Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15489
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorMartins, Maria Luísa Aparecida Resende
dc.date.accessioned2016-06-22T18:42:35Z-
dc.date.available2006-02-02
dc.date.available2016-06-22T18:42:35Z-
dc.date.issued2005-09-28
dc.identifier.citationMARTINS, Maria Luísa Aparecida Resende. Uma análise sociolingüística das construções de tópico na fala uberlandense. 2005. 130 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2005.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15489-
dc.description.abstractThis paper investigates the usage of topic in spoken Brasilian Portuguese, considering it as the constituent on the left of the sentence. To carry out the analysis, we chose the proposal of Callou et alii (1993), which considers the topic lato sensu constructions. The aim of our project is to verify how this phenomenon is used, and to observe if the presence of topic either favors or not the occurrence of lexicalized subject in the sentence. In order to do so, an investigation of topic as well as subject structures was carried out, bearing in mind during the analysis, linguistic and extralinguistic factors such as social class and age group. The corpus used to develop the research consisted of 45 interviews carried out with adult speakers from the city of Uberlândia (MG), from both sexs. The analysis showed that in spite of the little presence in the language, all the informers, irrespective of the social class, age group, used the topic structure, confirming our main hypothesis. In regards to the constructions of the topic lato sensu it was noticed that the Dislocation for de left (DE) is more used than Topicalization (TOP). This fact doesn t confirm our hypothesis but confirms the tendency of Brasilian Portuguese to fill all the empty categories, as already mentioned by many researches. Furthermore, according to the theory of Labovian Sociolinguistics and Parametric Sociolinguistics, in which we based this paper, it was possible to conclude that presence x absence of topic lato sensu constructions, in the sentence, is a process of variation, not a process of linguistic change.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectSociolingüística labovianapor
dc.subjectSociolingüística paramétricapor
dc.subjectTópicopor
dc.subjectConstruções de tópico lato sensupor
dc.subjectSujeito lexicalizadopor
dc.subjectLabovian sociolinguisticseng
dc.subjectParametric sociolinguisticseng
dc.subjectTopiceng
dc.subjectLato sensu topic constructionseng
dc.subjectLexicalized subjecteng
dc.subjectSociolinguísticapor
dc.subjectLíngua portuguesa - Sintaxepor
dc.titleUma análise sociolingüística das construções de tópico na fala uberlandensepor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Rocha, Maura Alves de Freitas
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4785949J6por
dc.contributor.referee1Fernandes, Vania Maria Bernardes Arruda
dc.contributor.referee2Bertoldo, Ernesto Sérgio
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4727397A0por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4753407P3por
dc.description.degreenameMestre em Lingüísticapor
dc.description.resumoEste trabalho investiga o uso do tópico na língua oral do Português do Brasil, considerando como tal o constituinte à esquerda da sentença. Para realizar a análise, adotamos a proposta de Callou et alii (1993), na qual são consideradas construções de tópico lato sensu. O objetivo do nosso trabalho é verificar de que modo o fenômeno é usado e observar, principalmente, se a presença de tópico favorece ou não a ocorrência de sujeito lexicalizado na sentença. Para tanto, foi feita uma investigação de estruturas de tópico e estruturas de sujeito, levando em consideração, na análise, fatores lingüísticos e fatores extralingüísticos classe social e faixa etária. O corpus utilizado para o desenvolvimento da pesquisa constituiu-se de 45 entrevistas realizadas com falantes adultos da cidade de Uberlândia (MG), de ambos os sexos. A análise realizada evidenciou que, apesar da pouca incidência na língua, todos os informantes, independentemente da classe social e da faixa etária, que fizeram uso da estrutura de tópico, lexicalizaram o sujeito, corroborando, assim, nossa hipótese principal. Especificamente em relação às construções de tópico lato sensu, foi constatado que o Deslocamento à Esquerda (DE) é mais usado do que a Topicialização (TOP). Essa constatação refutou nossa hipótese, mas confirma a tendência do Português do Brasil de preencher categorias vazias, como já foi atestado por vários estudiosos. Além disso, seguindo os pressupostos teóricos da Sociolingüística Laboviana e da Sociolingüística Paramétrica, nos quais fundamentamos nosso trabalho, foi possível concluir que presença x ausência de construções de tópico lato sensu , na sentença, constitui um processo de variação e não de mudança lingüística.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Estudos Linguísticospor
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICApor
dc.publisher.departmentLinguística Letras e Artespor
dc.publisher.initialsUFUpor
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MMartinsDISSPRT.pdf467.93 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.