Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15205
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Remoção de compostos orgânicos de água do Rio Uberabinha por filtração em carvão ativado reciclado
metadata.dc.creator: Boneberg, Daniela Garcia
metadata.dc.contributor.advisor1: Franco Junior, Moilton Ribeiro
metadata.dc.contributor.referee1: Malagoni, Ricardo Amâncio
metadata.dc.contributor.referee2: Pires, Ricardo Francisco
metadata.dc.description.resumo: Matéria orgânica natural (MON) é encontrada em toda a superfície, em águas subterrâneas e solos. Durante as últimas décadas, relatos de todo o mundo mostram um aumento contínuo na cor e MON da água de superfície, que tem um efeito adverso sobre os processos de purificação da água potável. Por várias razões práticas e de higiene, a presença de MON é indesejável na água de beber. Várias tecnologias têm sido propostas para a remoção do MON com vários graus de sucesso. As propriedades e quantidade de MON, no entanto, podem afetar significativamente a eficiência do processo e sabe-se que os níveis de carbono orgânico total (COT) na água bruta, têm um potencial para produzir concentrações de trihalometanos (THM). Visando melhorar e otimizar este processo, a caracterização e quantificação de NOM, nos diferentes tratamentos de purificação e as fases dos processos de tratamento são importantes. Assim, medidas experimentais foram realizadas com o objetivo de reduzir o nível de compostos orgânicos para a água do rio Uberabinha. Os testes avaliaram a eficácia na redução de compostos orgânicos em água bruta utilizando o processo de filtração por gravidade utilizando filtro de carbono ativado reciclado. Amostras do filtrado foram coletadas em intervalos de uma hora e foram submetidas a análises de pH, condutividade e absorbância (UV254nm). Os resultados encontrados mostraram que o sistema foi capaz de reduzir compostos orgânicos. O uso do carvão ativado reciclado mostrou uma remoção significativa do carbono orgânico total (COT). Verificou-se também que o pH e condutividade do produto final não se alteraram em comparação com os valores iniciais de água bruta. Também, a influência da pressão e do tamanho das partículas de carbono foi claramente observada na quantidade e na qualidade do filtrado. Os resultados obtidos indicaram que a variação de pressão influencia a porcentagem de remoção de matéria orgânica. A variação do tempo durante as filtrações não prejudicou a eficiência de cada filtro. Por fim, a filtração por gravidade com carbono ativado granular reciclado é capaz de reduzir MON a um nível aceitável. A partir destes resultados verifica-se que este protótipo pode servir como uma técnica auxiliar no tratamento da água em regiões periféricas onde a água tratada não é fornecida.
Abstract: Natural organic matter (NOM) is found in all surface, ground and soil waters. During recent decades, reports worldwide show a continuing increase in the color and NOM of the surface water, which has an adverse affect on drinking water purification. For several practical and hygienic reasons, the presence of NOM is undesirable in drinking water. Various technologies have been proposed for NOM removal with varying degrees of success. The properties and amount of NOM (natural organic matter) can hardly affect the process efficiency and it is known that raw water total organic carbon (TOC) levels have a potential to produce concentrations of trihalomethanes (THM). In order to improve and optimize these processes, the characterization and quantification of NOM at different purification and treatment processes stages is important. In this work, experimental measurements were conducted to reduce the level of natural organic matter for small amounts of Uberabinha River water. Treatment was tested for its efficacy to reduce raw water NOM using gravity filtration with recycled granular activated carbon. Four different particle sizes were used in the experiments. Samples of filtrate were collected in intervals of one hour and were analyzed for conductivity, pH and UV254 absorbance. The results showed that the system was able to reduce organic compounds. The use of recycled activated carbon showed a significant removal of total organic carbon (TOC). It was verified that pH and conductivity of the final product have not changed comparing to the raw water initial values. Also, the influence of pressure and the carbon particle size was clearly observed in the quantity and quality of the filtrate. The results indicated that the pressure variation influences the % removal of organic matter. The variation of time during the filtration did not impair the efficiency of each filter. In a nutshell, gravity filtration with recycled granular activated carbon was capable of reducing NOM to an acceptable level encouraging its recycling and use. With these results it seems that it could be appropriate as a device in the treatment of water in remote areas where water treated isn´t provided.
Keywords: Matéria orgânica natural (MON)
Filtração por gravidade
Carbono reciclado
Absorbância
Carbono orgânico total (COT)
Natural organic matter (NOM)
Gravity filtration
Recycled carbon
Absorbance
Total organic carbon (TOC)
Água - Purificação
Matéria orgânica
Uberabinha, Rio, Bacia (MG)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA QUIMICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Engenharias
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Engenharia Química
Citation: BONEBERG, Daniela Garcia. Remoção de compostos orgânicos de água do Rio Uberabinha por filtração em carvão ativado reciclado. 2013. 106 f. Dissertação (Mestrado em Engenharias) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15205
Issue Date: 28-Mar-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Engenharia Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Daniela Garcia.pdf4.28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.