, as it was supposed by the intellectualism. Thus the notions of the perception concept in an integrated way, that is the perception will be possible through a special figure-bottomed structure. This fact means that the matter of perception is related to the body and the meaning and it way be but into three orders: the physical, the vital and the human one. Our research has the purpose of showing that in Merleau-Ponty s view the perception with the help of the body as vehicle of man s being in the world is an origin experience which sets us in touch with concrete world structures, mostly social ones, and that makes the meaning of the perceptive experience possible.
Keywords: Merleau-Ponty
Percepção
Corpo
Significado
Estrutura
Vida
Perception
Body
Meaning
Shape
Structure
Life
Merleau-Ponty, Maurice, 1908-1961
Filosofia moderna - Séc. XX
Filosofia francesa - Séc. XX
Percepção (Filosofia)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Filosofia
Citation: SANT ANA, Silvia Soares. Os primórdios da percepção na filosofia de Maurice Merleau-Ponty. 2010. 124 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2010.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15528
Issue Date: 18-May-2010
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diss Silvia.pdf579.96 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.