Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15525
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: O utilitarismo kantiano de R. M. Hare
metadata.dc.creator: Bernardes, Cleide
metadata.dc.contributor.advisor1: Bonella, Alcino Eduardo
metadata.dc.contributor.referee1: Sahd, Luiz Felipe Netto de Andrade e Silva
metadata.dc.contributor.referee2: Almada, Leonardo Ferreira
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação analisa os principais pontos da teoria ética de Hare à luz de uma de suas teses principais, a de que é possível conciliar coerentemente aspectos teleológicos e deontológicos em um tipo de utilitarismo kantiano. Para tanto, analisamos conceitos estruturais de Hare, e, com atenção especial às análises metaéticas sobre os conceitos normativos e interpretações equivocadas destes, destacamos como o utilitarismo kantiano de Hare é construído em sua metaética original (o prescritivismo universal), suas aplicações normativas (como na teoria dos dois níveis do pensamento moral) e em sua relação crítica com a ética kantiana. No capítulo um tratamos dos conceitos e divisões da ética normativa em geral e procuramos esclarecer alguns aspectos principais do utilitarismo clássico de Mill e da ética de Kant, normalmente consideradas antagônicas pela filosofia moral. Apresentamos a teoria utilitarista clássica de Mill e sua reformulação do principio de utilidade de Bentham, com o objetivo de demonstrar que, se bem compreendida, ela não é contrária à ética kantiana. Apresentamos também uma breve abordagem de pontos principais da ética de Kant na Fundamentação da Metafísica dos Costumes, pois essas duas correntes éticas são fundamentais na proposta de Hare. A possibilidade de conciliação entre utilitarismo e ética kantiana foi o tema desenvolvido no capítulo dois, no qual analisamos a forma racional (deontológica) dos enunciados morais e o conteúdo preferencialista (teleológico) ligado a isto, no prescritivismo universal de Hare. Reconstruímos a estrutura normativa da teoria de Hare em três teses interligadas: a prescritividade universal dos conceitos morais (da linguagem ordinária) [1], a igualdade de consideração ou imparcialidade como na Regra de Ouro [2], a necessidade de encontrar a ação que maximiza a satisfação das vontades [3]. E por fim, o modo como tal teoria se aplica de forma coerente aos dilemas do mundo real, ou seja, tendo dois níveis de aplicação, um intuitivo, com normas gerais para a vida cotidiana, e outro crítico, com análise de situações específicas na reflexão teórica. No capítulo três discutimos algumas críticas feitas ao utilitarismo kantiano, principalmente à sua tentativa de conciliar consequencialismo e norma deontológica do respeito às pessoas. Ao final desta dissertação, defendemos a legitimidade e consistência da teoria de Hare, e também que ela preenche as condições propostas pelos principialistas Beauchamp e Childress (2002) para uma boa teoria ética.
Abstract: This dissertation analyses the main topics of Hare s ethical theory by the light of one of his main thesis, the one that says it is possible to consistently reconcile teleological and deontological aspects in a kind of kantian utilitarianism. To that, we analyzed structural concepts of Hare, and, giving special attention to meta-ethics analysis about normative concepts and some misunderstood interpretations of them, we highlight how Hare´s Kantian Utilitarianism is constructed in his original meta-ethics (universal-prescriptivism), its normative applications (as in his theory of the two levels of moral thinking), and in his critical relationship to kantian ethics. Chapter one addresses concepts and divisions in general normative ethics and it tries to show the main topics of Mill s classical utilitarianism and Kant s deontological ethics, generally seen as opposites each other by moral philosophy. We presented Mill s classical utilitarianism and its reformulation of Bentham s principle of utility, intending to demonstrate that, if well understood, it is not contrary to kantian ethics. Through Mill s assurance that there are teleological elements in Kant s deontological ethics, we presented in this chapter a brief approach of Kantian ethics in the main topics of Groundwork of the Metaphysic of Morals, since these two ethical views are fundamental for Hare s ethical proposal. The possibility of conciliation between utilitarianism and Kantian ethics was the theme developed on chapter two, in which we analyzed the deontological rational form of the moral statements and the related teleological preferencial-utilitarian content in Universal Prescriptivism. We also presented the normative structure of Hare s theory in three interconnected thesis, the universal prescriptivity of moral concepts (of ordinary language) [1], the equal consideration or impartiality as in the Golden Rule [2], and the need to find the action that maximizes the satisfaction of desires [3]. The way such theory is applied in a coherent form to the real world s dilemma, i.e., having two application levels, an intuitive, with general rules for the daily life, and a critical, with specific situations analyses at theoretical reflection, ends the chapter. The chapter three discusses some critiques to Hare´s Kantian utilitarianism, specially his attempt to conciliate consequentialism and deontological norm of respect for persons. At the end of this dissertation, we have defended the legitimacy and consistence of Hare s ethical theory, and we finish showing how the theory fulfills Beauchamp and Childress (2002) principlist conditions for a good ethical theory.
Keywords: Ética
Utilitarismo
Teleologia
Deontologia
Prescritivismo
Hare
Ethics
Utilitarianism
Teleology
Deontology
Prescriptivism
Hare
Hare, R. M. (Richard Mervyn) - Crítica e interpretação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Filosofia
Citation: BERNARDES, Cleide. O utilitarismo kantiano de R. M. Hare. 2009. 85 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2009.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15525
Issue Date: 28-Aug-2009
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cleide.pdf566.1 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.